Buscar

A Constituição Federativa do Brasil dispõe que é direito de todos o pleno desenvolvimento dos cidadãos, sem preconceito de origem, raça, sexo, cor,...

A Constituição Federativa do Brasil dispõe que é direito de todos o pleno desenvolvimento dos cidadãos, sem preconceito de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação; garante o direito à escola para todos; e coloca como princípio para a Educação o acesso aos níveis mais elevados do ensino, da pesquisa e da criação artística, segundo a capacidade de cada um. Neste sentido, em conformidade com o que coloca a Constituição, todos têm direito à educação, bem como ao convívio social, é que se tem trabalhado para que as crianças com necessidades especiais não sejam mais excluídas dos ambientes comuns da sociedade. Disponível em: . Acesso em: 17 dez. 2018. Uma forma de reverter tal situação vem sendo trabalhada através da inclusão dessas pessoas nas escolas regulares, desta forma, ocorre um processo de retroalimentação, no qual

💡 2 Respostas

User badge image

Ed Verified user icon

Desculpe, mas sua pergunta está incompleta. Você precisa publicar uma nova pergunta.

0
Dislike0
User badge image

Sônia Grando

Av1 - Educação Inclusiva

×

Sua avaliação foi confirmada com sucesso


Informações Adicionais

  • Período: 18/03/2024 00:00 à 29/04/2024 23:59
  • Situação: Cadastrado
  • Tentativas: 1 / 3
  • Pontuação: 2500
  • Protocolo: 989000780

Avaliar Material

1)

Para explicar um pouco da evolução do ser humano e entender sobre como podemos identificar suas características, os estudiosos Henri Wallon e Bernard Charlot entram em um consenso de pensamento, afirmando que assim que o ser humano nasce já é inicializado o processo de aprendizagem. Por exemplo, imediatamente ao nascer, já utiliza meios que vem da sua herança genética, como a habilidade de sugar para se alimentar, e entende que chorando já conseguirá atenção da mãe ou de qualquer outro ser humano, entre outras ações. Logo ele aprende que é cuidado por outro ser humano que tem o papel de ensinar ou ser um modelo de aprendizagem.

 

A partir dos estudos dos autores apresentados, analise as afirmativas a seguir.

 

I. O ser humano é um ser biologicamente social. 

II. Nascer é estar submetido a obrigação de aprender. 

III. A aprendizagem é que impulsiona e cria o desenvolvimento.

IV. A aprendizagem é responsável pelo desenvolvimento

V. O ser humano é condicionado a aprender apenas socialmente.

Agora, assinale a alternativa correta.

Alternativas:

  • a)
  • Somente as afirmativas I e II  estão corretas.
  • Alternativa assinalada
  • b)
  • Somente as afirmativas II e III estão corretas.
  • c)
  • Somente as afirmativas II, III e IV estão corretas.
  • d)
  • Somente as afirmativas I, III e V estão corretas.
  • e)
  • Somente as afirmativas I, IV e V estão corretas.

2)

Ao nascer, o bebê humano carrega consigo algumas habilidades que fazem parte da sua herança genética, como o reflexo de sugar. Mas isso não o capacita a se alimentar de forma independente: ele precisa ser cuidado para aprender a comer.

 

A partir desse contexto, analise as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.

 

I. Nascer com determinadas capacidades biológicas não significa, em nosso caso, que elas serão desenvolvidas por si só.

 

PORQUE

 

II. Para aprender a ver, por exemplo, é preciso encontrar as condições ambientais para isso, como luz e ambientes tridimensionais.

A respeito dessas asserções, assinale a alternativa correta.

Alternativas:

  • a)
  • As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I.
  • Alternativa assinalada
  • b)
  • As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I.
  • c)
  • A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
  • d)
  • A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.
  • e)
  • As asserções I e II são proposições falsas.

3)

Do total de crianças de 5 a 14 anos que trabalham, 93% estudam. O relatório mostra o trabalho infantil como uma grande barreira tanto para as crianças que estão fora do sistema de ensino, quanto para aquelas que frequentam a escola. Mesmo quem está regularmente matriculado terá o desempenho escolar prejudicado pelas outras tarefas que desempenha.

Disponível em: . Acesso em: 30 nov. 2018.

 

Analisando o trecho apresentado a luz da Declaração de Salamanca, assinale V para verdadeiro ou F para falso nas afirmativas a seguir.

 

(  ) As crianças que têm o desempenho escolar prejudicado por outras tarefas que realiza, devem sempre que possível, aprender separadamente dos demais alunos regulares.

(  ) A escola deve responder as questões que envolvam apenas as crianças com barreiras permanentes à educação, não contemplando barreiras temporárias, como o trabalho infantil.

(  ) A expressão necessidades educacionais especiais refere-se somente aos alunos com algum tipo de deficiência e que por isso apresentam dificuldades de aprendizagem.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.

Alternativas:

  • a)
  • V - V - V.
  • b)
  • V - V - F.
  • c)
  • V - F - F.
  • d)
  • F - F - F.
  • Alternativa assinalada
  • e)
  • F - F - V.

4)

Segundo Aranha (2001), a relação da sociedade com a parcela da população constituída pelas pessoas com deficiência tem se modificado no decorrer dos tempos, tanto no que se refere aos pressupostos filosóficos que a determinam e permeiam, como no conjunto de práticas nas quais ela se objetiva.

Ainda, de acordo com a autora, ao se buscar dados sobre o tipo de tratamento dado às pessoas com deficiência na Idade Antiga e na Idade Média, descobre-se que muito pouco se sabe, na verdade. A maior parte das informações provem de passagens encontradas na literatura grega e romana, na Bíblia, no Talmud e no Corão. Aparentemente, pessoas com deficiências físicas e/ou mentais eram ignoradas à sua sorte, buscando a sobrevivência na caridade humana.

Em meados de 1800, Guggenbuhl abriu uma instituição para o cuidado e tratamento residenciais de pessoas com deficiência mental, em Abendberg, Suíça. Os resultados de seu trabalho chamaram a atenção para a necessidade de uma reforma significativa no sistema, então vigente, da simples internação em prisões e abrigos.

FONTE: ARANHA, Maria Salete Fábio. Paradigmas da relação da sociedade com as pessoas com deficiência. Revista do Ministério Público do Trabalho. Ano XI, no. 21, mar. 2001, pp.160-173. 

 

Considerando o contexto, associe a coluna I, onde estão relacionados os momentos que foram vivenciados pelas pessoas com deficiência, através da história, com a coluna II, onde consta um resumo da característica principal de cada um desses momentos.

 

COLUNA I

 

I. Exclusão.

II. Segregação.

III. Integração.

IV. Inclusão.

 

COLUNA II

 

1. Parte da noção de direito. A sociedade, é também, responsável pelo deficiente.

2. As pessoas com deficiência e diferenças significativas devem viver em condições mais próximas ao normal possível. Responsabilidade individual pela participação social.

3. Institucionalização em hospitais, para os que eram avaliados como tratáveis, ou internação em asilos e manicômios, para aqueles que não tinham esse prognóstico.

4. Crianças, nascidas com alguma deformidade, eram eliminadas. Pessoas com algum tipo de deficiência passam a ser toleradas, vivendo à margem da sociedade.

Assinale a alternativa que apresenta a associação correta entre as colunas.

Alternativas:

  • a)
  • I  –  1,  II  –  3,  III  –  3,  IV  – 2.
  • b)
  • I  –  3,  II  –  4,  III  –  2,  IV  – 1.
  • c)
  • I  –  1,  II  –  3,  III  –  2,  IV  – 1.
  • d)
  • I  –  4,  II  –  3,  III  –  2,  IV  – 1.
  • Alternativa assinalada
  • e)
  • I  –  1,  II  –  2,  III  –  3,  IV  – 4.

5)

A Constituição Federativa do Brasil dispõe que é direito de todos o pleno desenvolvimento dos cidadãos, sem preconceito de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação; garante o direito à escola para todos; e coloca como princípio para a Educação o acesso aos níveis mais elevados do ensino, da pesquisa e da criação artística, segundo a capacidade de cada um.

Neste sentido, em conformidade com o que coloca a Constituição, todos têm direito à educação, bem como ao convívio social, é que se tem trabalhado para que as crianças com necessidades especiais não sejam mais excluídas dos ambientes comuns da sociedade.

Disponível em: . Acesso em: 17 dez. 2018.

Uma forma de reverter tal situação vem sendo trabalhada através da inclusão dessas pessoas nas escolas regulares, desta forma, ocorre um processo de retroalimentação, no qual

Alternativas:

  • a)
  • diz respeito à associação do autismo como doença mental e o de tratar o autismo como responsabilidade da equipe de saúde.
  • b)
  • são necessárias práticas inclusivas e instrumentos dinâmicos na promoção de ajuda no ensino e na solução dos problemas.
  • c)
  • as pessoas com necessidades especiais conviveriam com as ditas “normais” e estas aprenderiam a viver com aquelas, dando um fim aos preconceitos.
  • Alternativa assinalada
  • d)
  • é importante ressaltar que quando lidamos com pessoas, com crianças e com seu processo de desenvolvimento, estamos lidando com o previsível e com a facilidade em fechar diagnósticos.
  • e)
  • as trocas de informações entre estes sujeitos muitas ações são postas em prática, tudo em nome de criar melhores condições de desenvolvimento para o aluno estudado.


0
Dislike0

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

✏️ Responder

SetasNegritoItálicoSublinhadoTachadoCitaçãoCódigoLista numeradaLista com marcadoresSubscritoSobrescritoDiminuir recuoAumentar recuoCor da fonteCor de fundoAlinhamentoLimparInserir linkImagemFórmula

Para escrever sua resposta aqui, entre ou crie uma conta.

User badge image

Outros materiais