A maior rede de estudos do Brasil

Quanto tempo de pena Paulo precisa cumprir para obter progressão de regime de pena?

Paulo foi preso em flagrante por tráfico de drogas no dia 27 de dezembro de 2006. No dia 09 de junho de 2007, foi condenado a 10 anos. Quanto tempo de pena Paulo precisará cumprir para obter progressão para o regime aberto?

Direito Penal II

UNIVILLE


4 resposta(s)

User badge image

Tatiane Nascimento

Há mais de um mês

Olá Carlos! Tudo bem?

É interessante lembrar que a Legislação Penal brasileira adota o sistema progressivo de penas materializado no art. 112 da LEP e 33, §2° do CP. Para que esta ocorra, é necessário a presença de dois requisitos:

  • Objetivo: cumprimento de parte da pena privativa de liberdade
  • Subjetivo: mérito do condenado.

O requisito objetivo dependerá da natureza do crime. Os crimes "comuns" deverão ter cumprido 1/6 da pena... Porém, os chamados crimes hediondos ou equiparados - que dentre eles, tráfico de drogas - se primário, 2/5 da pena; de reincidente, 3/5.

A sua pergunta é quando ele progredirá para o regime aberto. Vale ressaltar que a doutrina majoritária e jurisprudência vedam a chamada Progressão por Salto - Súmula 419 do STJ: "é inadmissível a chamda progressão per saltum de regime prisional". 

Suponhamos que ele não seja reincidente...

09 de junho de 2007 a 27 de dezembro de 2006 = 5 meses e 13 dias: este período será descontado (detração);

10:5=2. 2.2=4. Ou seja, 2/5 são 4 anos;

4 anos - 5 meses e 13 dias = 3 anos, 6 meses e 17 dias;

09 de junho de 2007 + 3 anos, 6 meses e 17 dias:

Para obter a progressão de regime para o semiaberto, caso haja também os requisitos subjetivos, será aprox. em 26/12/2010.

Após subtrair o tempo cumprido, restarão 7 anos, 6 meses e 17 dias. Agora é só calcular 2/5 deste tempo! E aí haverá o cumprimento do regime aberto...

 

NÃO TENHO CERTEZA de que meus cálculos estão certo, portanto...

Se alguém quiser contribuir e me corrigir... Hehe, fique à vontade!

Carlos, espero tê-lo ajudado! E, caso consiga a resposta certa, divulgue aqui para a gente!

Bons estudos. :)

Olá Carlos! Tudo bem?

É interessante lembrar que a Legislação Penal brasileira adota o sistema progressivo de penas materializado no art. 112 da LEP e 33, §2° do CP. Para que esta ocorra, é necessário a presença de dois requisitos:

  • Objetivo: cumprimento de parte da pena privativa de liberdade
  • Subjetivo: mérito do condenado.

O requisito objetivo dependerá da natureza do crime. Os crimes "comuns" deverão ter cumprido 1/6 da pena... Porém, os chamados crimes hediondos ou equiparados - que dentre eles, tráfico de drogas - se primário, 2/5 da pena; de reincidente, 3/5.

A sua pergunta é quando ele progredirá para o regime aberto. Vale ressaltar que a doutrina majoritária e jurisprudência vedam a chamada Progressão por Salto - Súmula 419 do STJ: "é inadmissível a chamda progressão per saltum de regime prisional". 

Suponhamos que ele não seja reincidente...

09 de junho de 2007 a 27 de dezembro de 2006 = 5 meses e 13 dias: este período será descontado (detração);

10:5=2. 2.2=4. Ou seja, 2/5 são 4 anos;

4 anos - 5 meses e 13 dias = 3 anos, 6 meses e 17 dias;

09 de junho de 2007 + 3 anos, 6 meses e 17 dias:

Para obter a progressão de regime para o semiaberto, caso haja também os requisitos subjetivos, será aprox. em 26/12/2010.

Após subtrair o tempo cumprido, restarão 7 anos, 6 meses e 17 dias. Agora é só calcular 2/5 deste tempo! E aí haverá o cumprimento do regime aberto...

 

NÃO TENHO CERTEZA de que meus cálculos estão certo, portanto...

Se alguém quiser contribuir e me corrigir... Hehe, fique à vontade!

Carlos, espero tê-lo ajudado! E, caso consiga a resposta certa, divulgue aqui para a gente!

Bons estudos. :)

User badge image

Carolina Barros

Há mais de um mês

Em regra para progredir de regime é necessario o cumprimento de um sexto da pena .. ai é so fazer as contas .. 

Espero ter ajudado ..

User badge image

Carlos Henrique Panhan

Há mais de um mês

Boa a resposta Tatiane, porém em se tratando de Direito Penal, temos que lidar com a irretroatividade da Lei, o que implica na observância da data dos fatos para saber qual dispositivo será aplicado.

Me aprofundando mais no assunto constatei que a Lei 8072/90 que trata dos crimes hediondos, em sua redação original, o §1º do inciso II do art. 2º, vedava a progressão de regime. A previsão de progressão de regime na lei de crimes hediondos apenas se deu em março de 2007, com a lei 11464/07, que alterou art. 2º da referida lei. Agora para se saber o período de pena a ser cumprido para conferir o direito de progressão de regime ao Paulo, há de se observar o entendimento do STF à época, bem como a súmula 471 do STJ ("Os condenados por crimes hediondos ou assemelhados cometidos antes da vigência da Lei n. 11.464/2007 sujeitam-se ao disposto no artigo 112 da Lei 7.210/1984 (Lei de Execução Penal) - LEP - para a progressão de regime prisional”).

Resumidamente, a partir de 2005, o STF mudou seu entendimento acerca da constitucionalidade do artigo em questão (art. 2º da lei 8072/90 - redação original), sobretudo após o julgamento do HC 82.959-7.

A questão é... mesmo a corte suprema considerando a progressão de regime para crimes hediondos, não havia um dispositivo a qual recorrer com o intuito de se estipular o período pena pelo qual o condenado tivesse que cumprir para fazer jus à progressão, por analogia (in bonan partem), aplicou-se o mesmo período do disposto no artigo 112 da LEP. Portanto, Paulo teria cumprir 1/6 da pena para obter a progressão de regime.

A questão, foi originalmente formulada, afim de que o questionado respondesse se Paulo (na época em que a questão foi formulada) faria jus ao benefício ou não. Se levassem em consideração 2/5, mesmo descontando a detração, Paulo não teria direito à progressão. Sendo então, a resposta correta, a afirmativa de que ja teria direito

Acho que ficaria assim:

10 anos = 120 meses

120:6 = 20 =  1 ano e 8 meses - detração = período a ser cumprido para obtenção do direito a progressão

 

DIANTE DISSO FICA EVIDENTE QUE, QUANDO ESTAMOS FALANDO DE MATÉRIA PENAL, É DE GRANDE IMPORTÂNCIA AFERIR A DATA DOS FATOS.

Agradeço pela resposta Tatiane!

:)

...e já que o ano ta acabando, nada de bons estudos! Mas sim... BOA FÉRIAS!!! =D

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes