A maior rede de estudos do Brasil

Relatorio de pratica (Padronização do HCl)

Alguem tem essa prática aí, de QUI200, Titulações, padronização do HCl?

Vlw


3 resposta(s)

User badge image

Neomara Mariani

Há mais de um mês

Preparação e Padronização do HCl 


2º Química 
Prof. Valdir – Análise Química Quantitativa 

Suzano, abril de 2013. 

1.0 OBJETIVO 
Preparar 100mL de uma solução aquosa de ácido cloridríco a 0,1mol/L a partir do ácido concentrado e padroniza-la com padrão primario carbonato de sódio usando indicador alaranjado de metila. 

2.0 INTRODUÇÃO 
A padronização da solução de ácido preparada é feita pela volumetria ácido-base, chamada acidimetria, usando-se uma técnica de laboratório chamada titulação, onde uma substância padrão-primário (substância não higroscópica, de alta pureza, que reage instântanea e completamente com o soluto da solução a ser padronizada) fica dissolvida em água no erlemmeyer com um indicador acido-base, enquanto que, na bureta, fica a solução ácida (solução-problema) cuja concentração real será determinada mediante a adição da mesma sobre o conteúdo do erlenmeyer, ate que uma gota em excesso faz a viragem do indicador, isto é, o indicador que é uma substância colorida, mua de cor à mudança de pH decorrente da pós- neutralização do padrão-primário. 

3.0 PROCESSOS EXPERIMENTAL 
3.1 Equipamentos Utilizados: 
Balança Analítica 
Suporte Universal 
Balão Volumétrico 
Bastão de Vidro 
Béquer 
Bureta 
Erlenmeyer 
Proveta 

3.2 Reagentes Utilizados: 
Água destilada 
Ácido Cloridrico 
Carbonato de Sódio 
Bicarbonato de Sódio 
Alaranjado de Metila 
3.3 Procedimento 
Preparo da solução de HCl 
Primeiramente realizou-se os cálculos para preparar uma solução de HCl com concentração de 0,1Molar, considerando tambem o P.A de 37% presente no ácido clorídrico utilizado de acordo com o informado no rótulo do mesmo, considerou-se tambem a densidade do produto. 
Após efetuar os cálculos, levou-se até a capela o vidro contendo o ácido clorídrico, adicionou-se uma pequena quantidade de água ao balão volumétrico utilizando a pisseta, logo após, pipetou-se a quantidade desejada de ácido e despejou-se no balão, depois completou-se com água destilada até o menisco do balão, fechou-se o mesmo e foi feita a homogenização. 
Padronização da solução de Na2CO3 
Pesamos o Carbonato de Sódio em um béquer de 100 mL na balança, deixando seu peso entre 0,1100 g e 0,1300 g e em seguida anotamos na ficha de controle de laboratório; adicionamos aproximadamente uns 15 mL de água destilada e agitamos até a completar a dissolução, feito isso, transferimos a solução titulante para um erlenmeyer de 250 mL, lavando o béquer três vezes com água destilada, após transferirmos a solução gotejamos quatro gotas de alaranjado de metila. A solução apresentou a cor laranja. 
Titulação 
Para realizarmos a titulação, lavou-se a bureta a ser utilizada, verificou-se a sua vazão e logo após ambientalizou-se a bureta com o ácido cloridríco, montou-se a parelhagem fixando a garra no suporte universal, adicionou-se o ácido a bureta ate completar seu traço, fixou-se a garra, e colou-se o erlenmeyer em baixo. A titulação foi feita até a viragem, anotou-se o volume usado para a padronização. 
Logo após fez-se os cálculos da molaridade real das soluções e calculou-se também o fator de correção. 
(Todos os procedimentos foram repetidos por cada integrante do grupo) 

4.0 TRATAMENTO DE DADOS 

Calculo da massa de HCl necessária para preparar o ácido a 0,1M 
M x V = mM → 0,1 = m36,5 X 0,1 → m = 0,365g 

Calculo da molaridade real: 
Mr= 2 x mV gasto x M 

1º Mr = 2 x 0,11040,0208 x 106 → 0,22082,2048 → Mr = 0,1001 
Fc= 1,001 

2º Mr = 2 x 0,11270,0210 x 106 → 0,22542,268 → Mr = 0,0994 
Fc= 0,994 

3º Mr = 2 x 0,11510,0215 x 106 → 0,23022,279 → Mr = 0,1010 
Fc=1,010 

4º Mr = 2 x 0,12230,0225 x 106 → 0,24462,385 → Mr = 0,1026 
Fc= 1,026 

5.0 RESULTADOS E DISCUSSÕES 
Os resultados obtidos foram satisfatórios, já que o fato de correção deveria ser o mais proximo de 1,000. Todas as amostras não possuiram uma variante muito grande. Essa variante pode ter ocorrido pela quantidade a mais de soluto ou de solvente, outra explicação razoável para esse resultado pode ser a concentração do ácido clorídrico estava abaixo de 37%. 
6.0 CONCLUSÃO 
De acordo com os resultados obtidos conclui-se a importância da padronização de soluções, para verificar a concentração da mesma, pois podem apresenar variações, o que pode alterar resultados de experimentos realizados com a mesma. 

Preparação e Padronização do HCl 


2º Química 
Prof. Valdir – Análise Química Quantitativa 

Suzano, abril de 2013. 

1.0 OBJETIVO 
Preparar 100mL de uma solução aquosa de ácido cloridríco a 0,1mol/L a partir do ácido concentrado e padroniza-la com padrão primario carbonato de sódio usando indicador alaranjado de metila. 

2.0 INTRODUÇÃO 
A padronização da solução de ácido preparada é feita pela volumetria ácido-base, chamada acidimetria, usando-se uma técnica de laboratório chamada titulação, onde uma substância padrão-primário (substância não higroscópica, de alta pureza, que reage instântanea e completamente com o soluto da solução a ser padronizada) fica dissolvida em água no erlemmeyer com um indicador acido-base, enquanto que, na bureta, fica a solução ácida (solução-problema) cuja concentração real será determinada mediante a adição da mesma sobre o conteúdo do erlenmeyer, ate que uma gota em excesso faz a viragem do indicador, isto é, o indicador que é uma substância colorida, mua de cor à mudança de pH decorrente da pós- neutralização do padrão-primário. 

3.0 PROCESSOS EXPERIMENTAL 
3.1 Equipamentos Utilizados: 
Balança Analítica 
Suporte Universal 
Balão Volumétrico 
Bastão de Vidro 
Béquer 
Bureta 
Erlenmeyer 
Proveta 

3.2 Reagentes Utilizados: 
Água destilada 
Ácido Cloridrico 
Carbonato de Sódio 
Bicarbonato de Sódio 
Alaranjado de Metila 
3.3 Procedimento 
Preparo da solução de HCl 
Primeiramente realizou-se os cálculos para preparar uma solução de HCl com concentração de 0,1Molar, considerando tambem o P.A de 37% presente no ácido clorídrico utilizado de acordo com o informado no rótulo do mesmo, considerou-se tambem a densidade do produto. 
Após efetuar os cálculos, levou-se até a capela o vidro contendo o ácido clorídrico, adicionou-se uma pequena quantidade de água ao balão volumétrico utilizando a pisseta, logo após, pipetou-se a quantidade desejada de ácido e despejou-se no balão, depois completou-se com água destilada até o menisco do balão, fechou-se o mesmo e foi feita a homogenização. 
Padronização da solução de Na2CO3 
Pesamos o Carbonato de Sódio em um béquer de 100 mL na balança, deixando seu peso entre 0,1100 g e 0,1300 g e em seguida anotamos na ficha de controle de laboratório; adicionamos aproximadamente uns 15 mL de água destilada e agitamos até a completar a dissolução, feito isso, transferimos a solução titulante para um erlenmeyer de 250 mL, lavando o béquer três vezes com água destilada, após transferirmos a solução gotejamos quatro gotas de alaranjado de metila. A solução apresentou a cor laranja. 
Titulação 
Para realizarmos a titulação, lavou-se a bureta a ser utilizada, verificou-se a sua vazão e logo após ambientalizou-se a bureta com o ácido cloridríco, montou-se a parelhagem fixando a garra no suporte universal, adicionou-se o ácido a bureta ate completar seu traço, fixou-se a garra, e colou-se o erlenmeyer em baixo. A titulação foi feita até a viragem, anotou-se o volume usado para a padronização. 
Logo após fez-se os cálculos da molaridade real das soluções e calculou-se também o fator de correção. 
(Todos os procedimentos foram repetidos por cada integrante do grupo) 

4.0 TRATAMENTO DE DADOS 

Calculo da massa de HCl necessária para preparar o ácido a 0,1M 
M x V = mM → 0,1 = m36,5 X 0,1 → m = 0,365g 

Calculo da molaridade real: 
Mr= 2 x mV gasto x M 

1º Mr = 2 x 0,11040,0208 x 106 → 0,22082,2048 → Mr = 0,1001 
Fc= 1,001 

2º Mr = 2 x 0,11270,0210 x 106 → 0,22542,268 → Mr = 0,0994 
Fc= 0,994 

3º Mr = 2 x 0,11510,0215 x 106 → 0,23022,279 → Mr = 0,1010 
Fc=1,010 

4º Mr = 2 x 0,12230,0225 x 106 → 0,24462,385 → Mr = 0,1026 
Fc= 1,026 

5.0 RESULTADOS E DISCUSSÕES 
Os resultados obtidos foram satisfatórios, já que o fato de correção deveria ser o mais proximo de 1,000. Todas as amostras não possuiram uma variante muito grande. Essa variante pode ter ocorrido pela quantidade a mais de soluto ou de solvente, outra explicação razoável para esse resultado pode ser a concentração do ácido clorídrico estava abaixo de 37%. 
6.0 CONCLUSÃO 
De acordo com os resultados obtidos conclui-se a importância da padronização de soluções, para verificar a concentração da mesma, pois podem apresenar variações, o que pode alterar resultados de experimentos realizados com a mesma. 

User badge image

Patrícia Luz

Há mais de um mês

Solução 1 à Preparo da Solução de HCl 0,1mol/L:

 

Materiais utilizados:

  • Balão Volumétrico 250ml;
  • Pipeta Graduada 2ml;
  • Pipeta Graduada 1ml;
  • Pipetador manual;
  • Água destilada;
  • Ácido Clorídrico; ]
  • Frasco grande;

 

Procedimento experimental:                                                                       

            Pegamos um balão volumétrico de 250ml para preparar tal solução seguindo os seguintes passos:

 

1º Passo: Calculo do volume de HCl necessário para preparar a solução:

 

Molaridade = 0,1

Massa = ? 0,9125

Massa Molar = 36,5 g/mol

Volume = 250ml = 0,25L

Densidade = 1,19g/mol Dado oferecido pelo professor.

 

Molaridade = massa

       Massa molar x Volume                                                                                     

 

0,1 = massa / 36,5 x 0,250

Massa = 0,9125g

d = m/v

1,19 = 0,9125 / V

V = 1,08ml

 

1,08ml = 37% “dado oferecido pelo professor”

? = 100%

37? = 108

 

? = 2,9189ml

 

2º Passo: Preparo da solução após o calculo, com o resultado de 2,9189ml em mãos:

            2,9789ml de ácido clorídrico é o volume necessário para o preparo da solução, portanto chegando a tal resultado, com uma pipeta, e dentro da capela com os óculos de proteção e as luvas devidamente colocadas nas mãos, pipetamos 2,1ml de HCl em duas etapas: a primeira com a pipeta de 2ml e a segunda com a pipeta de 1ml. Pipetamos o conteúdo necessário. Transferimos o conteúdo para o interior de um balão volumétrico de 250ml no qual já continha aproximadamente 150ml de água destilada. Completamos o balão volumétrico com água destilada até o menisco. Fechamos o balão volumétrico e homogenizamos a solução. Transferimos o conteúdo do balão volumétrico para um frasco devidamente rotulado HCl.

 

 

Solução 2 à preparo da solução NaOH 0,1mol/L:

 

Materiais utilizados:

  • Balão volumétrico de 250ml;
  • Béquer de 100ml;
  • Água destilada;
  • Bastão de Vidro;
  • Balança;
  • Balão volumétrico de 250ml
  • Espátula;
  • Hidróxido de sódio;
  • Frasco Grande.
User badge image

Patrícia Luz

Há mais de um mês

 

Padronização de soluções de NaOH 0,1 mol.L-1 e HCl 0,1 mol.L-1

 

Padronização de uma solução de NaOH

 

- Carregar uma bureta de 50 mL com a solução de NaOH 0,1 mol L-1 preparada na aula anterior.

- Pesar _____ g de biftalato de potássio e transferir para um erlenmeyer.

- Dissolver o sólido em 50 mL de água (esse volume de água tem que ser exato?) e adicionar 5 a 7 gotas de solução de fenolftaleína.

- Titular com adição lenta da solução de hidróxido de sódio até o ponto de viragem do indicador.

- Anotar o volume gasto.

- Fazer a determinação em triplicata.

- Calcular a concentração da solução de NaOH.

Reação entre o biftalato de potássio e o hidróxido de sódio

 

HOOCC6H4COOK(aq) +  NaOH(aq) → NaOOCC6H4COOK(aq) + H2O(liq)

 

Padronização de uma solução de HCl

 

- Carregar uma bureta de 50 mL com a solução de NaOH 0,1 mol L-1 padronizada na etapa anterior.

- Transferir, 10 mL de HCl com exatidão (pipeta volumétrica) para um erlenmeyer de 250 mL e adicionar de 5 a 7 gotas de indicador fenolftaleína.

- Titular com adição lenta da solução de hidróxido de sódio até o ponto de viragem do indicador.

- Anotar o volume gasto.

- Fazer a determinação em triplicata.

- Calcular a concentração da solução de HCl.

Reação entre o ácido clorídrico e o hidróxido de sódio

 

HCl(aq) +  NaOH(aq) → NaCl(aq) + H2O(liq)

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes