A maior rede de estudos do Brasil

Sobre a visão em relação à criança na Idade média, indique a afirmação correta.

A) ​As crianças não são ingênuas por isso devem receber uma formação religiosa.​

B) ​As crianças eram vistas como vivendo em um período de racionalidade pagã, em virtude da influência da cultura greco-latina.​

C) ​As crianças eram vistas como vivendo em um período de irracionalidade, sendo os pequenos, até mesmo, considerados irracionais e malvados.​

D) ​As crianças não são naturalmente pagãs, irracionais e malvadas, por isso devem receber uma formação religiosa.​

E) ​As crianças eram vistas como vivendo em um período de irracionalidade, sendo considerados seres em formação e por isso todas as crianças deveriam receber suas primeiras formações dentro dos mosteiros.​

 


2 resposta(s)

User badge image

Marcos

Há mais de um mês

Pelo conhecimento que tenho história e sobre a idade medieval, acredito que seja a C. 

Pelo conhecimento que tenho história e sobre a idade medieval, acredito que seja a C. 

User badge image

Flavio

Há mais de um mês

De acordo com minhas leituras em várias fontes, a resposta correta seria a letra E). "​As crianças eram vistas como vivendo em um período de irracionalidade, sendo considerados seres em formação e por isso todas as crianças deveriam receber suas primeiras formações dentro dos mosteiros".

________________________________________________________________________

Os séculos XVI e XVII, como bem demonstra Philippe Ariès (1978), famoso historiador francês, esboçam uma concepção de infância centrada na inocência e na fragilidade infantil.​

________________________________________________________________________

Heywood (2004) mostra, no seu trabalho, que havia uma infância presente na Idade Média, mesmo que a sociedade não tivesse tempo para a criança. Ao mesmo tempo apresenta a tese de que a Igreja já se preocupava com a educação de crianças, colocadas ao serviço do monastério. Já no século XII, assegura o estudioso, é possível encontramos indícios de um investimento social e psicológico nas crianças. Nos séculos XVI e XVII já existia “uma consciência de que as percepções de uma criança eram diferentes das dos adultos” (p. 36-7).

Fonte: FROTA, A. M. M. C. Diferentes concepções da infância e adolescência: a importância da historicidade para sua construção. Revista Psicologia, v. 7, nº1. 2007. Discponível em: <http://www.revispsi.uerj.br/v7n1/artigos/html/v7n1a13.htm> Acessado em: 30 de mar. de 2014.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes