A maior rede de estudos do Brasil

Dê exemplos de fontes formais do Direito Internacional.

direito internacional


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

DLRV Advogados Verified user icon

Há mais de um mês

Conforme art. 38 do Estatuto da Corte Internacional de Justiça (CIJ), de 1920, são fontes formais do Direito Internacional:

  • as convenções internacionais;
  • os costumes internacionais; e
  • os princípios gerais do Direito.

A doutrina e a jurisprudência são meios auxiliares, não constituindo fontes em sentido técnico.

A doutrina moderna, no entanto, traz outras fontes:

  • Analogia;
  • Equidade;
  • Atos Unilaterais dos Estados;
  • Decisões das organizações internacionais;
  • Jus cogens;
  • "Soft Law".

 

Conforme art. 38 do Estatuto da Corte Internacional de Justiça (CIJ), de 1920, são fontes formais do Direito Internacional:

  • as convenções internacionais;
  • os costumes internacionais; e
  • os princípios gerais do Direito.

A doutrina e a jurisprudência são meios auxiliares, não constituindo fontes em sentido técnico.

A doutrina moderna, no entanto, traz outras fontes:

  • Analogia;
  • Equidade;
  • Atos Unilaterais dos Estados;
  • Decisões das organizações internacionais;
  • Jus cogens;
  • "Soft Law".

 

User badge image

Cibelly

Há mais de um mês

As fontes formais do direito internacional público podem ser primárias ou secundárias:

 

Primárias: Tratados; Costumes; e, Princípios Gerais do Direito.


Secundárias: Jurisprudência; Doutrina.


O art. 38 é meramente exemplificativo, podendo existir outras fontes que não elencadas em seu texto. Não existe hierarquia entre as fontes, tanto os Tratados podem revogar os Costumes quanto os Costumes podem revogar os tratados (EXCETO PARA NORMAS DE JUS COGENS).

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas