A maior rede de estudos do Brasil

classifique os ossos segundo seus tipos e de um exemplo de cada ?

Anatomia Humana I

Biológicas / Saúde


8 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

O esqueleto humano é formado de peças articuladas entre si, os ossos, de diferentes aspectos e dimensões, mas feitos essencialmente de um tecido branco, sólido e resistente, o tecido ósseo.

Ossos são órgãos esbranquiçados, muito duros, que unindos-se aos outros, por intermédio das junturas ou articulações constituem o Esqueleto. É uma forma especializada de tecido conjuntivo cuja a principal característica é a mineralização (cálcio) de sua matriz óssea (fibras colágenas e proteoglicanas).

O osso é um tecido vivo, complexo e dinâmico. Uma forma sólida de tecido conjuntivo, altamente especializado que forma a maior parte do esqueleto e é o principal tecido de apoio do corpo. O tecido ósseo participa de um contínuo processo de remodelamento dinâmico, produzindo osso novo e degradando osso velho.

O osso é formado por vários tecidos diferentes: tecido ósseo, cartilaginoso, conjuntivo denso, epitelial, adiposo, nervoso e vários tecidos formadores de sangue.

Quanto a irrigação do osso, temos os canais de Volkman e os canais de Havers. O tecido ósseo não apresenta vasos linfáticos, apenas o tecido periósteo tem drenagem linfática.  

O esqueleto humano é formado de peças articuladas entre si, os ossos, de diferentes aspectos e dimensões, mas feitos essencialmente de um tecido branco, sólido e resistente, o tecido ósseo.

Ossos são órgãos esbranquiçados, muito duros, que unindos-se aos outros, por intermédio das junturas ou articulações constituem o Esqueleto. É uma forma especializada de tecido conjuntivo cuja a principal característica é a mineralização (cálcio) de sua matriz óssea (fibras colágenas e proteoglicanas).

O osso é um tecido vivo, complexo e dinâmico. Uma forma sólida de tecido conjuntivo, altamente especializado que forma a maior parte do esqueleto e é o principal tecido de apoio do corpo. O tecido ósseo participa de um contínuo processo de remodelamento dinâmico, produzindo osso novo e degradando osso velho.

O osso é formado por vários tecidos diferentes: tecido ósseo, cartilaginoso, conjuntivo denso, epitelial, adiposo, nervoso e vários tecidos formadores de sangue.

Quanto a irrigação do osso, temos os canais de Volkman e os canais de Havers. O tecido ósseo não apresenta vasos linfáticos, apenas o tecido periósteo tem drenagem linfática.  

User badge image

Larissa

Há mais de um mês

Ossos longos: 

  • Comprimento maior que a largura e espessura;
  • Apresenta duas extremidades denominadas epífises e um corpo, a diáfise;
  • Entre a epífise e a diáfise = matáfise (cartilagem hialina com ossificação incompleta);
  • Possui no seu interior uma cavidade, o canal medular, que aloja a medula óssea;
  • Ex: ossos do esqueleto apendicular.

Ossos curtos:

  • Apresenta quivalência nas três dimensões;
  • Ex: ossos do carpo e do tarso.

Ossos laminares ou planos:

  • Comprimento e largura equivalentes, maiores que a expessura;
  • Ex: ossos do crânio, escápula e ossos do quadril.

Ossos irregulares

  • Morfologia complexa que não encontra correspondência em formas geométricas conhecidas;
  • Ex: vértebras, maxilar e osso temporal.

Ossos pneumáticos:

  • Apresentam uma ou mais cavidades, de volume variável, revestidas de mucosa e contendo ar;
  • Estas cavidades recebem o nome de sinus ou seios;
  • Ex: frontal, maxilar, temporal, etmóide e esfenóide. 

Ossos sesamóides:

  • Desenvolvidos em tendões ou na cápsula fibrosa de articulações;
  • Protegem o tendão de gasto excessivo;
  • Vantagem mecânica para a articulação;
  • Ex: patela. 
User badge image

Pedro

Há mais de um mês

Oi, Mariana Dias.

 

Cara acadêmica, para melhor caracterizar os ossos e facilitar seu agrupamento e identificação, eles podem ser classificados de acordo com sua forma. Vejamos, então, a partir de agora o sistema esquelético sob esse aspecto. Os ossos podem ser:

a) Longos: em que o comprimento é maior que a largura e a espessura. Esses ossos possuem o canal medular e duas partes principais: as epífises (extremidades) e as diáfises (parte central do osso). Exemplo: fêmur.

b) Curtos: em que o comprimento a espessura e a largura se equivalem. Exemplo: ossos do tarso.

c) Laminares ou planos: ossos em que o comprimento e a largura predominam sobre a espessura. São ossos finos. Exemplo: parietal

d) Alongados: são longos, porém achatados, sem canal medular. Exemplo: costela.

e) Pneumáticos: ossos que possuem cavidades com ar, revestidas com mucosa (seios). Seu volume é grande, quando comparado com seu peso. Exemplo: esfenoide

f) Irregulares: são aqueles cuja caracterização é bem específica. Exemplo: vértebras.

Atenciosamente, 

Pedro Henrique S. de Santana

Administrador do Blog Licenciaturas em Foco (http://phbio1.wixsite.com/licenciaturasemfoco)

Professor na região metropolitana de Salvador.

Licenciado em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci-UNIASSELVI.

Licenciado em Artes pela Faculdade Regional de Filosofia, Ciências e Letras de Candeias-FAC.

Acadêmico de Licenciatura em Geografia pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci-UNIASSELVI.

Acadêmico de Educação Física-Licenciatura pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci-UNIASSELVI.

Acadêmico de Licenciatura em Letras-Português pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci-UNIASSELVI.

Acadêmico de Licenciatura em Letras-Espanhol pela Universidade Estácio de Sá-UNESA.

User badge image

Simone

Há mais de um mês

vá no meu perfil, enviei um material que responde isso. Sao minhas anotações.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas