A maior rede de estudos do Brasil

Como montar gráfico de granulometria?


1 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Os solos contém partículas de diferentes tamanhos, onde certos intervalos recebem nomes específicos como argila, silte e areia. Esse tamanho é definido a partir do diâmetro das partículas, considerando elas como se fossem esferas.

Há várias formas de classificar os intervalos dos tamanhos, dependendo do pesquisador. Apresentaremos aqui a escala de Wentworth:

Argila (menores que 0,004 mm – ou 1/256 mm);
Silte (maior que 0,004 e menor que 0,0625 mm – ou 1/16 mm);
Areia muito fina (maior que 0,0625 mm e menor que 0,125 mm – ou 1/8 mm);
Areia fina (maior que 0,125 mm e menor que 0,25 mm – ou 1/4 mm);
Areia média (maior que 0,25 e menor que 0,5 mm –  ou 1/2 mm);
Areia grossa (maior que 0,5 mm e menor que 1 mm);
Areia muito grossa (maior que 1 mm e menor que 2 mm);
Grânulos (maior que 2 mm e menor que 4 mm);
Seixo (maior que 4 mm e menor que 64 mm);
Bloco (maior que 64 mm e menor que 256 mm);
Matacão (maior que 256 mm).

A distribuição de diferentes partículas e sua medição é definida como Granulometria. Normalmente ela é representada pela porcentagem da massa de solo (ou sedimento) em cada um dos intervalos.

Para materiais mais grosseiros, é possível determinar a distribuição por meio de peneiras. Cada peneira tem uma abertura de tamanho diferente, retendo as partículas que são maiores que este intervalo – E deixando passar aquelas que são menores (que consequentemente, vão para outra peneira, com abertura ainda menor).

A partir desses gráficos, podemos interpretar rapidamente a distribuição de partículas no solo ensaiado.

Diferentes tipos de curvas granulométricas.

 

Os solos contém partículas de diferentes tamanhos, onde certos intervalos recebem nomes específicos como argila, silte e areia. Esse tamanho é definido a partir do diâmetro das partículas, considerando elas como se fossem esferas.

Há várias formas de classificar os intervalos dos tamanhos, dependendo do pesquisador. Apresentaremos aqui a escala de Wentworth:

Argila (menores que 0,004 mm – ou 1/256 mm);
Silte (maior que 0,004 e menor que 0,0625 mm – ou 1/16 mm);
Areia muito fina (maior que 0,0625 mm e menor que 0,125 mm – ou 1/8 mm);
Areia fina (maior que 0,125 mm e menor que 0,25 mm – ou 1/4 mm);
Areia média (maior que 0,25 e menor que 0,5 mm –  ou 1/2 mm);
Areia grossa (maior que 0,5 mm e menor que 1 mm);
Areia muito grossa (maior que 1 mm e menor que 2 mm);
Grânulos (maior que 2 mm e menor que 4 mm);
Seixo (maior que 4 mm e menor que 64 mm);
Bloco (maior que 64 mm e menor que 256 mm);
Matacão (maior que 256 mm).

A distribuição de diferentes partículas e sua medição é definida como Granulometria. Normalmente ela é representada pela porcentagem da massa de solo (ou sedimento) em cada um dos intervalos.

Para materiais mais grosseiros, é possível determinar a distribuição por meio de peneiras. Cada peneira tem uma abertura de tamanho diferente, retendo as partículas que são maiores que este intervalo – E deixando passar aquelas que são menores (que consequentemente, vão para outra peneira, com abertura ainda menor).

A partir desses gráficos, podemos interpretar rapidamente a distribuição de partículas no solo ensaiado.

Diferentes tipos de curvas granulométricas.

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas