A maior rede de estudos do Brasil

Qual hipóstese Chomsky apresenta como uma solução para a questão da universidade da linguagem?


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Linguística.


A teoria da linguagem de Chomsky, chamada também de Teoria Transformacional, estabelece os três pilares teóricos da nova ciência da linguagem: o mentalismo, a combinatorialidade e a aquisição.

O Mentalismo tem um compromisso explícito com a existência de estruturas mentais formais e abstratas subjacentes ao conhecimento linguístico. A Combinatorialidade são as sentenças de uma língua não são enunciadas aleatoriamente, tampouco seguem princípios de sistema de cadeias de palavras, conhecidos como modelos de estados finitos ou modelos de Markov. Por fim, a Aquisição nos apresenta o problema afirmando que as regras funcionais de uma língua são abstrações formais e não conscientes. Não for assim, como explicar o fato de que as crianças conseguem adquiri-las em tão pouco tempo, tendo em vista que os pais e colegas não dispõem de meios para verbalizá-las? E, mesmo que conseguissem, não seriam compreendidas, visto que a língua ainda não foi adquirida. A teoria postula a existência de uma Gramática Universal (doravante GU), a qual possibilita a aquisição da língua nativa.


Portanto, a teoria de Chomsky possui três pilares: Mentalismo, combinatorialidade e aquisição. Os três juntos apresentam a hipótese de Chomsky sobre a universalidade da linguagem, sendo cada pilar possuindo um compromisso ou acrescentando algo para esta teoria tão importante.

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Linguística.


A teoria da linguagem de Chomsky, chamada também de Teoria Transformacional, estabelece os três pilares teóricos da nova ciência da linguagem: o mentalismo, a combinatorialidade e a aquisição.

O Mentalismo tem um compromisso explícito com a existência de estruturas mentais formais e abstratas subjacentes ao conhecimento linguístico. A Combinatorialidade são as sentenças de uma língua não são enunciadas aleatoriamente, tampouco seguem princípios de sistema de cadeias de palavras, conhecidos como modelos de estados finitos ou modelos de Markov. Por fim, a Aquisição nos apresenta o problema afirmando que as regras funcionais de uma língua são abstrações formais e não conscientes. Não for assim, como explicar o fato de que as crianças conseguem adquiri-las em tão pouco tempo, tendo em vista que os pais e colegas não dispõem de meios para verbalizá-las? E, mesmo que conseguissem, não seriam compreendidas, visto que a língua ainda não foi adquirida. A teoria postula a existência de uma Gramática Universal (doravante GU), a qual possibilita a aquisição da língua nativa.


Portanto, a teoria de Chomsky possui três pilares: Mentalismo, combinatorialidade e aquisição. Os três juntos apresentam a hipótese de Chomsky sobre a universalidade da linguagem, sendo cada pilar possuindo um compromisso ou acrescentando algo para esta teoria tão importante.

User badge image

Gisleane

Há mais de um mês

Chomsky defende que a capacidade da linguagem é algo intrínseco à figura humana, ou seja, uma capacidade inerente e, portanto, biológica. Tal argumento remete à Gramatica Universal.

User badge image

Andre

Há mais de um mês

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Linguística.


A teoria da linguagem de Chomsky, chamada também de Teoria Transformacional, estabelece os três pilares teóricos da nova ciência da linguagem: o mentalismo, a combinatorialidade e a aquisição.

O Mentalismo tem um compromisso explícito com a existência de estruturas mentais formais e abstratas subjacentes ao conhecimento linguístico. A Combinatorialidade são as sentenças de uma língua não são enunciadas aleatoriamente, tampouco seguem princípios de sistema de cadeias de palavras, conhecidos como modelos de estados finitos ou modelos de Markov. Por fim, a Aquisição nos apresenta o problema afirmando que as regras funcionais de uma língua são abstrações formais e não conscientes. Não for assim, como explicar o fato de que as crianças conseguem adquiri-las em tão pouco tempo, tendo em vista que os pais e colegas não dispõem de meios para verbalizá-las? E, mesmo que conseguissem, não seriam compreendidas, visto que a língua ainda não foi adquirida. A teoria postula a existência de uma Gramática Universal (doravante GU), a qual possibilita a aquisição da língua nativa.


Portanto, a teoria de Chomsky possui três pilares: Mentalismo, combinatorialidade e aquisição. Os três juntos apresentam a hipótese de Chomsky sobre a universalidade da linguagem, sendo cada pilar possuindo um compromisso ou acrescentando algo para esta teoria tão importante.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas