A maior rede de estudos do Brasil

qual a importância da brincadeira para Brougère?

Pedagogia

UFMS


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Neste exercício, serão aplicados os conhecimentos sobre pedagogia para explicar a importância da brincadeira para Brougère.


A brincadeira, segundo Brougère (2001), supõe contexto social e cultural, sendo um processo de relações interindividuais, de cultura. Diante do ato de brincar, a criança explora o mundo e suas possibilidades, e se insere nele de maneira espontânea e divertida. Isso faz com que ela desenvolva suas capacidades cognitivas, motoras e afetivas.

O contexto social é importante para o brincar infantil. De acordo com Brougère (2002), o brincar não pode ser separado das influências do mundo, pois não é uma atividade interna do indivíduo, mas é dotado de significação social.

Ou seja, a criança é um ser social e aprende a brincar. A brincadeira pressupõe uma aprendizagem social. “A criança não brinca numa ilha deserta. Ela brinca com as substâncias materiais e imateriais que lhe são propostas, ela brinca com o que tem na mão e com o que tem na cabeça” (BROUGÈRE, 2001, p.105).


Resumindo, segundo Brougère, a brincadeira permite que a criança tenha o primeiro contato com o mundo de forma natural e lúdica.

Neste exercício, serão aplicados os conhecimentos sobre pedagogia para explicar a importância da brincadeira para Brougère.


A brincadeira, segundo Brougère (2001), supõe contexto social e cultural, sendo um processo de relações interindividuais, de cultura. Diante do ato de brincar, a criança explora o mundo e suas possibilidades, e se insere nele de maneira espontânea e divertida. Isso faz com que ela desenvolva suas capacidades cognitivas, motoras e afetivas.

O contexto social é importante para o brincar infantil. De acordo com Brougère (2002), o brincar não pode ser separado das influências do mundo, pois não é uma atividade interna do indivíduo, mas é dotado de significação social.

Ou seja, a criança é um ser social e aprende a brincar. A brincadeira pressupõe uma aprendizagem social. “A criança não brinca numa ilha deserta. Ela brinca com as substâncias materiais e imateriais que lhe são propostas, ela brinca com o que tem na mão e com o que tem na cabeça” (BROUGÈRE, 2001, p.105).


Resumindo, segundo Brougère, a brincadeira permite que a criança tenha o primeiro contato com o mundo de forma natural e lúdica.

User badge image

Gisele Lopes Rabelo

Há mais de um mês

Brougère deixa de lado os paradigmas psicológicos relativos ao brinquedo e buscar entendê-lo como produto de uma cultura com traços próprios. Seu uso pelas crianças representa mais do que uma influência negativa ou positiva. Ele introduz os pequenos nas formas, imagens de si mesmos e da sociedade na qual vivem de uma maneira histórica e cultural particular. 
User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Neste exercício, serão aplicados os conhecimentos sobre pedagogia para explicar a importância da brincadeira para Brougère.


A brincadeira, segundo Brougère (2001), supõe contexto social e cultural, sendo um processo de relações interindividuais, de cultura. Diante do ato de brincar, a criança explora o mundo e suas possibilidades, e se insere nele de maneira espontânea e divertida. Isso faz com que ela desenvolva suas capacidades cognitivas, motoras e afetivas.

O contexto social é importante para o brincar infantil. De acordo com Brougère (2002), o brincar não pode ser separado das influências do mundo, pois não é uma atividade interna do indivíduo, mas é dotado de significação social.

Ou seja, a criança é um ser social e aprende a brincar. A brincadeira pressupõe uma aprendizagem social. “A criança não brinca numa ilha deserta. Ela brinca com as substâncias materiais e imateriais que lhe são propostas, ela brinca com o que tem na mão e com o que tem na cabeça” (BROUGÈRE, 2001, p.105).


Resumindo, segundo Brougère, a brincadeira permite que a criança tenha o primeiro contato com o mundo de forma natural e lúdica.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Neste exercício, serão aplicados os conhecimentos sobre pedagogia para explicar a importância da brincadeira para Brougère.


A brincadeira, segundo Brougère (2001), supõe contexto social e cultural, sendo um processo de relações interindividuais, de cultura. Diante do ato de brincar, a criança explora o mundo e suas possibilidades, e se insere nele de maneira espontânea e divertida. Isso faz com que ela desenvolva suas capacidades cognitivas, motoras e afetivas.

O contexto social é importante para o brincar infantil. De acordo com Brougère (2002), o brincar não pode ser separado das influências do mundo, pois não é uma atividade interna do indivíduo, mas é dotado de significação social.

Ou seja, a criança é um ser social e aprende a brincar. A brincadeira pressupõe uma aprendizagem social. “A criança não brinca numa ilha deserta. Ela brinca com as substâncias materiais e imateriais que lhe são propostas, ela brinca com o que tem na mão e com o que tem na cabeça” (BROUGÈRE, 2001, p.105).


Resumindo, segundo Brougère, a brincadeira permite que a criança tenha o primeiro contato com o mundo de forma natural e lúdica.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas