A maior rede de estudos do Brasil

quais são as classificaçoes dos contratos ?


1 resposta(s)

User badge image

Gabriel

Há mais de um mês

1.Quanto ao numero de declarantes: 

unilateral: apenas uma das partes terá obrigações (exemplos: doação pura, testamento). a unilateralidade pode ser tanto receptícia (é necessario dar ciência a outra parte- doação de imovel) quanto não recepticia (não é necessario dar ciência a outra parte).

bilateral: aqui é gerada obrigações para ambas as partes e deve haver vontade qualificada, produzindo assim multiplos efeitos e novas situações. O exemplo mais simples e cotidiano é a compra e venda. 

plurilateral: quando ha mais de duas manifestações de vontade, como é o caso das sociedades.

2. Quanto a vantagem econômica: 

gratuito: só uma das partes obtém vantagem. Exemplo: doação, testamento.

oneroso: quando há contraprestação. Exemplos: compra e venda.

neutro: quando não é nem gratuito nem oneroso. Exemplos: instituição do bem de familia (Lei nº 8.009/ 90 e art. 1711 do CC), doação com claúsula de inalienabilidade, testamento com clausula de incomunicanilidade. 

bifronte: pode ser gratuito como tambem pode ser oneroso. Exemplo: um individuo precisa deixar o automovel na garagem de outra pessoa. Este que estará emprestando a garagem poderá cobrar ou não pelo emprestimo do espaço. 

3. Quanto a produção dos efeitos: 

inter vivos: os efeitos acontecem com ambas as partes vivas. Exemplo: seguro de vida, plano funerario.

mortis causas: os efeitos são produzidos a partir da morte de uma das partes. Ex: testamento.

4. Quanto ao modo de existência: 

principal: contrato.

acessória: claúsulas.

5. Quanto  a formalidade a se observar: 

solene/ formal: escritura pública de compra e venda; casamento; renúncia de herança.

não solene/ informal: doações simples, compra e venda de automovel. 

6. Quanto ao número de atos para realização do negócio jurídico:

simples: o negocio e efetuado com apenas um ato. Ex: compra à vista. 

complexo: o negocio só se efetua a partir de varios atos. Ex: consórcio, financiamento. 

coligados: quando a multiplos negócios jurídicos coligados, ou seja, varios contratos ligados a um contrato principal. Ex: lojas de um shopping. 

 

  

1.Quanto ao numero de declarantes: 

unilateral: apenas uma das partes terá obrigações (exemplos: doação pura, testamento). a unilateralidade pode ser tanto receptícia (é necessario dar ciência a outra parte- doação de imovel) quanto não recepticia (não é necessario dar ciência a outra parte).

bilateral: aqui é gerada obrigações para ambas as partes e deve haver vontade qualificada, produzindo assim multiplos efeitos e novas situações. O exemplo mais simples e cotidiano é a compra e venda. 

plurilateral: quando ha mais de duas manifestações de vontade, como é o caso das sociedades.

2. Quanto a vantagem econômica: 

gratuito: só uma das partes obtém vantagem. Exemplo: doação, testamento.

oneroso: quando há contraprestação. Exemplos: compra e venda.

neutro: quando não é nem gratuito nem oneroso. Exemplos: instituição do bem de familia (Lei nº 8.009/ 90 e art. 1711 do CC), doação com claúsula de inalienabilidade, testamento com clausula de incomunicanilidade. 

bifronte: pode ser gratuito como tambem pode ser oneroso. Exemplo: um individuo precisa deixar o automovel na garagem de outra pessoa. Este que estará emprestando a garagem poderá cobrar ou não pelo emprestimo do espaço. 

3. Quanto a produção dos efeitos: 

inter vivos: os efeitos acontecem com ambas as partes vivas. Exemplo: seguro de vida, plano funerario.

mortis causas: os efeitos são produzidos a partir da morte de uma das partes. Ex: testamento.

4. Quanto ao modo de existência: 

principal: contrato.

acessória: claúsulas.

5. Quanto  a formalidade a se observar: 

solene/ formal: escritura pública de compra e venda; casamento; renúncia de herança.

não solene/ informal: doações simples, compra e venda de automovel. 

6. Quanto ao número de atos para realização do negócio jurídico:

simples: o negocio e efetuado com apenas um ato. Ex: compra à vista. 

complexo: o negocio só se efetua a partir de varios atos. Ex: consórcio, financiamento. 

coligados: quando a multiplos negócios jurídicos coligados, ou seja, varios contratos ligados a um contrato principal. Ex: lojas de um shopping. 

 

  

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes