A maior rede de estudos do Brasil

Como calcular corrente Elétrica?


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A corrente elétrica é definida como movimentação de cargas elétricas em um determinado sentido de acordo com uma tensão ou diferença de potencial (ddp) aplicada em uma resistência. A lei de Ohm expressa a relação entre as três grandezas: Tensão, Corrente e Resistência.

Uma resistência elétrica é um componente de circuito elétrico que está associada com a "dificuldade" de haver troca de elétrons de valência entre átomos de um material condutor, semicondutor ou isolante. Respectivamente, um material condutor tem um valor de resistência baixo, ao passo que um material isolante tem valor de resistência alto.

A energia necessária para mover um carga ao longo de uma distância é definida como 1V (Volt), logo a tensão necessária para mover certo número de cargas será V. Para que isso aconteça, é necessário que haja uma diferença no valor de tensão entre os dois pontos, ou seja, deve haver uma diferença de potencial elétrico entre esses dois pontos.

No ramo da elétrica, a carga à que nos é quase sempre o elétron de valência que transita entre átomos adjacentes deixando lacunas nos átomos que deixaram para trás. Uma vez que os elétrons se movem em um sentido, as lacunas "se movem" em outro. Esse movimento das lacunas em um sentido é chamado de corrente elétrica e que pode ser expresso pela lei de Ohm dada na seguinte expressão:

Onde V(t) é a ddp (em Volts) aplicada em um instante de tempo, Z é a resistência (em ohms) elétrica de algum material e i(t) é a corrente elétrica (em Ampére) naquele instante de tempo. É importante ressaltar que se o valor da tensão variar ao longo do tempo, temos um circuito de corrente alternada, ao passo que se o valor da tensão não variar ao longo do tempo, temos um circuito de corrente contínua.

Portanto, para se calcular o valor de corrente elétrica deve-se dividir o valor da tensão pelo valor da resistência elétrica seguindo o que é enunciado na lei de Ohm.

A corrente elétrica é definida como movimentação de cargas elétricas em um determinado sentido de acordo com uma tensão ou diferença de potencial (ddp) aplicada em uma resistência. A lei de Ohm expressa a relação entre as três grandezas: Tensão, Corrente e Resistência.

Uma resistência elétrica é um componente de circuito elétrico que está associada com a "dificuldade" de haver troca de elétrons de valência entre átomos de um material condutor, semicondutor ou isolante. Respectivamente, um material condutor tem um valor de resistência baixo, ao passo que um material isolante tem valor de resistência alto.

A energia necessária para mover um carga ao longo de uma distância é definida como 1V (Volt), logo a tensão necessária para mover certo número de cargas será V. Para que isso aconteça, é necessário que haja uma diferença no valor de tensão entre os dois pontos, ou seja, deve haver uma diferença de potencial elétrico entre esses dois pontos.

No ramo da elétrica, a carga à que nos é quase sempre o elétron de valência que transita entre átomos adjacentes deixando lacunas nos átomos que deixaram para trás. Uma vez que os elétrons se movem em um sentido, as lacunas "se movem" em outro. Esse movimento das lacunas em um sentido é chamado de corrente elétrica e que pode ser expresso pela lei de Ohm dada na seguinte expressão:

Onde V(t) é a ddp (em Volts) aplicada em um instante de tempo, Z é a resistência (em ohms) elétrica de algum material e i(t) é a corrente elétrica (em Ampére) naquele instante de tempo. É importante ressaltar que se o valor da tensão variar ao longo do tempo, temos um circuito de corrente alternada, ao passo que se o valor da tensão não variar ao longo do tempo, temos um circuito de corrente contínua.

Portanto, para se calcular o valor de corrente elétrica deve-se dividir o valor da tensão pelo valor da resistência elétrica seguindo o que é enunciado na lei de Ohm.

User badge image

Andre

Há mais de um mês

A corrente elétrica é definida como movimentação de cargas elétricas em um determinado sentido de acordo com uma tensão ou diferença de potencial (ddp) aplicada em uma resistência. A lei de Ohm expressa a relação entre as três grandezas: Tensão, Corrente e Resistência.

Uma resistência elétrica é um componente de circuito elétrico que está associada com a "dificuldade" de haver troca de elétrons de valência entre átomos de um material condutor, semicondutor ou isolante. Respectivamente, um material condutor tem um valor de resistência baixo, ao passo que um material isolante tem valor de resistência alto.

A energia necessária para mover um carga ao longo de uma distância é definida como 1V (Volt), logo a tensão necessária para mover certo número de cargas será V. Para que isso aconteça, é necessário que haja uma diferença no valor de tensão entre os dois pontos, ou seja, deve haver uma diferença de potencial elétrico entre esses dois pontos.

No ramo da elétrica, a carga à que nos é quase sempre o elétron de valência que transita entre átomos adjacentes deixando lacunas nos átomos que deixaram para trás. Uma vez que os elétrons se movem em um sentido, as lacunas "se movem" em outro. Esse movimento das lacunas em um sentido é chamado de corrente elétrica e que pode ser expresso pela lei de Ohm dada na seguinte expressão:

Onde V(t) é a ddp (em Volts) aplicada em um instante de tempo, Z é a resistência (em ohms) elétrica de algum material e i(t) é a corrente elétrica (em Ampére) naquele instante de tempo. É importante ressaltar que se o valor da tensão variar ao longo do tempo, temos um circuito de corrente alternada, ao passo que se o valor da tensão não variar ao longo do tempo, temos um circuito de corrente contínua.

Portanto, para se calcular o valor de corrente elétrica deve-se dividir o valor da tensão pelo valor da resistência elétrica seguindo o que é enunciado na lei de Ohm.

User badge image

Andre

Há mais de um mês

Como calcular corrente Elétrica?


A corrente elétrica é definida como movimentação de cargas elétricas em um determinado sentido de acordo com uma tensão ou diferença de potencial (ddp) aplicada em uma resistência. A lei de Ohm expressa a relação entre as três grandezas: Tensão, Corrente e Resistência.

Uma resistência elétrica é um componente de circuito elétrico que está associada com a "dificuldade" de haver troca de elétrons de valência entre átomos de um material condutor, semicondutor ou isolante. Respectivamente, um material condutor tem um valor de resistência baixo, ao passo que um material isolante tem valor de resistência alto.

A energia necessária para mover um carga ao longo de uma distância é definida como 1V (Volt), logo a tensão necessária para mover certo número de cargas será V. Para que isso aconteça, é necessário que haja uma diferença no valor de tensão entre os dois pontos, ou seja, deve haver uma diferença de potencial elétrico entre esses dois pontos.

No ramo da elétrica, a carga à que nos é quase sempre o elétron de valência que transita entre átomos adjacentes deixando lacunas nos átomos que deixaram para trás. Uma vez que os elétrons se movem em um sentido, as lacunas "se movem" em outro. Esse movimento das lacunas em um sentido é chamado de corrente elétrica e que pode ser expresso pela lei de Ohm dada na seguinte expressão:

Onde V(t) é a ddp (em Volts) aplicada em um instante de tempo, Z é a resistência (em ohms) elétrica de algum material e i(t) é a corrente elétrica (em Ampére) naquele instante de tempo. É importante ressaltar que se o valor da tensão variar ao longo do tempo, temos um circuito de corrente alternada, ao passo que se o valor da tensão não variar ao longo do tempo, temos um circuito de corrente contínua.

Portanto, para se calcular o valor de corrente elétrica deve-se dividir o valor da tensão pelo valor da resistência elétrica seguindo o que é enunciado na lei de Ohm.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas