A maior rede de estudos do Brasil

Quantos estados tem o Brasil?

GeografiaIF SUL DE MINAS

2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

O Brasil é o quinto maior país em extensão territorial, com um total de 8.514.876km², correspondendo a 1,6% de toda a superfície do planeta, 5,6% de terras emersas, 20,8% da área da América inteira e 48% da América do Sul. O Brasil fica atrás da Rússia, Canadá, China e Estados Unidos em questões territoriais. Por ser um país enorme em extensão territorial, é possível abranger diversas paisagens, climas, fauna, flora e topografias. Nosso país é tão grande que faz fronteira com quase todos os países sul americanos, com exceção de Equador e Chile. É também, uma das maiores referências do Mercosul, bloco econômico visando a unir os países sul americanos em questões comerciais.


Quando o país foi descoberto, em cerca de trinta anos, foi divido igualmente seu território (na época bem menor que atualmente por conta do Tratado de Tordesilhas) havia sido divido igualmente em quinze partes iguais. Por conta do saqueamento excessivo de piratas e invasões por busca de pedras preciosas, criava-se as capitanias hereditárias, sendo considerados os primeiros estados do país. Quem comandava cada faixa de terra era chamado de capitão-hereditário.

Com o decorrer dos anos, os portugueses foram expandindo a exploração de terras brasileiras e também quebrando o Tratado de Tordesilhas com os espanhóis. Em 1709, o Brasil era conhecido pela era da Casas das Sete Províncias. A divisão consistia em 7 grandes províncias que eram: Maranhão, Pernambuco, Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo, São Pedro e Grão-Pará. Essa organização foi feita em prol do que cada colônia poderia oferecer para Portugal. Apesar de imensas divisões terrestres, suas fronteiras eram bem mais definidas. Além disso, visava ter uma visão e controle melhor de possíveis invasões piratas e espanholas ao território nacional.


Por fim, após, a divisão do “rascunho imperial” e dos “estados de sítio”, finalmente, em 1960, houve a divisão final do país, com 26 estados e um distrito federal. Foi nesse ano que a inauguração da mais nova capital brasileira, Brasília, havia acontecido, dando a versão final da divisão brasileira que temos hoje. O Distrito Federal não é considerado um estado, e sim um território autônomo com regiões administrativas. Neste mesmo ano, Acre e Rondônia haviam sido declarados como estados oficialmente, e, após a constituição de 1988, Amapá e Roraima haviam sido declarados estados, sem sofrer alteração de fronteiras. Esta divisão permanece até hoje no território brasileiro e nos mapas geográficos tanto nacionais quanto mundiais.

O Brasil é o quinto maior país em extensão territorial, com um total de 8.514.876km², correspondendo a 1,6% de toda a superfície do planeta, 5,6% de terras emersas, 20,8% da área da América inteira e 48% da América do Sul. O Brasil fica atrás da Rússia, Canadá, China e Estados Unidos em questões territoriais. Por ser um país enorme em extensão territorial, é possível abranger diversas paisagens, climas, fauna, flora e topografias. Nosso país é tão grande que faz fronteira com quase todos os países sul americanos, com exceção de Equador e Chile. É também, uma das maiores referências do Mercosul, bloco econômico visando a unir os países sul americanos em questões comerciais.


Quando o país foi descoberto, em cerca de trinta anos, foi divido igualmente seu território (na época bem menor que atualmente por conta do Tratado de Tordesilhas) havia sido divido igualmente em quinze partes iguais. Por conta do saqueamento excessivo de piratas e invasões por busca de pedras preciosas, criava-se as capitanias hereditárias, sendo considerados os primeiros estados do país. Quem comandava cada faixa de terra era chamado de capitão-hereditário.

Com o decorrer dos anos, os portugueses foram expandindo a exploração de terras brasileiras e também quebrando o Tratado de Tordesilhas com os espanhóis. Em 1709, o Brasil era conhecido pela era da Casas das Sete Províncias. A divisão consistia em 7 grandes províncias que eram: Maranhão, Pernambuco, Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo, São Pedro e Grão-Pará. Essa organização foi feita em prol do que cada colônia poderia oferecer para Portugal. Apesar de imensas divisões terrestres, suas fronteiras eram bem mais definidas. Além disso, visava ter uma visão e controle melhor de possíveis invasões piratas e espanholas ao território nacional.


Por fim, após, a divisão do “rascunho imperial” e dos “estados de sítio”, finalmente, em 1960, houve a divisão final do país, com 26 estados e um distrito federal. Foi nesse ano que a inauguração da mais nova capital brasileira, Brasília, havia acontecido, dando a versão final da divisão brasileira que temos hoje. O Distrito Federal não é considerado um estado, e sim um território autônomo com regiões administrativas. Neste mesmo ano, Acre e Rondônia haviam sido declarados como estados oficialmente, e, após a constituição de 1988, Amapá e Roraima haviam sido declarados estados, sem sofrer alteração de fronteiras. Esta divisão permanece até hoje no território brasileiro e nos mapas geográficos tanto nacionais quanto mundiais.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas