A maior rede de estudos do Brasil

Explique o SRAA e porque ele é ativado.

Fisiologia I

FACEMG


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder esta pergunta devemos colocar em prática o nosso conhecimento sobre Fisiologia.


O sistema renina-angiotensina-aldosterona tem como principal função a regulação da pressão sanguínea a longo prazo.


Portanto, existe duas maneiras intra-renais de liberação de renina na corrente sanguínea: diretamente pelas células de Polkissen e indiretamente pela sinalização da mácula densa. Há ainda uma terceira maneira de liberação de renina, desta vez extra renal, e que acontece antes ainda do sangue chegar aos rins. Aqui entra a participação do Sistema Nervoso Central. Vamos ver como ocorre.

Para responder esta pergunta devemos colocar em prática o nosso conhecimento sobre Fisiologia.


O sistema renina-angiotensina-aldosterona tem como principal função a regulação da pressão sanguínea a longo prazo.


Portanto, existe duas maneiras intra-renais de liberação de renina na corrente sanguínea: diretamente pelas células de Polkissen e indiretamente pela sinalização da mácula densa. Há ainda uma terceira maneira de liberação de renina, desta vez extra renal, e que acontece antes ainda do sangue chegar aos rins. Aqui entra a participação do Sistema Nervoso Central. Vamos ver como ocorre.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Para responder esta pergunta devemos colocar em prática o nosso conhecimento sobre Fisiologia.


O sistema renina-angiotensina-aldosterona tem como principal função a regulação da pressão sanguínea a longo prazo.


Portanto, existe duas maneiras intra-renais de liberação de renina na corrente sanguínea: diretamente pelas células de Polkissen e indiretamente pela sinalização da mácula densa. Há ainda uma terceira maneira de liberação de renina, desta vez extra renal, e que acontece antes ainda do sangue chegar aos rins. Aqui entra a participação do Sistema Nervoso Central. Vamos ver como ocorre.

User badge image

Luis Pero Barbosa Benevides

Há mais de um mês

O Sistema Renina Angiotensina Aldosterona é composto por uma cadeia de  substâncias produzidas no fígado(Angiotensinogênio), nos  rins(Renina), nos pulmões(angiotensina II) e na glândula Adrenal( aldosterona), cujo efeito final, através do controle eletrolítico, é a regulação da pressão arterial. 

Os rins possuem as chamadas Células Justaglomerulares, assim chamadas porque se compõem em células musculares especiais da arteríola aferente e eferente que estão próximas ao glomérulo.

Imagem relacionada

Essas células possuem a capacidade de produzir o hormônio Renina.

A mácula densa, região composta de células epiteliais , se localiza no Túbulo Contorcido Distal, e está em íntimo contato com as células justaglomerulares.

O conjunto arteríolas aferentes e eferente+ Mácula Densa+Células jsutaglomerulares se denomina = Aparelho Justaglomerular.

Tudo começa na mácula densa, cujas células tem a função sensorial, elas sentem quando a pressão hidrostática no túbulo contorcido está baixa (ou seja, a própria filtração glomerular está baixa, bem como a pressão sanguínea nas arteríolas), também detecta altas concentrações de sódio sendo excretado. Isso faz com que essas células sinalizem para as células justaglomerulares liberarem no sangue a renina. Ou seja, tudo começa com a redução da pressão arteriolar que resulta em baixa filtração glomerular ou na alta excreção de Na (que diminui a volemia por levar junto a água por osmolaridade).

A renina tem por único efeito converter o Angiotensinogênio, produzido pelo fígado e liberado no sangue em Angiotensina I. Este hormônio tem a função vasoconstritora, o que de certa forma aumenta a resistência no vaso sanguineo e tem por resultado o aumento da pressão arterial. Acontece que esse efeito vasoconstritor é fraco, e ,para ser potencializado, a angiotensina I deve ser convertida em angiotensina II. 

Onde esse process ode conversão da angiotensinaI em Angiotensina II ocorre?

No pulmão, principalmente, onde há a maior concentração de uma enzima chamada ECA (Enzima Conversora de Angiotensina) no endotélio dos capilares pulmonares. A angiotensina II, produto dessa conversão, não só é um potente vasoconstritor, como também serve de hormônio sinalizador para a liberação de outro hormônio, de origem Adrenocortical, chamado Aldosterona.

A Aldosterona é produzida no córtex das glândulas adrenais, o seu efeito, resumidamente falando, é de retenção de sódio no sangue (por reabsorção) e secreção de potássio. O sódio, por osmolaridade, leva junto a água quando é reabsorvido no glomérulo, isso em conjunto com a potente vasocontrição provocada pela angiotensina II provoca auemnto da pressão arterial, inclusive da pressão nas arteríolas renais que resultam em aumento da filtração glomerular. 

 

 

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Para responder esta pergunta devemos colocar em prática o nosso conhecimento sobre Fisiologia.


O sistema renina-angiotensina-aldosterona tem como principal função a regulação da pressão sanguínea a longo prazo.


Portanto, existe duas maneiras intra-renais de liberação de renina na corrente sanguínea: diretamente pelas células de Polkissen e indiretamente pela sinalização da mácula densa. Há ainda uma terceira maneira de liberação de renina, desta vez extra renal, e que acontece antes ainda do sangue chegar aos rins. Aqui entra a participação do Sistema Nervoso Central. Vamos ver como ocorre.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas