A maior rede de estudos do Brasil

Como se dá a estruturçao do globo ocular

Biofísica

UNINASSAU


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

As órbitas são duas cavidades ósseas, simétricas e profundas na forma de uma pirâmide cujo vértice aponta para trás, têm a função de proteger o olho. Eles estão localizados em ambos os lados do nariz, na borda do crânio com o rosto. Eles consistem de quatro paredes: superior, inferior, interna e externa e um vértice onde é o buraco óptico que é a principal comunicação da órbita com o interior do crânio.


Dentro da órbita está o olho e uma série de estruturas anexadas que são essenciais para o bom funcionamento desse órgão. A seguir estão listados:

  • O músculo levantador da pálpebra superior que mobiliza a pálpebra.

  • A glândula lacrimal que produz lágrimas para lubrificar o olho.

  • O nervo óptico que transmite informações do olho para o cérebro.

  • A artéria oftálmica e seus ramos que fornecem sangue ao olho e seus anexos.

  • A veia oftálmica através da qual o sangue retorna ao coração.


Ligamento suspensório do globo ocular que une o olho à órbita para fixar sua posição. Gordura periorbital, tecido conjuntivo e fáscias que formam uma cobertura protetora do todo.

As órbitas são duas cavidades ósseas, simétricas e profundas na forma de uma pirâmide cujo vértice aponta para trás, têm a função de proteger o olho. Eles estão localizados em ambos os lados do nariz, na borda do crânio com o rosto. Eles consistem de quatro paredes: superior, inferior, interna e externa e um vértice onde é o buraco óptico que é a principal comunicação da órbita com o interior do crânio.


Dentro da órbita está o olho e uma série de estruturas anexadas que são essenciais para o bom funcionamento desse órgão. A seguir estão listados:

  • O músculo levantador da pálpebra superior que mobiliza a pálpebra.

  • A glândula lacrimal que produz lágrimas para lubrificar o olho.

  • O nervo óptico que transmite informações do olho para o cérebro.

  • A artéria oftálmica e seus ramos que fornecem sangue ao olho e seus anexos.

  • A veia oftálmica através da qual o sangue retorna ao coração.


Ligamento suspensório do globo ocular que une o olho à órbita para fixar sua posição. Gordura periorbital, tecido conjuntivo e fáscias que formam uma cobertura protetora do todo.

User badge image

Lorena Rodrigues

Há mais de um mês

Córnea- Essa camada, que é a primeira atingida pela luz, é formada por tecido transparente e resistente. Ela protege o globo ocular contra traumas e contaminações, além de ajudar a dar formato ao globo e atuar na refração da luz. Essa estrutura é frequentemente limpa pelas lágrimas, que são espalhadas pelas pálpebras.

Esclera – Conhecida como o branco dos olhos, essa região é formada principalmente por fibras colágenas. Atua como barreira para o conteúdo intraocular e é um local de fixação para os músculos extraoculares, que garantem a movimentação dos olhos. Além disso, possui função de proteção mecânica.

Coroide – Revestimento membranoso e vascularizado localizado dentro da esclera. Sua principal função é nutrir as camadas dos olhos.

Íris – Facilmente diferenciada, a íris é a parte colorida dos olhos e está localizada logo atrás da córnia. Essa estrutura funciona como um diafragma de uma câmera, ajudando a controlar a abertura e o fechamento da pupila. Para ajudar no controle do tamanho da pupila, essa região possui músculos lisos que atuam nessa movimentação.

Pupila – Abertura localizada na região central dos olhos e por onde ocorre a entrada de luz. O diâmetro médio dessa estrutura é de 2-4mm.

Cristalino ou Lente – Estrutura responsável por ajustar o foco de luz e é formada por água, proteínas e minerais. A lente destaca-se por sua capacidade de acomodação, modificando seu formato e garantindo, assim, a focalização em objetos de diferentes distâncias.

Retina – Região localizada na parte interna do olho e rica em fotorreceptores. É nessa região que a luz é focalizada e os impulsos nervosos são gerados em direção ao sistema nervoso central. Na retina, é possível diferenciar dois tipos de receptores: bastonetes e cones. Esses últimos permitem a visão em cores, e os bastonetes são usados, principalmente, na visão no escuro.

Nervo óptico – Nervo responsável por levar os impulsos nervosos do olho para o cérebro para que os sinais sejam processados. É formado por aproximadamente um milhão de axônios.

→ Humores dos olhos

Humor aquoso – Líquido localizado na região em frente à lente que é responsável por nutrir essa estrutura e a córnea. Sua composição é semelhante ao plasma e é produzido pelo epitélio de uma região conhecida como corpo ciliar.

Humor vítreo – Material semelhante a um gel que fica após a lente e garante a forma do olho. Ele é formado basicamente por água, fibras e ácido hialurônico.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

As órbitas são duas cavidades ósseas, simétricas e profundas na forma de uma pirâmide cujo vértice aponta para trás, têm a função de proteger o olho. Eles estão localizados em ambos os lados do nariz, na borda do crânio com o rosto. Eles consistem de quatro paredes: superior, inferior, interna e externa e um vértice onde é o buraco óptico que é a principal comunicação da órbita com o interior do crânio.


Dentro da órbita está o olho e uma série de estruturas anexadas que são essenciais para o bom funcionamento desse órgão. A seguir estão listados:

  • O músculo levantador da pálpebra superior que mobiliza a pálpebra.

  • A glândula lacrimal que produz lágrimas para lubrificar o olho.

  • O nervo óptico que transmite informações do olho para o cérebro.

  • A artéria oftálmica e seus ramos que fornecem sangue ao olho e seus anexos.

  • A veia oftálmica através da qual o sangue retorna ao coração.


Ligamento suspensório do globo ocular que une o olho à órbita para fixar sua posição. Gordura periorbital, tecido conjuntivo e fáscias que formam uma cobertura protetora do todo.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

As órbitas são duas cavidades ósseas, simétricas e profundas na forma de uma pirâmide cujo vértice aponta para trás, têm a função de proteger o olho. Eles estão localizados em ambos os lados do nariz, na borda do crânio com o rosto. Eles consistem de quatro paredes: superior, inferior, interna e externa e um vértice onde é o buraco óptico que é a principal comunicação da órbita com o interior do crânio.


Dentro da órbita está o olho e uma série de estruturas anexadas que são essenciais para o bom funcionamento desse órgão. A seguir estão listados:

  • O músculo levantador da pálpebra superior que mobiliza a pálpebra.

  • A glândula lacrimal que produz lágrimas para lubrificar o olho.

  • O nervo óptico que transmite informações do olho para o cérebro.

  • A artéria oftálmica e seus ramos que fornecem sangue ao olho e seus anexos.

  • A veia oftálmica através da qual o sangue retorna ao coração.


Ligamento suspensório do globo ocular que une o olho à órbita para fixar sua posição. Gordura periorbital, tecido conjuntivo e fáscias que formam uma cobertura protetora do todo.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas