A maior rede de estudos do Brasil

Resolução

Um cilindro oco de cobre está cheio até a borda com água a 20,0 ° C . Se a água e o recipiente são aquecidos a uma temperatura de 91 ° C , qual a percentagem de água que transborda da parte superior do recipiente ?


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

O primeiro passo é usar a fórmula da dilatação volumétrica, que relaciona as variações de volume de componente. Obs.: O volume de água que transbordará é o delta V aparente.


Reescrevendo a fórmula anterior, agora com os coeficientes de dilatação volumétrica e a variação de temperatura.


Substituindo os valores dos coeficientes de dilatação volumétrica de cada componente e a variação de temperatura (que é a mesma nesse caso), temos:


Portanto, a variação do volume de água que irá transbordar será de:

O primeiro passo é usar a fórmula da dilatação volumétrica, que relaciona as variações de volume de componente. Obs.: O volume de água que transbordará é o delta V aparente.


Reescrevendo a fórmula anterior, agora com os coeficientes de dilatação volumétrica e a variação de temperatura.


Substituindo os valores dos coeficientes de dilatação volumétrica de cada componente e a variação de temperatura (que é a mesma nesse caso), temos:


Portanto, a variação do volume de água que irá transbordar será de:

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Resolução

Um cilindro oco de cobre está cheio até a borda com água a 20,0 ° C . Se a água e o recipiente são aquecidos a uma temperatura de 91 ° C , qual a percentagem de água que transborda da parte superior do recipiente ?


O primeiro passo é usar a fórmula da dilatação volumétrica, que relaciona as variações de volume de componente. Obs.: O volume de água que transbordará é o delta V aparente.


Reescrevendo a fórmula anterior, agora com os coeficientes de dilatação volumétrica e a variação de temperatura.


Substituindo os valores dos coeficientes de dilatação volumétrica de cada componente e a variação de temperatura (que é a mesma nesse caso), temos:


Portanto, a variação do volume de água que irá transbordar será de:

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

O primeiro passo é usar a fórmula da dilatação volumétrica, que relaciona as variações de volume de componente. Obs.: O volume de água que transbordará é o delta V aparente.


Reescrevendo a fórmula anterior, agora com os coeficientes de dilatação volumétrica e a variação de temperatura.


Substituindo os valores dos coeficientes de dilatação volumétrica de cada componente e a variação de temperatura (que é a mesma nesse caso), temos:


Portanto, a variação do volume de água que irá transbordar será de:

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas