A maior rede de estudos do Brasil

Existe, no Código Civil, previsão expressa de responsabilidade civil objetiva? Indique o dispositivo legal pertinente


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Carlos Eduardo Ferreira de Souza Verified user icon

Há mais de um mês

Existe sim, mas lembramos que a responsabilidade subjetiva é a regra no Código Civil, exigindo, além da comprovação da conduta, comissiva ou omissiva, do dano e do nexo de causalidade, a prova de culpa ou dolo do agente.

Nada obstante, existem exceções que preveem responsabilidade objetiva no Código Civil. O art. 927, parágrafo único, do CC, prevê que haverá responsabilidade objetiva, que independe de dolo ou culpa, quando a lei especificar (e aqui não abordaremos, pois estamos em busca de dispositivos de responsabilidade objetiva) ou quando (aqui sim, uma hipótese de responsabilidade objetiva!) quando a atividade normalmente desenvolvida pelo autor do dano implicar, por sua natureza, risco para os direitos de outrem.

"Art. 927. Aquele que, por ato ilícito (arts. 186 e 187), causar dano a outrem, fica obrigado a repará-lo.

Parágrafo único. Haverá obrigação de reparar o dano, independentemente de culpa, nos casos especificados em lei, ou quando a atividade normalmente desenvolvida pelo autor do dano implicar, por sua natureza, risco para os direitos de outrem."

Outra previsão é aquela trazida para empresários individuais e empresas quanto aos produtos que colocar em circulação (art. 931, do Código Civil):

"Art. 931. Ressalvados outros casos previstos em lei especial, os empresários individuais e as empresas respondem independentemente de culpa pelos danos causados pelos produtos postos em circulação."

 

 

Existe sim, mas lembramos que a responsabilidade subjetiva é a regra no Código Civil, exigindo, além da comprovação da conduta, comissiva ou omissiva, do dano e do nexo de causalidade, a prova de culpa ou dolo do agente.

Nada obstante, existem exceções que preveem responsabilidade objetiva no Código Civil. O art. 927, parágrafo único, do CC, prevê que haverá responsabilidade objetiva, que independe de dolo ou culpa, quando a lei especificar (e aqui não abordaremos, pois estamos em busca de dispositivos de responsabilidade objetiva) ou quando (aqui sim, uma hipótese de responsabilidade objetiva!) quando a atividade normalmente desenvolvida pelo autor do dano implicar, por sua natureza, risco para os direitos de outrem.

"Art. 927. Aquele que, por ato ilícito (arts. 186 e 187), causar dano a outrem, fica obrigado a repará-lo.

Parágrafo único. Haverá obrigação de reparar o dano, independentemente de culpa, nos casos especificados em lei, ou quando a atividade normalmente desenvolvida pelo autor do dano implicar, por sua natureza, risco para os direitos de outrem."

Outra previsão é aquela trazida para empresários individuais e empresas quanto aos produtos que colocar em circulação (art. 931, do Código Civil):

"Art. 931. Ressalvados outros casos previstos em lei especial, os empresários individuais e as empresas respondem independentemente de culpa pelos danos causados pelos produtos postos em circulação."

 

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas