A maior rede de estudos do Brasil

QUESTÃO: AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA

Julgue os itens a seguir, relativos à audiência de custódia.

I Segundo entendimento majoritário do STJ, a não realização de audiência de custódia não enseja a nulidade da prisão preventiva em que posteriormente seja convertida a custódia, se forem observadas as demais garantias processuais e constitucionais.

II As audiências de custódia são uma garantia de preservação pessoal assumida pelo Brasil em compromissos internacionais, como a Convenção Interamericana de Direitos Humanos.

III Segundo entendimento do STF, a realização de audiência de apresentação é de observância obrigatória, mas a sua não realização é vício que pode ser suprido pela conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva.

IV As audiências de custódia tornam viável ao magistrado a constatação direta das condições físicas do preso e das circunstâncias de sua prisão.

Estão certos apenas os itens

 

  • a) I e III.
  • b) II e IV.
  • c) III e IV.
  • d) I, II e III.
  • e) I, II e IV.

Audiência

UNICEUB


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A questão é respondida pela alternativa representada pela letra E, isto é, com relação a audiência de custódia, podemos afirmar que “em conformidade com o STJ e seu entendimento majoritário, a inexecução de audiência de custódia não enseja a nulidade da prisão preventiva em que posteriormente seja convertida a custódia, se forem observadas as demais garantias processuais e constitucionais”. Podemos afirmar também que “as audiências de custódia são uma garantia de preservação pessoal assumida pelo Brasil em compromissos internacionais, como a Convenção Interamericana de Direitos Humanos” e “as audiências de custódia tornam viável ao magistrado a constatação direta das condições físicas do preso e das circunstâncias de sua prisão”.
A questão é respondida pela alternativa representada pela letra E, isto é, com relação a audiência de custódia, podemos afirmar que “em conformidade com o STJ e seu entendimento majoritário, a inexecução de audiência de custódia não enseja a nulidade da prisão preventiva em que posteriormente seja convertida a custódia, se forem observadas as demais garantias processuais e constitucionais”. Podemos afirmar também que “as audiências de custódia são uma garantia de preservação pessoal assumida pelo Brasil em compromissos internacionais, como a Convenção Interamericana de Direitos Humanos” e “as audiências de custódia tornam viável ao magistrado a constatação direta das condições físicas do preso e das circunstâncias de sua prisão”.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas