A maior rede de estudos do Brasil

Descreva a fisiologia da contração muscular

Fisiologia Humana I

NEWTON PAIVA


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A contração dependerá dos íons citoplasmáticos Ca +2 . O cálcio, quando ligado à troponina que cobre a actina, deixa seus pontos de junção livres de miosina. O fato de as concentrações citoplasmáticas aumentarem é a inervação do músculo estriado. Quando um neurônio motor desenvolve um AP (potencial de ação) no músculo estriado esquelético (o coração tem sua própria contração, sem neurônio motor), a acetilcolina será liberada nas células musculares (juntando-se ao seu receptor nicotínico ionotrópico), isso causará despolarização no músculo. membrana que será transmitida ao longo do músculo. A despolarização atingirá o retículo sarcoplasmáticoe graças aos tubos T, o potencial de liberação intracelular de Ca acumulado será aproximado.

Essa concentração de [Ca +2] ainda não será suficiente para produzir a contração, portanto também haverá uma entrada extracelular de cálcio pelos canais de Ca. Dessa forma, os pontos de junção miosina-actina são livres e, quando a contração ocorre, a contração ocorre. Quando chega o momento de relaxamento, os elos devem ser rompidos para que o músculo não se contraia. Essas ligações são quebradas graças à ação da miosina como ATP, que quebra a ligação por hidrólise do ATP. Esse processo será favorecido somente quando o [Ca] diminuir. Isso é possível graças à existência de bombas de Ca no retículo sarcoplasmático que armazenam novamente o Ca (1ATP hidrolisado por cada 2Ca que entra), a presença do trocador de Na-Ca na membrana celular permitirá que mais Ca saia para o meio extracelular.

A contração dependerá dos íons citoplasmáticos Ca +2 . O cálcio, quando ligado à troponina que cobre a actina, deixa seus pontos de junção livres de miosina. O fato de as concentrações citoplasmáticas aumentarem é a inervação do músculo estriado. Quando um neurônio motor desenvolve um AP (potencial de ação) no músculo estriado esquelético (o coração tem sua própria contração, sem neurônio motor), a acetilcolina será liberada nas células musculares (juntando-se ao seu receptor nicotínico ionotrópico), isso causará despolarização no músculo. membrana que será transmitida ao longo do músculo. A despolarização atingirá o retículo sarcoplasmáticoe graças aos tubos T, o potencial de liberação intracelular de Ca acumulado será aproximado.

Essa concentração de [Ca +2] ainda não será suficiente para produzir a contração, portanto também haverá uma entrada extracelular de cálcio pelos canais de Ca. Dessa forma, os pontos de junção miosina-actina são livres e, quando a contração ocorre, a contração ocorre. Quando chega o momento de relaxamento, os elos devem ser rompidos para que o músculo não se contraia. Essas ligações são quebradas graças à ação da miosina como ATP, que quebra a ligação por hidrólise do ATP. Esse processo será favorecido somente quando o [Ca] diminuir. Isso é possível graças à existência de bombas de Ca no retículo sarcoplasmático que armazenam novamente o Ca (1ATP hidrolisado por cada 2Ca que entra), a presença do trocador de Na-Ca na membrana celular permitirá que mais Ca saia para o meio extracelular.

User badge image

Nicole Giffoni

Há mais de um mês

Potencial de ação (gerado no nó sinusal)-percorre o sarcolema - calcio concentrado meio estracelular-tubulo T- abertura dos canais de cálcio voltagem dependente- entrada de calcio para o meio intracelular- liberação de calcio contido no reticulo sarcoplasmatico por meio dos receptores de calcio dependente de calcio (RIANODINA).

Troponina esta ligadada na tropomiosina (complexo tropomiosina) cobre o sitio de ligação da actina , calcio se liga a tropomina expondo o sitio da actina.  A cabeça da miosina que contem adp, se liga ao sitio ativo da actina formando as pontes cruzadas que geram força, resultando no deslizamento da actina sobre a miosina ocorrendo a contração muscular

Relaxamento: É necessario que o calcio seja retirado do citosol, volte para o reticulo sarcoplasmatico isso ocorre por meio do transporte ativo dependente da bomba de sodio e potassio (troadores de sodio/calcio) a cada 3 sodios que sai um calcio vai junto.

User badge image

Bianca Biazi

Há mais de um mês

A fisiologia da contração muscular explica os fatores físicos e químicos responsáveis pela origem, desenvolvimento e continuação de qualquer tipo de vida. Na fisiologia humana, é explicado as características e mecanismos específicos do corpo humano, que o fazem ser um ser vivo. O próprio fato de que permanecemos vivos está quase além do nosso controle, pois a fome nos faz procurar alimento e o medo nos faz buscar refúgio. As sensações de frio nos fazem procurar calor e outras forças nos impelem a procurar companhia e nos reproduzir. Assim, o ser humano é, na verdade um autônomo e o fato de sermos organismos com sensações, sentimentos e conhecimento é parte dessa seqüência automática da vida; esses atributos especiais nos permitem viver sob condições extremamente variadas que, de outra forma, tornariam a vida impossível.

User badge image

Lucas Roschel

Há mais de um mês

A contração muscular refere-se ao deslizamento da actina sobre a miosina nas células musculares, permitindo os movimentos do corpo. As fibras musculares contém os filamentos de proteínas contráteis de actina e miosina, dispostas lado a lado. Esses filamentos se repetem ao longo da fibra muscular, formando o sarcômero.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas