A maior rede de estudos do Brasil

Quais as três leis da cibercultura?

Cibercultura

UNINTER


3 resposta(s)

User badge image

Josue Furtado

Há mais de um mês

A primeira lei da configuração, A segunda lei seria libertação do pólo, A terceira lei e a lei da conectividade
A primeira lei da configuração, A segunda lei seria libertação do pólo, A terceira lei e a lei da conectividade
User badge image

jacqueline alvers

Há mais de um mês

A cibercultura e suas leis
1. Cibercultura e suas leis
2. O que é cibercultura pressupostos A recombinação como traço basilar de qualquer cultura: hibridismo a partir de diferentes hábitos, costumes e processos sócio- técnico-semióticos. Exemplo: Encontro entre nativos do Brasil e portugueses. https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/7/7d/Desembarque_de_Pedro_%C3%81lvares_Cabral_em_Porto_ Seguro_em_1500.jpg OscarPereiradaSilva“Desembarquede PedroÁlvaresCabralemPortoSeguroem 1500”
3. O que é cibercultura pressupostos Para Lemos, a cultura contemporânea, permeadas pelas tecnologias digitais, é a própria cibercultura. A recombinação se tornou veloz e global através dessa tecnologias de conexão (internet, computadores). Os artefatos digitais (tablets, celulares, desktops) chegam a (quase) todos os lugares, se mesclando com cultural nacionais e locais. http://www.vanguardprotexglobal.com/images/word press/uploads/2011/03/cell_phone1.jpg
4. O que é ciberculura dicotomia das culturas Pós-massiva bilateral Híbrida, permeável Território recombinante Vida Mídia de massa unilateral Não permeabilidade às diferenças Homogeneidade Morte Para André Lemos as culturas podem ser vivas ou mortas, abertas ou fechadas, sendo a cibercultura localizada na segunda categoria Fechada Aberta http://www.churchproduction.com/storyart/s hutterstock_95963647_sized(island).jpg
5. Três “leis” segundo Lemos André Lemos, a partir do modelo emissão-canal- recepção, analisa a sociedade contemporânea pelo prisma da dicotomia meios de massa e meios digitais. http://thehumorlist.com/wp- content/uploads/2014/12/impact- internet.jpeg
6. Teoria da comunicação emissão-canal-mensagem-recepção A Teoria da Comunicação, criada nos anos 50, influenciou fortemente os estudos sobre a comunicação nas décadas seguintes. EMISSOR codificação CANAL decodificação RECEPTOR Retroalimentação ou feedback Ruído Ruído Mensagem Mensagem https://am3004.files.wordpr ess.com/2014/09/dialogo.gif ?w=477
7. Três “leis” segundo Lemos 1. Liberação do polo da emissão. 2. Conexão generalizada em rede. 3. Reconfigu ração de práticas e instituições.
8. Três “leis” 1. Liberação do polo da emissão. Se a emissão estava “presa” com os produtores de rádio, TV, cinema, música e jornal, com a internet e os computadores ela é “liberada” para as multidões. O antigo receptor se torna produtor de informação. Exemplos: Blogueiros; Autores da Wikipédia; Programadores; Comentaristas de sites de notícias; Donos de perfis no Youtube ou Facebook. http://thehumorlist.com/wp- content/uploads/2014/12/impact- internet.jpeg
9. Três “leis” 1. Liberação do polo da emissão. Programadores Recombinação de códigos de programação Autores Mixagem de informações em uma enciclopédia Blogueiros Produção e remixagem de informações jornalísticas Youtubers / Vlogueiros Produção e remixagem de vídeos em canais próprios
10. Três “leis” 2. Conexão generalizada em rede Lemos fala que além da abertura para a produção, nas redes informáticas ocorrem os com
User badge image

Géssica S

Há mais de um mês

Lemos (2003) introduziu as três “Leis da Cibercultura”: a Lei da Re- configuração, a Lei da Liberação do Pólo da Emissão e a Lei da Conec- tividade Generalizada.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes