A maior rede de estudos do Brasil

Relacionar a atividade intrínseca de fármacos com as interações intermoleculares estabelecidas entre fármaco e receptor


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A atividade intrínseca de fármacos, é definida como a capacidade de uma certa droga produzir um efeito farmacológico no seu receptor, sendo essa a sua resposta máxima.

As interações intermoleculares estabelecidas entre o fármaco e o receptor ocorrem quando uma molécula entra no corpo e interage com o seu sítio de ação biológico específico, sendo que a resposta desencadeada pode ser positiva ou negativa para o corpo.

Se essa resposta vai ser positiva ou negativa, e qual ela será, é relacionado diretamente pela atividade intrínseca dessa molécula, ou no caso, desse fármaco. Por exemplo um fármaco pode ser agonista, que ao se ligar com o receptor celular provoca uma resposta biológica semelhante a da substância biológica.

A atividade intrínseca de fármacos, é definida como a capacidade de uma certa droga produzir um efeito farmacológico no seu receptor, sendo essa a sua resposta máxima.

As interações intermoleculares estabelecidas entre o fármaco e o receptor ocorrem quando uma molécula entra no corpo e interage com o seu sítio de ação biológico específico, sendo que a resposta desencadeada pode ser positiva ou negativa para o corpo.

Se essa resposta vai ser positiva ou negativa, e qual ela será, é relacionado diretamente pela atividade intrínseca dessa molécula, ou no caso, desse fármaco. Por exemplo um fármaco pode ser agonista, que ao se ligar com o receptor celular provoca uma resposta biológica semelhante a da substância biológica.

User badge image

Hugo Roberto Ribeiro da Silva

Há mais de um mês

Depente tudo das moleculas MHC. Isso tambem nos faz pensar como os farmacos funcionam pois pensamos que os farmacos sao produzidos como se tivesse uma inteligencia artificial onde o mesmo soubesse exatamente onde deve agir, por[em os farmacos sao sempre produzidos com certos de proteinas para que possam ser encaixados nas moleculas MHC sabendo que cada tecido celular tem tipos diferentes de moleculas. Isso nos leva a questao do porque exixstem efeitos colaterais, como por exemplo tomamos algum medicamento para tosse e acaba afetando o coracao, isso mostra que podem existir receptores iguais em lugares diferentes do corpo. 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas