A maior rede de estudos do Brasil

No que concerne ao estudo da tipicidade, explique, detalhadamente, quando ocorre a adequação típica imediata e mediata?


1 resposta(s)

User badge image

Jackeline

Há mais de um mês

Ocorre adequação típica imediata quando o fato se amolda ao tipo legal sem a necessidade de qualquer outra norma. O ajuste do fato à lei incriminadora se dá de forma direta. Exemplo: o art. 121 do CP pune a conduta matar alguém. O fato de X matar Y se ajusta diretamente à lei incriminadora do referido dispositivo. Por vezes, a adequação típica de uma conduta humana causadora de um resultado nem sempre se dá de forma imediata.

Ocorre a adequação típica mediata, para adequar o fato ao tipo, utiliza uma norma de extensão, sem a qual é absolutamente impossível enquadrar a conduta. O ajuste do fato à lei incriminadora se dá de forma indireta. Podemos citar como exemplo de norma de extensão pessoal o artigo 29, como norma de extensão temporal o artigo 14, inciso II, e como norma de extensão causal para os crimes omissivos impróprios o artigo 13, 2º, todos do CP.

Ocorre adequação típica imediata quando o fato se amolda ao tipo legal sem a necessidade de qualquer outra norma. O ajuste do fato à lei incriminadora se dá de forma direta. Exemplo: o art. 121 do CP pune a conduta matar alguém. O fato de X matar Y se ajusta diretamente à lei incriminadora do referido dispositivo. Por vezes, a adequação típica de uma conduta humana causadora de um resultado nem sempre se dá de forma imediata.

Ocorre a adequação típica mediata, para adequar o fato ao tipo, utiliza uma norma de extensão, sem a qual é absolutamente impossível enquadrar a conduta. O ajuste do fato à lei incriminadora se dá de forma indireta. Podemos citar como exemplo de norma de extensão pessoal o artigo 29, como norma de extensão temporal o artigo 14, inciso II, e como norma de extensão causal para os crimes omissivos impróprios o artigo 13, 2º, todos do CP.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes