A maior rede de estudos do Brasil

Quais as fases do desenvolvimento da criança segundo piaget?

Pedagogia

Em Sao Jose


8 resposta(s)

User badge image

Karine

Há mais de um mês

1ª etapa: sensório-motor

De 0 a 2 anos de idade o foco está na descoberta das sensações e dos movimentos. Nesse período a coordenação motora é desenvolvida, o bebê passa a imitar o que vê e até a linguagem começa a ser trabalhada por meio do choro e de outros sinais, como o grito e até palavras curtas.

É também nessa fase que o bebê percebe que os seus movimentos geram ações. Assim, ele vai querer provocá-las, seja puxando um lençol ou jogando o brinquedo no chão.

O mais interessante da primeira etapa do desenvolvimento infantil é que, para os nenéns, só existe aquilo que eles podem ver, tocar ou sentir. É por isso que, ao deixar de ver a mãe, as crianças geralmente começam a chorar.

2ª etapa: pré-operatório

Entre o segundo e o sétimo ano, de acordo com a teoria de Piaget, surge o egocentrismo. Embora as crianças já tenham um convívio com pessoas que não são da família e já consigam desenvolver uma boa comunicação, nesse estágio elas ainda pensam de acordo com suas experiências individuais. Portanto, não se assuste muito com as atitudes egoístas. 

Como dizem: é uma fase.

Aliás, prepare-se! Essa também é a fase dos porquês, da personificação (ato de atribuir características humanas a objetos) e da função simbólica (que faz, por exemplo, um cabo de vassoura ser visto como uma espada), ou seja, o famoso faz-de-conta.

3ª etapa: operacional concreto

Entre 8 e 12 anos de idade, ocorre o estágio operacional concreto. Nele, a criança já utiliza a lógica para solucionar problemas, mas só os concretos, como questões matemáticas ou relacionadas a objetos físicos. O abstrato ainda é difícil para eles.

Nesse período ocorre um entendimento mais avançado das regras sociais, começa a aflorar o senso de justiça e também a reciprocidade.

4ª etapa: operacional formal

A partir dos 12 anos, a aquisição do raciocino lógico é completada, ou seja, o pré-adolescente já é capaz de lidar com questões lógicas e abstratas. A partir de então, eles conseguem criar situações hipotéticas, mesmo sobre algo que nunca aprenderam, e também desenvolvem possibilidades, teorias e autonomia.

Vale mencionar que, para Piaget, o desenvolvimento mental pode ser enriquecido por certos estímulos e com um ambiente adequado para crianças. Assim, o crescimento delas é beneficiado em diversos aspectos, fisicamente, socialmente e até emocionalmente.

1ª etapa: sensório-motor

De 0 a 2 anos de idade o foco está na descoberta das sensações e dos movimentos. Nesse período a coordenação motora é desenvolvida, o bebê passa a imitar o que vê e até a linguagem começa a ser trabalhada por meio do choro e de outros sinais, como o grito e até palavras curtas.

É também nessa fase que o bebê percebe que os seus movimentos geram ações. Assim, ele vai querer provocá-las, seja puxando um lençol ou jogando o brinquedo no chão.

O mais interessante da primeira etapa do desenvolvimento infantil é que, para os nenéns, só existe aquilo que eles podem ver, tocar ou sentir. É por isso que, ao deixar de ver a mãe, as crianças geralmente começam a chorar.

2ª etapa: pré-operatório

Entre o segundo e o sétimo ano, de acordo com a teoria de Piaget, surge o egocentrismo. Embora as crianças já tenham um convívio com pessoas que não são da família e já consigam desenvolver uma boa comunicação, nesse estágio elas ainda pensam de acordo com suas experiências individuais. Portanto, não se assuste muito com as atitudes egoístas. 

Como dizem: é uma fase.

Aliás, prepare-se! Essa também é a fase dos porquês, da personificação (ato de atribuir características humanas a objetos) e da função simbólica (que faz, por exemplo, um cabo de vassoura ser visto como uma espada), ou seja, o famoso faz-de-conta.

3ª etapa: operacional concreto

Entre 8 e 12 anos de idade, ocorre o estágio operacional concreto. Nele, a criança já utiliza a lógica para solucionar problemas, mas só os concretos, como questões matemáticas ou relacionadas a objetos físicos. O abstrato ainda é difícil para eles.

Nesse período ocorre um entendimento mais avançado das regras sociais, começa a aflorar o senso de justiça e também a reciprocidade.

4ª etapa: operacional formal

A partir dos 12 anos, a aquisição do raciocino lógico é completada, ou seja, o pré-adolescente já é capaz de lidar com questões lógicas e abstratas. A partir de então, eles conseguem criar situações hipotéticas, mesmo sobre algo que nunca aprenderam, e também desenvolvem possibilidades, teorias e autonomia.

Vale mencionar que, para Piaget, o desenvolvimento mental pode ser enriquecido por certos estímulos e com um ambiente adequado para crianças. Assim, o crescimento delas é beneficiado em diversos aspectos, fisicamente, socialmente e até emocionalmente.

User badge image

michellen

Há mais de um mês

Piaget, privilegia a maturação biológica, acredita que os conhecimentos são elaborados espontaneamente pela criança, de acordo com seu estágio de desenvolvimento. sendo eles:

1- sensório motor- 0 a 2 anos

2- Pré- operatório- 2 a 6 anos

3- operatório concreto- 7 a 11 anos

4- operatório formal- a partir dos 12 anos.

User badge image

Jennifer

Há mais de um mês

Piaget propôs quatro fases de desenvolvimento da infância:

1- Período Sensorimotor (0-2 anos);

2- Período Pré-Operacional (2-7 anos);

3- Período Operacional de Concreto (7-11);

4- Período Operacional Formal (11 e mais, até cerca de 19 anos).

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes