A maior rede de estudos do Brasil

eletrocardiograma

O eletrocardiograma, popularmente identificado com as abreviações ECG, é a reprodução gráfica da atividade elétrica do coração (impulso elétrico) durante o seu funcionamento, registada a partir da superfície do corpo. A superfície do corpo humano emana pequenas correntes elétricas, que no indivíduo em repouso são identificadas como despolarização e repolarização do coração, isto refere-se basicamente a toda a atividade elétrica que é registada ao nível do tronco. Os potenciais elétricos produzidos pelo músculo cardíaco são a soma da quantidade mínima de eletricidade gerada pelas células musculares cardíacas individuais. Essas pequenas correntes são registadas através de um aparelho chamado eletrocardiógrafo. Para tanto, um ciclo cardíaco do ponto de vista mecânico é representado pela sístole (contração) e diástole (relaxamento). Já com relação à condução elétrica, é representada pelas ondas P, o complexo Q, R, S e a onda T, as quais se referem à atividade das câmeras cardíacas. Sobre as estruturas que se referem às ondas P, o complexo Q, R, S e a onda T, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:

( ) A onda P marca a propagação do potencial de ação do nó sinoatrial pelos dois átrios, e logo em seguida os átrios se contraem. O complexo QRS marca a propagação do estímulo pelos ventrículos, os quais se contraem em seguida. A última onda, denominada onda T, marca o momento de relaxamento dos ventrículos.

(    ) A onda P marca a propagação do potencial de ação do nó sinoatrial pelos dois ventrículos, e logo em seguida os ventrículos se contraem. O complexo QRS marca a propagação do estímulo pelos átrios, os quais se contraem em seguida. A última onda, denominada onda T, marca o momento de relaxamento dos ventrículos.

(    ) A onda P marca a propagação do potencial de ação do nó atrioventricular pelos dois ventrículos, e logo em seguida os ventrículos se relaxam. O complexo QRS marca a propagação do estímulo pelos átrios, os quais se contraem em seguida. A última onda, denominada onda T, marca o momento de relaxamento dos ventrículos.

(    ) A onda P marca a propagação do potencial de ação do nó atrioventricular pelos dois átrios, e logo em seguida os átrios se contraem. O complexo QRS marca a propagação do estímulo pelos ventrículos, os quais se contraem em seguida. A última onda, denominada onda T, marca o momento de relaxamento dos ventrículos.


Ainda não temos resposta. Você sabe responder?