A maior rede de estudos do Brasil

Leia o fragmento de texto a seguir:

Leia o fragmento de texto a seguir:“Eu não entendo o Brasil. Por mais que eu possa pensar sobre o Brasil ou até mesmo pensar que eu entendo o Brasil, eu continuo pensando que não entendo o Brasil.

Pensando bem, eu acho que o Brasil também não se entende, se é que você me entende. Será que o Brasil me entende? Pelo menos, eu vou tentar ser menos complicado do que ele, porque eu é que, daqui a pouco, não entendo mais nada.

Ah, como seria bom se tivessem me ensinado a História do Brasil e as histórias e estórias de Tiradentes, Zumbi dos Palmares, Antônio Conselheiro e tantas outras!

Quem me dera ter aprendido sobre as ditaduras, os golpes e contragolpes, algumas noções básicas sobre política, e quem sabe até economia, desde pequeno, em vez de decorar um monte de datas e nomes de capitanias hereditárias...

Sempre passei de ano direto, entre os melhores da classe, mas, agora, eu entendo que, na verdade, não entendia nada e não entendo até hoje. Não sei se sou ignorante por falta de estudo e de informação ou excesso de mau estudo e má informação”.

(AGUIAR, 2001)

Por esta visão de Gabriel, o Pensador, podemos depreender que:

a) No Brasil, a cidadania está ao alcance de todos, desde que estudem em bons colégios.

b) No Brasil, o maior problema quanto ao respeito à cidadania é a má qualidade das aulas de História.

c) No Brasil, a cidadania não está ao alcance de todos, e estudar em bons colégios não garante nada.

d) No Brasil, as políticas públicas de inclusão social são promissoras no sentido de garantir a plena realização da cidadania.

e) Como foi escrito há quase 10 anos, este texto não corresponde mais à realidade brasileira, tendo em vista os enormes avanços do País.


Ainda não temos resposta. Você sabe responder?