A maior rede de estudos do Brasil

caso concreto

QUESTÃO SUBJETIVA 1 - (Magistratura de São Paulo - 2007 - 2ª Fase) Direito Civil -Dissertação. Princípios basilares do Código Civil brasileiro (Lei nº 10.406, de 10.01.2002). Inovações no Direito de Família em relação ao Código Civil De 1916 (Livro IV, Título I, Substituto I, Capítulos I ao XI).QUESTÃO SUBJETIVA 2 - Carlos e Juliana, após 7 anos de namoro, tomaram a importante decisão de firmar um noivado para, então, começar os preparativos do matrimônio, que perduraram 12 meses, entre organização da moradia do casal e festa decasamento. Tudo estava pronto! A casa mobiliada, a festa inteiramente paga, padrinhos preparados, convites distribuídos e os noivos aguardavam o grande dia quando Juliana foi surpreendida por uma decisão de Carlos: Não quero mais casar! Após momentos desesperados de dúvida e sofrimento, Juliana descobriu que Carlos mantinha um relacionamento paralelo há 2 anos com uma moça que residia na mesma cidade. Por se tratar de uma cidade pequena, em que praticamente todos os habitantes se conhecem, Juliana ficou muito envergonhada e tinha a certeza de que a história da traição e abandono de Carlos rapidamente se espalharia. E assim, de fato, ocorreu, tendo Juliana de desmarcar a festa, informar aos padrinhos e convidados do cancelamento, além de se submeter aos constantes questionamentos e comentários a respeito do que acontecera. Diante desta situação, que orientações você daria a Juliana, na qualidade de advogado(a) dela?

Direito Civil V

ESTÁCIO


1 resposta(s)

User badge image

nathalie de azevedo kjaer Verified user icon

Há mais de um mês

Ação indenizatória por danos morais e materiais
Ação indenizatória por danos morais e materiais

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes