A maior rede de estudos do Brasil

Curso de Farmacologia  Aula 4   Farmacodinamica   Conceitosplay_circle_filled

Transcrição


lá buscar os alunos bem vindos a mais um evento aula do professor Sérgio. Estamos dando continuidade ao nosso curso de farmacologia. Na aula passada iniciamos a aula sobre forma aerodinâmica. Falamos sobre os mecanismos de ação de forma. Essa é a quarta aula do curso de farmacologia. Iremos continuar falando sobre a farma com dinâmica, agora enfatizando os principais conceitos e como eles são interpretados. Então começa agora a aula forma com dinâmica conceitos essa aula. Nós veremos nessa aula, mas veremos o conceito de afinidade de eficácia de potência, os tipos de agonistas e os tipos de antagonistas. Assim que significa a curva doze. Resposta como nós devemos interpretá la? O que é índice terapêutico que a margem de segurança? Então, como nós vimos lá no começo do curso, quando falávamos sobre a fármaco cinética, o farma, qual ser administrado, ele percorre um longo caminho até chegar ao seu local de ação. E no seu local de ação, ele vai interagir com moléculas alvos com alvos terapêuticos. Vimos na aula passada quais são esses alvos? Um dos principais alvos são os receptores. Estão se forma que se vão se ligar em receptores nos tecidos e vão desenvolver alguma ação algum efeito, Mas será que a ação e efeito são a mesma coisa? O que é feito que a ação de uma droga? Nós podemos dizer que a ação das drogas é a combinação da droga com o seu receptor? Quando fármaco ele tem uma determinada afinidade por um receptor? Consegue se ligar, consegue interagir com receptor. Ele está promovendo uma alteração ao alterar se não só com formação. Na verdade, aquilo nós chamamos de ação da droga o mecanismo de ação propriamente dito. Já o efeito da droga consiste na alteração final da função biológica e obviamente vai ser consequência da ação da tropa. A droga age sobre o receptor e ela produz um efeito, então na verdade a ação e efeito, muitas vezes usados como sinônimos, eles possuem tem significados diferentes. Ação é a combinação da droga com o seu receptor, promovendo assim alterações com informacionais e o efeito consiste na alteração final, seja na função biológica alterada, que é consequência da ação da geral. Os principais tipos de efeitos que as drogas podem produzir nas células pode ser a estimulação. Quando a droga se liga no receptor e ao ser ligado receptor, ele aumenta a atividade celular, o que acontece, por exemplo, quando a adrenalina se liga, não só os receptores Adrián étnicos nas glândulas salivares, promovendo estímulo da glândula salivar em produzir mais saúde. Depressão Quando o fármaco se liga no receptor e produz uma redução da atividade celular, o que acontece, por exemplo, com os barbitúricos, quando deprime o sistema nervoso central Irritação é quando a droga produz um efeito lesivo sobre as drogas sobre sobre células. Melhor dizendo Quando o fármaco se liga numa determinada célula, provoca lesão à destruição celular. Isso nós chamamos de efeitos irritativos. É o que acontece. Por exemplo, quando os ácidos são administrados ou drogas é administrada. Essa droga irrita a mucosa gástrica Reposição quando nós acrescentamos uma molécula para substituir uma molécula que esta usina ou é deficiente mente produzida. Por exemplo, quando administramos insulina de aberto, a gente está tentando substituir ou a ausência ou a deficiência na produção da insulina pelo paciente diabético e é feito citotóxicas. É quando a droga quando falam que destrói seletivamente uma célula, por exemplo, os antibióticos que destroem bactérias e poupam as células dos hospedeiros células eucariotas dos hospedeiros quem, mas quando falamos em administração de um fármaco, precisamos falar de doze e o que de fato a dose doze a quantidade adequada de uma droga que é necessária para produzir certo grau de resposta em determinado paciente. Então nós temos algumas informações bastante importantes e limitadoras desse conceito tão doze, uma quantidade de doze a quantidade da droga, mas ao contrário da droga, para que para produzir um certo grau de resposta, obviamente em determinado paciente nós vimos nas aulas de forma que cinética, que os pacientes apresentam estruturas genéticas diferentes, estruturas essas que fazem com que eles respondam diferentemente das drogas. Por isso que ela precisa ser muitas vezes ela, elas elas são unificadas, mas muitas vezes elas precisam ser individualizadas. Então a drogas há doze. Exatamente isso a contada adequada de droga que produz um certo grau de resposta em determinado paciente. Então a droga deve ser determinada em termos de resposta escolhida. Por exemplo, a aspirina, ela pode ter um efeito analgésico ou um efeito anti inflamatório vai depender da dose. Doses menores de zero vírgula, três zero vírgula seis gramas produzem a analgesia. Para se conseguir um efeito anti inflamatório, a dose precisa ser dez vezes maior de três a seis grandes. Essas doses elas podem ser de três tipos. Elas podem ser uma dose terapêutica quando nós atingimos o efeito desejado. Dose pode ser doze profilática, quando ela impede que a condição patológica é assim, se a dose ela pode ser tóxica, quando ela gera efeitos adversos, não dose pode ser terapêutica profilática e a dose pode ser tóxica também. Um outro conceito extrema, muito importante em forma de dinâmica. Já falamos um pouco sobre isso lá na primeira aula, na aula de introdução à forma Ecologia. Se você não viu a sala vala, assista muitos conceitos importância. Falei lá na aula de introdução a farmacologia. Mais um dos conceitos importantes que eu falei lá vão repetir que é o conceito de afinidade. Então, nós falamos no início dessa aula que o farma qual chega ao local de ação. Ele interage com moléculas alvos alvo. Dentre essas são os receptores. Então essa molécula interagir com receptor, ela precisa ter uma tendência de se ligar aquele receptor, e a gente viu como isso acontece. Isso acontece quando grupos químicos da molécula grupos químicos do fármaco tem determinado afinidade. Tem determinado a capacidade de forma ligações com os aminoácidos do receptor. Então essa tendência da droga de se combinar com um tipo específico de receptor, nós chamamos de afinidade, tomou a droga, pode ter um elevado afinidade, seja elevada capacidade de ligação receptou ou uma baixa afinidade, significando uma baixa capacidade de ligação ao receptor, dependendo do que ele vai produzindo. Afinidade é o que é a capacidade de ligação. Dependendo do que o fármaco vai produzir, ele pode ser chamado. Ele pode ser classificado em agonistas ou pode ser classificada em antagonista que significa agonistas. Isso significa antagonista. Para falar de agonistas antagonista precisamos chamar o. Precisamos explicar o conceito de eficácia, então a capacidade de ligação do fármaco ao receptor nós chamamos de afinidade, mas a capacidade de gerar um efeito é a eficácia. Então falou que pode até ter muita afinidade. Pode ter muita capacidade de ligação receptor, mas podem não produzia efeito nenhum. Ele produz um efeito ele é dito. Ele é dito fármaco eficaz, mas nem sempre vai produzir o efeito máximo. Quando é feito o máximo ela chamados agonistas pleno protagonista total Quando esse efeito efeito parcial da chamada de agonistas parcial e quando ele se liga, ou seja, ele tem apenas afinidade, não tem eficácia nenhuma. Ele não gera nenhum efeito, ela chamado de antagonista, tanto a indústria. Outro conceito importante é o conceito de potência e para falar de potência, precisamos e a potência. Na verdade, ela é medida através de uma grandeza chamada concentração efetiva cinquenta. Ela usado para determinar pode ter serem fármaco e o que essa concentração efetiva cinquenta e a concentração na qual fármaco consegue atingir cinquenta por cento da sua resposta máxima. Nós pegamos a maior resposta Resposta máxima do fármaco Quando esse facto atinge metade dessa resposta máxima, nós chamamos isso de concentração efetiva cinquenta. Observando esses dois gráficos, nós vemos dois fármacos, uma forma confins em forma calypso, porque conseguem atingir a mesma resposta terapêutica. Como nós podemos observar aqui, Então forma coxinhas de form