A maior rede de estudos do Brasil

Crime Impossível 06play_circle_filled

Transcrição


que mesmo crime impossível por impropriedade absoluta. O objeto, quando um objeto material não reveste o bem jurídico tutelado. Se o Pedro disparou contra José, lá no corpo do José tinha uma vida. Tinha uma vida. Então o objeto material, corpo do José tinha um bem jurídico tutelado, tinha vida do José. Então, o objeto era sim, próprio para ser protegido. Claro que não se trata de uma hipótese de impropriedade absoluta. O objeto tinha vida lá. Tinha meio jurídico para ser colocado em risco. Então a alternativa B também está errada. Alternativa será absolvido por inidoneidade absoluta no meio. Essa o meio escolhido pelo sujeito, no caso em concreto, não foi capaz sequer de colocar em risco o bem jurídico, o meio escolhido, revólver com balas de festim daquele. Nesse caso, em concreto, não é capaz de colocar em risco em julho. Bem jurídico, não entra nem risco. Classe C A hipótese de que é impossível por inidoneidade absoluto domingo alternativa dia falava que será absolvido. Por ser obra de agente provocador. Não, não tem obra de agente provocador. Ninguém colaborou para a prática do crime, tendo tomado providencia anterior para tornar menor com a conduta para tornar inviável risco ao bem cuidado. É assim que costuma. Quem pergunta vem a resposta será absolvido que todo mundo concorda que será sobre todo mundo. Lembra que será absolvido, mas acaba esquecendo porque, espécie? Porque classificação de crime impossível? Daí a importância de entender o que era impossível. Decorar também. Claro, entender suas classificações. Resposta, então aqui alternativa fide Corinthians perfeito. Vamos para a segunda questão a crime impossível por obra do agente provocador, não flagrante preparado flagrante retardado, flagrante esperado o flagrante presumido qual delas num flagrante preparado. Já vimos que fazendo preparado o que ainda é possível por obra do agente provocador, o flagrante provocado é aquele que a súmula Cento e quarenta e cinco Supremo disse que não há crime quando a preparação da pela polícia torna impossível a consumação. Então pergunta fala quando o crime impossível por obra da agente provocador pelo flagrante preparado? A resposta era alternativa. Peça já estava correta. Vamos descartar as próximas flagrante. Retardar flagrante retardado é uma hipótese raríssima, em que a lei permite isso. Você encontra a Lei de Crime organizado na lei de drogas que a lei permite? Que autoridade, ao invés de prender o sujeito na hora em que percebe o crime que a regra do Código Processo Penal ela possa com ou sem autorização judicial e isso depende da legislação específica. A autoridade. Ela pode esperar e retardar a prisão em flagrante para que para pegar mais gente para pegar o chefe da quadrilha para pegar o líder da organização criminosa, isso é flagrante retardado, também chamado de feridos, não tem nada a ver com o crime impossível. A alternativa assim falava do flagrante esperado flagrante esperado que grande esperar, já vimos aquele em que não há intervenção do agente na dinâmica causal do fato. A gente fica lá só de butuca de campana, esperando que o crime aconteça. Já vimos que prevalece que nessa hipótese a crime a doutrina minoritária, com acordo com o acordo que entende que alguns casos podem ver crime impossível, não por obra da gente provocadora, não será por obra da gente provocado, mas pode ser por em propriedade do servidor objeto ou ineficácia absoluta. Domingo, nada havia, que, também sabe. Também fica descartada Flagrante presumido. Lembram se infláveis presumido aquela hipótese em que o sujeito tenha apanhado momentos após a prática do crime, com objetos, instrumentos que permitam presumir que foi ele a infração tem nada a ver com o crime impossível por obra da gente. Provocada legal, então a alternativa correta que a a de avestruz é de Alemanha legal, tranquilo. Com isso ele chegamos ao final de mais um programa. Prova final foi um grande prazer, tem sido merecedor de sua atenção e a oportunidade de falar um pouco do crime, impossível, matéria das mais tormentosas. Ficamos aqui forte abraço até a próxima.