Violência contra a Mulher: Isso é inadmissível! - violencia-do

Violência contra a Mulher: Isso é inadmissível!

https://img.youtube.com/vi/nKTYx8AUhSI/sddefault.jpg
É justificável um homem bater em sua esposa? Para alguns sim. Esse absurdo foi defendido por um quarto dos entrevistados em 17 dos 41 países pesquisados pela World Values Survey Association. Para mudar essa cultura arcaica, 125 países criaram leis que coíbem a violência doméstica e 52 já criminalizam o estupro marital. Na mesma linha, o assédio sexual é descrito como delito em 117 nações. As medidas tornaram visíveis os abusos, mas eles não acabaram. O Brasil, com a lei Maria da Penha, é o sétimo entre os mais covardes. De 2000 a 2010, foram mortas 43 mil brasileiras (69% em casa), conforme o mapa de violência de 2012 - Homicídios de Mulheres no Brasil - do Instituto Sangari. A sociedade não pode mais ficar de braços cruzados, fazendo tão pouco por tantas vítimas. Mulheres, homens, educadores, pais, a família, amigos, psicólogos, a mídia, os formadores de opinião, assistentes sociais, representantes da lei, médicos e empresários devem somar forças e quebrar esse ciclo alarmante. As mulheres, especialmente, precisam ter a consciência de que todo relacionamento é autorizado. "O outro me agride na medida em que eu aceito." Vamos refletir juntos sobre como esses ciclos se estruturam e o que pode ser feito? Vamos divulgar essas informações? Vamos somar forças? Muitas mulheres se submetem a esse absurdo por vergonha, por se sentirem merecedoras de alguma forma. Por não terem forças para sair dessa situação. Na medida em que percebem que muitas outras mulheres são vítimas da violência, conseguem compreender que o problema está no agressor, e não nelas. Compreendem que é preciso virar o jogo e retomar a própria vida.
@violencia-domestica UNOPAR

Ainda não temos comentários aqui
Seja o primeiro!