A maior rede de estudos do Brasil

Direito Constitucional - Aula 39 - Princípios Fundamentaisplay_circle_filled

Transcrição


Olá, nos carros tudo bem, vamos lá dando continuidade é que o nosso estudo dá direito constitucional, mas vamos falar de um tema extremamente importante como todos, na verdade, aqui fico brincando que eu falo que todos os temas são importantes. Isso mesmo é um tema importantíssimo em qualquer prova. Isso que é o tema princípios fundamentais, inclusive hoje administra. Hoje nós temos uma aluna que na verdade não fica à vontade. Vamos lá trabalhando princípios fundamentais, mas a meus olhos só princípios fundamentais é o gênero É o gênero que deriva algumas espécies, primeiramente, princípios gênero que deriva algumas espécies. Olha, só quando nós falarmos aqui em princípios fundamentais que é o gênero, eu estou falando que desse gênero vai derivar fundamentos da República. O artigo primeiro deriva o artigo segundo, que trata dos poderes da União Legislativo, Executivo, Judiciário, os poderes que também são espécies dos princípios. O artigo terceiro, que trata dos objetivos, que são espécies, os princípios e também o artigo quarto que fala dos princípios, mas ela princípios das relações internacionais, cuidado com questões de prova que cobram bem assim são princípios fundamentais. Princípios fundamentais é tudo que vai do artigo primeiro ao artigo quarto da sua Constituição Federal. Beleza dentro desse tema. Partindo dessa premissa, vamos lá. Vamos falar rapidamente, de maneira bem pragmática para concurso público bem objetiva sobre formas de governo. O que seria? O que seria isso? Forma de governo? Forma de o governo olha só como é fácil forma de governo é a maneira como o poder é conquistado e como são escolhidos os governantes e a maneira como o poder é conquistado. E como são escolhidos o governo, os governos, a verdade é um período de tempo em que o governante permanece no poder. Então, quando falamos aqui em forma de governo, nós estamos falando na maneira como o poder é conquistado em como são escolhidos os governantes, bem como o tempo que esse governo vai permanecer no poder. Beleza Olha, só existem várias classificações sobre formas de governo. Existe a classificação tradicional classificação aristotélica de formas puras e formas impuras como a democracia, tal forma pura, a fotografia, a oligarquia e as somas impuras. Atividade A monarquia, a tirania com a folha de ser uma forma pura, a oligarquia, uma forma impura, bem como a demagogia, serão formas impuras. Mas foi saindo dessa classificação aristotélica. Nós temos uma classificação que a classificação predominante realizada por Nicolau Maquiavel. Maquiavel na sua obra ou princípio, Isso ele fala assim, Na verdade começa o livro de Maquiavel falando isso todo o Estado é um principado ou na verdade, ou repúblicas. Na verdade, hoje, principado, quase uma expressão pouco utilizada, nós utilizamos ou estado, será uma República ou estado. Será uma monarquia, república ou monarquia. Uma definição muito importante é a do professor José Afonso da Silva, grande professor do treinador José Afonso da Silva. O jogo estiver muito desses materiais é conceito que se refere à maneira como se dá a instituição do poder na sociedade. E como se dá a relação entre governantes e governados conceitos que servem a maneira como se dá a instituição do poder na sociedade. Então, quando nós estamos falando em forma de governo, nós estamos falando em repúblicas ou em monarquias, República ou monarquia, beleza júnior. Qualquer diferença entre República e qual seria a diferença entre monarquia Quando eu falo em República é só pessoal. Quando eu falo em República, eu me refiro a seletividade foi porque não consegue ver ela atividade a República. Os governantes são eleitos, claro, governante eleito numa República, nós sabemos inclusive que o Brasil é uma república. É isso desde mil oitocentos e noventa e um se manteve assim, verdade, tivemos um período como monarquia até a proclamação e oitocentos e oitenta e nove mil oitocentos e oitenta e nove. Especificamente, nós somos uma república. Permanecemos assim até a data de hoje, então a grande característica da República. Atividade diferentemente da monarquia na monarquia, na verdade o rei. Na monarquia, ele herda o trono. O critério hereditário pai para filho filho para a questão hereditária. Na verdade, enquanto a república eletiva a monarquia hereditária, a segunda diferença é a questão da transitoriedade temporariedade. Porque porque o governante da república é transitório, temporário? Ele tem prazo, ele tem mandato, ele tem mandato, não é mandado mandato, ele tem prazo, ele vai exercer o seu período transitoriamente temporário. Diferentemente da monarquia na monarquia, não na monarquia, o governante, o rei e a rainha, eles são vitalícios. Com isso, eles gozam da vitaliciedade, então a segunda diferença, a república temporariedade, transitória, transitoriedade, transitou, transitoriedade, quase saiu da monarquia. Vitaliciedade a terceira diferença entre República monarquia porque, na verdade, na República, o governante é responsável pelos seus atos. Ele pode ser responsabilizado. Daí o artigo oitenta e cinco da Constituição da atual Constituição brasileira, que trata do crime de responsabilidade. Diferentemente, na monarquia que o Rei é irresponsável, o Rei não erra isso. Se tiver alguém para não será o rei, não na monarquia, Responsabilidade na República, responsabilidade da monarquia e responsabilidade demorada nesse quadro. Aí você já deve estar com material fórmula captando essa mensagem, avançando. Olha só o Brasil adota a forma republicana, essa forma de governo republicana, desde quinze de novembro, mas já falamos até sobre isso de mil e oitocentos e nove, que foi a proclamação da República. Talal hoje a nossa Constituição. Como assim ao nome do nosso país, a República Federativa do Brasil? Isso a República Federativa do Brasil e a República está consagrada na nossa constituição. Está consagrada no nosso ordenamento desde mil e mil e oitocentos e oitenta e nove se mantendo até a data de hoje. Beleza, Falta uma observação, mas se muito importante concentração agora está em casa. Se nessas aulas preste atenção, agora cuidado com isso. Olha só a forma de governo. Essa forma de governo republicana não é uma cláusula pétrea da lesão, não é uma cláusula pétrea Explícita. Não está previsto no rol das cláusulas pétreas. Lembramos lá do artigo sessenta. Parágrafo quarto da Constituição são a ação que não será objeto de deliberação a proposta de emenda tendente a abolir a forma federativa de Estado dois. O voto direto, secreto, universal e periódico três A separação dos poderes quatro. Os direitos e garantias individuais não está na República e não vai achar república, não é uma cláusula pétrea explícita. Contudo, o cuidado, a violação ao princípio republicano é motivo para a intervenção federal. Meu amigo, um cara que quiser burlar a forma de governo republicano nos estados, pode tomar uma intervenção federal, atesta. Olha só o que diz o artigo trinta e quatro da Constituição Federal. Cuidado! Olha só levo comigo o artigo trinta e quatro. A União não intervirá nos estados e no Distrito Federal, exceto para olha o que diz o inciso sete assegurar a observância dos seguintes princípios constitucionais Letrar a forma republicana o sistema representativo e o regime democrático Beleza tranquilo e fala direitos da pessoa humana também já intervenção Autonomia municipal, prestação de contas A aplicação do mínimo exigido da receita resultante dos impostos estaduais, todos aqui gera intervenção, bem como se não for assegurado à forma republicana. A forma republicana retratou a cláusula pétrea Não, mas seu burlar seu violar gera o que esse princípio intervenção federal Intervenção federal Leia de novo Olha só é a forma de governo é uma cláusula pétrea explícita não está lá no artigo sessenta, parágrafo quarto, mas vou falar daqui a pouco se ela pode ser uma causa, a PEC implícita posicionamento do Cespe, mas olha só. Contudo, a violação ao princípio republicano é um motivo que gera intervenção federal são na verdade está lá como um princípio sensível, beleza grávida. Essa pala