A maior rede de estudos do Brasil

5 - Arquivo Corrente Intermediário e Permanente Valor Dos Documentosplay_circle_filled

Transcrição


rolar nesse módulo. Nós vamos falar sobre o ciclo vital dos documentos, ele estar para você o seguinte esse é um assunto muito importante, a arqueologia é um assunto bastante cobrado em provas de concursos. É um assunto que a gente tem que ver com muita atenção. Muito cuidado com muito detalhe, porque é um assunto bastante cobrado mesmo. Eu acho importante, inclusive, a servir de base para outros assuntos que a gente estuda nossa matéria. Vamos trabalhar. Isso com muita calma, muita atenção, porque o assunto realmente importante, então, começa a analisar o seguinte o que seria o ciclo vital dos documentos ou a chamada teoria das três cidades, dos arquivos? Então, não é só então os documentos de arquivo eles têm um ciclo de vida formado por três cidades diferentes, Daí o nome, teoria das três cidades ou ciclo vital dos documentos, que são os arquivos ou a idade corrente, a idade intermediária e a idade permanente. Estamos documentos. Eles têm um ciclo de vida formado por três cidades diferentes da cidade de Corrente também. Diário permanente Bom comparando, é como se fosse o nosso ciclo de vida para o nosso ciclo de vida do ser humano também é formado por três cidades primeira idade, crianças e adolescentes, segundo a idade. Na idade adulta e terceira idade, que são os idosos, haverá a mesma ideia. A pessoa, ao longo da vida dela, vai mudando de idade, conforme vai cumprindo o ciclo de vida. Esta pessoa, pais para primeira idade, evolui. Para a seguridade Evolui potencialidade. Também não fica parado na mesma idade a vida inteira. Documento é assim também. Então, durante a vida dos documentos, ele cumpre o ciclo de vida formado por três cidades distintas. Primeira idade corrente segundo idade intermediária, terceira idade permanente vão avançando mais um pouquinho. Então nós temos aqui o que eu acabei de confirmar para vocês a primeira idade, idade corrente, seguridade, idade intermediária, terceira idade, idade permanente também chamados de arquivo corrente, arquivo intermediário e arquivo permanente. Bom baseado nisso já pode começar a analisar algumas questões. Olha só uma questão de cobrar uma prova da Esaf. O ciclo de vida dos documentos está dividido em três fases. Outras cidades que a mesma coisa que são fazem corrente fase intermediária, fazem permanente perfeito. Então faz uma idade, a mesma coisa. Um ciclo de vida é formado pelas três fases, ou três cidades documentais, perfeito, bom, outra banca e só para variar um pouquinho, E a olha só. Como o assunto é o mesmo, As três cidades documentais podem ser denominadas de corrente semi ativa e informativa, decorrente, intermediária e permanente. A gente pode até dizer, lá na frente, que o arqueiro intermediate a característica de ser negativo, mas o nome técnico é corrente intermediário e permanente, portanto item incorreta só esses temos que tem que adotar no ciclo de vida. Uma teoria dessas cidades a mudar de bairro agradece, varia um pouquinho só com relação à idade. Os arquivos são chamados de corrente temporário, não e permanente. O problema que o temporário é temporário, intermediário, portanto, item incorreto. Então, o correto é corrente. Tem diário permanente também. Esse é o ciclo de vida dos documentos, analisa essas duas questões aqui para comparar? Olha só essa primeira. As fases do ciclo de vida de um arquivo são duas corrente e permanente. Isso só duas coisas totalmente erradas são três corrente intermediária e permanente. Olha só essa questão que não há prova do TSE do Acre, compara. Conheça aqui no terreno para da mesma banca. O ciclo documental é construído especialmente por duas fases corrente intermediário rádio de novo não são duas fases, três correntes intermediária permanente tambem então? Não acredite em questões que vão te dizer que o arquivo é formado por duas cidades. Quatro idades, cinco idades são três idades Corrente intermediária e permanente. Tranquilo, avança mais um pouco. Então, para descobrir os detalhes desse assunto para fechar aqui mais uma questão. Atualmente, com a evolução da arquivística, o ciclo vital dos documentos passa por quatro fases. E aí o ciclo dividido em quatro fases. Claro que não são três fases não quatro, corrente intermediária permanente, portanto, tudo errado. Aqui são três idades correm? Chamei diário permanente, então já entendeu! E como é que a coisa funciona? Então o documento é um ciclo de vida. E esse ciclo de vida é formado por três cidades distintos. Analisa que comigo é só as três cidades? Ciclo de vida Nós temos as cidades, a primeira idade que a idade corrente, a segunda idade, Que a idade intermediária e a terceira idade, que a idade permanente avançar mais um pouquinho, então ver como é que funciona. Na prática. Então, a teoria? Essas cidades têm a ver com o ciclo de vida da teoria. Estas cidades refere se a sistematização do ciclo de vida dos documentos. Aqui, Riscos perfeita. Exatamente isso A teoria da cidade tem a ver com o ciclo de vida dos documentos. Uma coisa tem a ver com a outra, esta para avançar mais um pouquinho, vamos falar um pouco sobre os valores que o documento tem que justificam a sua barra No Arquivo Bom, a gente já sabe que o arquivo local que guarda o documento e aí você vai guardar os documentos no arquivo. Com o passar do tempo, a gente pode eliminar documento sim, Então arquivo pode e deve eliminar documentos. Isso a gente vai trabalhar com relação ao valor que o documento, por exemplo, esta ideia é bem simples Você deve guardar os documentos. Se esses documentos tiverem valor enquanto esses documentos tiverem valor, a coisa é bem tranquilo. É só aguardar documento enquanto aquela informação for útil para você. Uma coisa até bem lógica, o que a gente faz com nosso arquivo pessoal e o que a empresa também vai fazer. Um arquivo dela. Por exemplo, você tem o contrato desses cursos que está fazendo agora. Com certeza guardou esse contrato e vai aguardar enquanto essa informação foram para você depois que o curso acabar esse prazo, questionamento para escrever vai eliminar esse contrato. Se arquiva natural, você vai desocupar espaços esse documento para novos documentos que surgem no dia a dia. O arquivo funciona, Você recebe hoje uma fatura do seu cartão de crédito. Você vai guardar essa fatura. Vai pagar o valor que você tem que pagar, aguardar um tempo. Caso haja um questionamento, vai chegar um momento, você vai eliminar esse documento. É natural a gente eliminar documentos. Não é bom eliminar documentos no arquivo para que para liberar espaço para guardar novos documentos que virão agora, como é que a gente controla isso? Baseado no valor que o documento tem análise aqui comigo? Os documentos podem ser guardados pelo valor primário ou pelo valor secundário. O valor primário está relacionado ao valor administrativo e o valor secundário está relacionada. Valor histórico documento pode ter. Então, não sei se você vai lembrar da memória anterior que a gente viu que o arquivo guarda documentos com duas finalidades. Num primeiro momento, o arquivo guarda documentos para fins administrativos. Num segundo momento, o arquivo guarda documentos para fins históricos. Entre essa questão do valor, quando você guarda o documento para atender as necessidades da empresa no dia a dia. Então, você está aguardando pelo valor primário, valor administrativo primário, que é o primeiro valor documento tem na vida isso. Você guarda documentos para preservar a história para possibilidade. Então você tá guarda nesse documento para o valor secundário ou histórico desse documento. Então vale o primário falou secundário, Paulo Administrativo, valor histórico Como avançar mais um pouco e então, então há uma analisa que o seguinte O que seria o valor primário ou administrativo que o documento pode ter são aqueles documentos vinculados às atividades que estão em andamento na empresa ou que ainda podem ser questionados de forma administrativa, legal, jurídico. Então, o documento que estão sendo resolvidos estão em andamento, ou seja, na idade corrente, primeira idade ou que já foram resolvidos, mas alguém ainda pode questionar