A maior rede de estudos do Brasil

03 5 - Tronco Encefálico- Bulbo, Ponte e Mesencéfalovideo play button

Transcrição


a gente vai falar sobre a tronco encefálico e sua estrutura macroscópica, o tronco encefálico, composto basicamente por três estruturas de superior para inferior, onde central de material para causar. A gente tem o mesencéfalo, a ponte e o mundo, outro essa falha que ele funciona, basicamente como uma comunicação entre três outros grandes componentes do sistema nervoso central. Seriam eles a medula, o cerebelo e o cérebro. Composto pelo de encéfalo e pelo telencéfalo, o tronco encefálico é composto em sua interiormente. Ele é formado pouco. Substância branca, substância cinzenta, substância branca. Vai se apresentar como tratos, fascículos de ministros e como os pedúnculos Para Belarus, que seriam o que conectaria o tronco ao cerebelo, a substância cinzenta vai se apresentar diferentes de com nossa, apresenta na medula e no corte que aquela se apresenta somente em forma de núcleos que seriam agrupados de cocos neuronais presentes dentro, entremeados por substância branca. Cada vez que há seis fascículos que esses estados, ou que esses núcleos se apresentarem mais próximos à superfície do tronco, eles vão formar saliências e através dessas saliências que a gente vai seguir para poder orientar. Nossa anatomia macroscópica no tronco, dentro do tronco, também tem uma estrutura chamada formação reticular. Ela não é exatamente uma estrutura limitada perfeitamente delimitadas, mas ela vai funcionar como se fosse um interruptor para o córtex cerebral. Além disso, um ponto importante para nós poder seguir a anatomia do sistema nervoso central são as suas facilidades. Aqui não tem essa falha que a gente vai falar da cavidade do quarto ventrículo e a sua comunicação superior, que seria o aqueduto cerebral e a sua comunicação inferior que seria o canal central do mundo. Nessa imagem, a gente já vai começar a ver o que a localização do tronco encefálico o tronco encefálico ele se localiza anteriormente ao cerebelo, comunicando se com ele através dos pedúnculos lares. A estrutura mais proeminente do tronco encefálico seria pontos acima dela. Nós temos um mês encerram aqui. A gente pode observar o pedúnculo encefálico cerebral e abaixo dela nós teremos o mundo, sendo que é uma divisão entre Hamburgo e a ponte através do sul. O bulbo continua aqui representado entre a ponte, a ponte entre o tronco cerebral e o cerebelo. A gente tem a cavidade do quarto ventrículo. A cavidade do quarto ventrículo se comunica com a cavidade do terceiro ventrículo através do Aqueduto de Silvio, o aqueduto cerebral e se comunica interiormente um canal central do mundo. Aqui a gente consegue observar uma vista ventral do tronco cerebral, as suas relações com as demais estruturas do sistema nervoso central. A gente consegue perceber aqui o cerebelo, a porção anterior e média do lobo temporal e a relação do tronco encefálico com as estruturas de encefálicas aqui representadas principalmente pelos corpos familares e pelas estruturas da via ótica, aquilo que seria no caso que as maiores consegue observar ainda aqui a glândula e pobre bom nessa imagem já consegue ver o que consegue ver, principalmente para pontos a ponte. Aqui a gente consegue ver uma estrutura que a gente chama de barriga da ponte, ou então para ponte propriamente dita. Essa estrutura. Ela tem uma depressão no centro que se chama sua base lá esse suco base. Lá ele serve para abrigar a artéria basilar, que é uma das formadoras do polígono de Willis, que é o principal sistema de irrigação arterial do sistema do cérebro. Aqui a gente consegue observar o sul, o burgo continua e abaixo dele. Nessa outra imagem eles conseguem ver melhor sem as outras mais estruturas do sistema nervoso central consegue ver melhor a relação da ponte. Aqui a barriga da ponte, o mesencéfalo, aqui representado somente pelos pedúnculos cerebrais, sendo que entre os pedúnculos cerebrais a gente consegue ver uma substância, uma região onde penetram os vasos que vão ligar essa região, já uma chamada de substância perfurada posterior. Não acho que a gente vê a barriga da ponte sul com base lá e a gente consegue perceber que a barriga da ponte emite mais fibras em direção posterior. Essa porção grossa das fibras aqui se dirigiam. Região posterior chama de pedúnculo cerebelar médio ou o braço da ponte. Temos conseguido dividir o braço da ponte da barriga da ponte através da emergência do quinto para o quinto nervo craniano, o que seria o nervo trigêmeo. Abaixo da ponte a gente consegue ver o sul como continua e aí a gente vai conseguir alimentar as estruturas do mundo, Assim como a medula. O bobo tem um sul, tem uma fissura mediana anterior. Além disso, ele tem um sulco lateral anterior e um sulco lateral posterior entre a pessoa mediana anterior e o sul colateral anterior. A gente tem o que a gente chama de pirâmide. Os bárbaros, que seria a parte em que o trato com risco espinhal desse através até a medula. Essas pirâmides várias ela se forma proeminente nessa região, sendo que elas vão em determinado momento do bulbo, mas interiormente cruzar para o lado oposto. Quando elas cruzarem para o lado oposto, elas vão obliterar parcialmente essa fissura mediano anterior, formando uma estrutura que a gente aponta como negociação das pirâmides ao lado de cada uma das pirâmides. Bares A gente vai ter a um nível Buba, que ano que abriga o núcleo olivar superior. Nessa visão, a gente vai seguir olhando onde estão os corpos similares e a partir daí ainda é sempre a gente conseguiu finalmente entender a visão central do tronco. Essa falha então ao lado dos corpos similares, a gente vai ter os pedúnculos cerebrais abaixo dele. A gente vai ter a ponte barriga da Ponte Sul com base lá. Emergência do quinto para e. Pedro Paulo celebrou cerebelar médio abaixo da ponte. A gente vai ter o suco, continuo professora mediana anterior, sulco lateral anterior e sul colateral posterior degustação Nós esperamos, tiramos de Cuba e Olívia, quando o professor mediana anterior se encontra com o suco base lá ela vai formar um orifício, sendo que esse benefício termina em fundo de saco. Vai ser difícil que fica exatamente na linha média chama de forame cego. Aqui a gente tem uma visão dorsal do tronco cerebral. A gente consegue perceber que nessa vista nessa vista dorsal, a gente não consegue se alimentar bem os pedúnculos pilares. Tivemos aqui mais lateralmente e ver essas estruturas aqui que nós chamamos de veículos abaixo deles. A gente vai ver aquele braço da ponte Pedro Paulo Sena Abelar Médio, nessa imagem que consegue ver o pedúnculo. Será bela, superior, mas não perdoou Sabella inferior porque são esperam colocar Abelardo, são a forma como o tronco se comunica com o cerebelo. Existem três Pedro superior, o médio e o inferior. Aqui a gente consegue ver o que forma o assoalho do quarto ventrículo. Nós chamamos de força comboio e, abaixo, nós conseguimos ver a porção bomba pela vista. A obra mostra a gente não consegue pela pela vista dorsal, ele não consegue pela revista dorsal delimitar exatamente onde fica o mundo onde começa a pontos, a gente consegue simplesmente delimitar o que é porção fechada do mundo. E o que é força rombo? porque aqui, na posição fechada do bulbo, nós conseguimos delimitar também os sucos Mubarak, que são aqueles os que continuam que se continuam com os sucos presentes na medula. Aqui eles têm um suco mediano posterior. Se termina abrindo em dois folhetos que vão ajudar a formar o pedúnculo será bela, inferior. Converte se que em que o documento Janot mediano posterior, associada a gente chama de Roberts ao lado do sul mediano posterior. A gente tem os sulcos intermédio posteriores e depois nós vamos ter os sucos laterais posteriores entre o suco, entre entre hoje os sucos medianos posteriores. La internet posterior A gente vai encontrar dois fascículos o fascículo Graça, mas mundialmente o fascículo como informa e mail. Lateralmente esses, esses fascículos eles vão, eles são ascendentes na medula, também acendem no mundo que fazem conexão com dois com seus respectivos núcleos no campo de graça e os núcleos com reformas, sendo que eles vão se projeta