A maior rede de estudos do Brasil

Aula 08 Restos a Pagar e DEA em Mapas Mentais Prof Wagre Base Mapeada AFOvideo play button

Transcrição


Olá pessoal, Seja bem vindo ao base mapeada hoje para a nossa aula de número oito, continuando a e com a disciplina Administração financeira e orçamentária. Eu sou professor e daremos continuidade. Então, agora ao nosso curso pessoal, na aula passada, nós vimos além de os estágios ou etapas da receita e da despesa, nós começamos a ver que restos a pagar despesas de exercícios anteriores. Eu prometi para você que a nossa próxima aula esta aula, nós iremos rever restos a pagar despesas de exercícios anteriores com exercícios para que você não entre em desespero, que é o que acontece. Muitas pessoas elas têm mão em querem entender de mais do que se trata o assunto e não se apegam a como este assunto pode cair em provas. E para provar que esse assunto é fácil, estamos aqui novamente para rever a última parte da aula passada com exercícios. De repente a sala vai ser uma das mais curtas, até porque o tempo também. Hoje, para mim é um pouco corrido, são sete, trinta da manhã, eu tenho compromisso às nove. Nós vamos lá pessoal, então, restos a pagar Nós vimos que são resíduos passivos, classificados como despesas extra extra orçamentárias, Ou seja, não integram o Orçamento. Vimos que despesas extras, extra orçamentárias aqui ou receita, ou despesa ela é orçamentária. Quando integra o orçamento, ela é esta orçamentária. Quando não integra o orçamento como restos a pagar, não integra o orçamento, ela é uma despesa extra orçamentária. O que, então restos a pagar a despesa extra orçamentária não integra o orçamento. Vimos que não integram o orçamento mais integram a programação financeira do exercício em curso e vimos que podem ser distinguidas em restos a pagar processados quando existe o empenho e a liquidação vistos lá na aula anterior, empenho e liquidação. Ou ela é classificada em restos a pagar não processados, quando existe apenas a fase do empenho, a etapa ou estágio do empenho então pessoal, dito isso, vamos resolver algumas questões aqui. Olha só restos a pagar são chamados também de resíduos passivos. Olha como o Cespe cobrou isso nessa questão. Olha só o pessoal, a questão de número um. Consideram se restos a pagar ou resíduos passivos, as despesas empenhadas, mas não pagas dentro do exercício financeiro, logo, até trinta e um de dezembro. Ou seja, a questão está correta, é pessoal. Consideram se restos a pagar os resíduos passivos, que são empenhados, mas não pagas dentro do exercício financeiro. Porque vamos analisar a questão para só resta pagar ou resíduos passivos correto? Nós e mosquito restos a pagar são resíduos passivos que não foram pagos no exercício. Mais que foram empenhados, olha que pessoal, na nossa distinção de restos a pagar, perceba que o resto a pagar ele só pode ser processado ou não processado e seja processado ou não processado. Ele sempre terá o seu empenho, porque ele sempre terá sido empenhado. Então olha, só. Consideram ser essa pagar resíduos passivos despesas empenhadas, mas não pagas dentro do exercício financeiro, logo, até trinta e um de dezembro, a questão estar correta. Porque então, o pessoal essa pagar são classificados como despesa extra orçamentárias, Ou seja, não integra o Orçamento como ficar na sua prova. Coloquei o gabarito que vamos tirar provisoriamente. Os restos a pagar são despesas orçamentárias, a questão ficou errada. Por isso é pessoal restos a pagar, como nós vimos, não entregue no orçamento. Ou seja, são despesas extra, orçamentárias, despesas, esta orçamento etária, qualquer pessoal. Então, dando continuidade que estão sete, então ficou agressões de número errado. Lembrando que você vai receber embaixo. Você vai ter um link para pegar a lista de exercícios que respondeu. Os exercícios novamente estão dando continuidade pessoal. Vimos então que resta pagar. São despesas extra orçamentários, pois não integram o orçamento. Restos a pagar integram a programação financeira dois esses incurso. Apesar de não integrar o Orçamento, olha só pessoal. Como que isso? Quem prova? Os restos a pagar são constituídos por recursos correspondentes a exercícios financeiros já encerrados. No entanto, integram a programação financeira do exercício em curso e a questão está correta na pessoa correta. Olha a questão de número cinco que já está com o trabalho e também de errado. Vamos achar o erro tendo em vista que são constituídos por recursos correspondentes ao exercício financeiro já encerrados. Exercícios financeiros já encerrados, os restos a pagar não integram a programa Programação Financeira do Exercício em curso pessoal. Está falando que o resto a pagar não integra a programação financeira em curso, ou seja, aterrada, porque os restos a pagar integram sim a programação financeira em curso, o que então cresceu o número cinco. Ele afirma que os restos a pagar não integra a programação financeira do exercício em curso. Só perceba como ele se induz ao erro facilmente. Porque de fato, você pensa o seguinte Poxa, são recursos correspondentes a exercícios financia Lisa Encerrados então realmente essa pagar não entregam a programação financeira desses recursos? Não, Eles são exercícios na ser encerrados, passados, ou seja, não integram o orçamento corrente, mas integram a programação financeira do exercício em curso. Se vai ser pago pessoal, tem está na programação financeira. Uma coisa está no orçamento, outra coisa é estar na programação financeira. O que mais uma vez eu peço que você evite viajar de mais no tema de que ele se especializar, condicionou seu cérebro para acertar questões. Concurso, depois que você passava, se entende esse negócio para você passar você vai fazer um curso especialização se você quiser sobre o interesse. Claro que você entende melhor. Isso preocupa no momento ingressar no serviço público, O que eu, por exemplo? Hoje? Eu sou auditor. Quando entrei para a auditoria, não sabia na área de contabilidade ou quase nada de contabilidade. Na verdade, até hoje não sei. Mas, enfim, quando entrei, eu fui fazer alguns cursos de contabilidade para que, para poder ter uma noção maior de contabilidade, já que usaria aqui no meu dia a dia. Então, depois que você trata, mas você nem vai precisar saber de afro. Se precisasse, vai. Faz um curso de arte específico não para concurso, mas para trabalhar com a então, dando continuidade à sua pagar pessoal podem ser distinguidos em restos a pagar processados e restos a pagar não processados, como quem prova pessoal a questão de número dois Restos a pagar são despesas empenhadas, despesas empenhadas, mas não pagas até trinta e um de dezembro, desses corrente, distinguindo se entre processadas e não processadas. Olha só pessoal, a questão está perfeita, a questão está correta. Choque porque, de fato, essa pagar, são processados ou não processados, mas sempre são empenhados. Então é isso que a questão fala. Ele deixa bem claro despesas empenhadas, extinguindo serem processados e não processados, porque a questão de número oito, que está errada a questão define desde dois mil doze, o registro de restos a pagar deve ser feito por exercício credor, não havendo distinção, não havendo distinção olha que pessoal, não havendo distinção entre despesas processadas não processadas ou seja, ele está dizendo que é tudo no mesmo bolo não há uma distinção, e assim uma distinção para sua questão está errada. Olha só se ele tirasse ou não, a questão ficaria certa. Mas como ele colocou não, a questão torna se é errada. Pessoal. Questão de número dez Banco da Amazônia dois mil e doze Os restos a pagar correspondem às despesas empenhadas e não pagas até trinta e um de dezembro. Olha só pessoa novamente falou em despesa empenhada é resto a pagar o que foi empenhado e não foi pago resto a pagar. Porque, se não houve empenho é despesa de exercício anterior, conforme a gente vai rever daqui a pouquinho. Por que, então, elas são classificadas em despesas processadas, Isto é, já liquidadas. Olha só a pessoal processadas. Ou seja, já liquidadas ou não processadas foram não liquidadas, porque a processada é que houve empenho, liquidação e a não processada, que houve empenho. Mas não hou