A maior rede de estudos do Brasil

Aula 07 EstágiosEtapas de Receitas e Despesas em Mapas Mentais Prof Wagre Base Mapeada AFO[1]video play button

Transcrição


Olá, pessoal, Seja bem vindo a nossa sétima aula do curso base, uma perda para concursos. Sete de aproximadamente trinta aulas Onde hoje nós continuaremos vendo um pouco mais sobre administração financeira e orçamentária pessoal. Na nossa última aula, na aula de número seis, nós vamos receitas e despesas públicas. Começamos a ver receitas e despesas públicas. Vimos a classificação mínima da receita das receitas e das despesas públicas, onde essa classificação mínima é a categoria econômica, grupo de natureza e modalidade de aplicação. Vimos então um pouco sobre a categoria econômica, que são as receitas correntes e de capital, e as despesas correntes e de capital. E vimos o grupo de natureza, que são as receitas correntes, o tricolor para estrangulou as receitas de capital que é o aluno amor. Transou e vimos ainda as despesas correntes, essas três e as despesas de capital essas três. Porque na aula de hoje pessoal nós seremos bem, então, os estágios da receita e os estádios da despesa, também conhecidos como etapas da receita e etapas da despesa com pessoal. Em primeiro lugar, vamos ver aqui porque eu coloquei essas cores. Perceba que o primeiro estágio Etapa da Receita é a previsão e o primeiro estágio ou a etapa da despesa é a fixação. E ambos estão em azul. Estão em azul porque eles fazem parte dos estágios, estágios ou etapas de planejamento ou que estão no estágio da receita, No primeiro estádio da receita, a gente vai prever quais são as receitas. Ou seja a gente está planejando. No primeiro estágio da despesa, a gente vai fixar as despesas conforme a previsão das receitas, ou seja, também planejamento qualquer. Já esses demais estádios, ou etapas, aqui da receita e da despesa, são estágios etapas da execução. Então, a previsão da receita é planejamento. O lançamento, a arrecadação e o recolhimento constituem etapas de execução. O mesmo se aplica a despesa, a fixação da despesa é um planejamento, É uma etapa de planejamento. E o empenho, a liquidação e o pagamento da despesa constitui em etapas de execução da despesa qualquer. Estou colocando isso dessa forma pessoal, porque a gente já vai ter agora, por exemplo, uma questão como isso pode cair na sua prova, então vamos um pouco mais sobre previsão, olha só pessoal previsão, então a previsão da receita é um procedimento da etapa de planejamento, conforme eu coloquei para você, O que é a estimativa de quanto se espera arrecadar no exercício financeiro? Ou seja, a previsão realmente da receita, ou seja, pessoal, é uma estimativa. Se você coloca que a previsão é de um milhão, é certo que terá um milhão de receita. Não é apenas uma estimativa da receita que se espera arrecadar no exercício financeiro. Exercício financeiro no Brasil coincide com o ano civil, primeiro de janeiro a trinta e um de dezembro, que essa previsão da receita de pessoal será acompanhada de demonstrativo da evolução nos últimos três anos. Isso pode cair na sua prova. Agora Olha que o próximo passo pessoal, o lançamento, que nós já sabemos, é uma etapa da execução da receita. Olha o lançamento pessoal, o lançamento, então, é um procedimento próprio da etapa de execução. Como a gente acabou de falar Eu vou até marcar que execução, porque olha como quem prova e comprovando que eu te falei agora pouco. Questão SEXTA- analista administrativo Contábeis ainda em dois mil e treze o lançamento, o lançamento, procedimento próprio da etapa de planejamento pessoal. Acabamos de ver que o lançamento, que é um procedimento próprio, um procedimento próprio da etapa de execução e a única que ele colocou aqui que o lançamento é um procedimento próprio da etapa de planejamento orçamentário. Está associado a previsão da receita. Ele fez aí samba Love, deixando a questão então errada. Porque pessoal, se ele tivesse colocado aqui, previsão, procedimento próprio da etapa de planejamento orçamentário está associado. A previsão da receita ficaria repetitivo, mas estaria certa porque há previsão conforme a gente viu que a previsão sim é uma etapa do planejamento que a gente viu que a previsão é uma etapa de planejamento certo. Agora o lançamento não é uma etapa de execução, como aqui. Ele colocou que o lançamento, colocando aqui de volta para tornar novamente a questão errada como ele colocou que o lançamento é um procedimento próprio, etapa de planejamento Ele deixou a questão errada, porque então, o gabarito da questão, questão errada, deixar ao continuando então o lançamento é um procedimento próprio da etapa de execução. Beleza é um ato da repartição fazendária, que identifica o devedor, o valor devido e as penalidades, quando for o caso, no lançamento. Esse lançamento ele pode ser feito de três maneiras São três tipos de lançamento O lançamento de ofício, quando efetuado pela própria administração. O lançamento por homologação, quando efetuado pelo contribuinte. O que e o misto, claro, chá misto? Ele vai unir os dois, colocaram um exemplo, que agora, porque não costuma cair. Então a fundo os tipos de lançamento. E quando a gente vem estudando um pouco mais de direito tributário, teremos talvez, uma ou duas aulas de direito tributário. A gente vê um pouco mais sobre isso qualquer explica um pouco mais sobre isso, porque para a prova de administração financeira orçamentária basta você saber que os tipos que primeiro lugar, lançamento é uma etapa de execução, que o lançamento é o ato da repartição, fazem da área que identifica o devedor, o valor devido e as penalidades, quando for o caso, e que existem três tipos de horas de lançamento de ofício, por homologação ou misto. Olha como isso pode cair na sua prova? Que só a questão de número três analista Antaq dois mil nove. No que concerne às há estágios da receita. O lançamento de ofício é efetuado pela administração. Olha só pessoal. Lançamento de ofício é efetuado pela administração sem participação do contribuinte. A questão está perfeita, Gabarito da questão, questão correta. Então dando continuidade pessoal, próximo estágio que da receita pessoa. Ouvimos então que os estados da Receita são até aqui previsão lançamento nessa ordem pessoal, então, o próximo estágio da receita. A arrecadação então, previu determinada receita, lançou o ato da repartição, fazendo a área. Foi houve o lançamento e em seguida, vem a arrecadação. Por exemplo lançamento pessoal, lançamento aqui, agora, no começo do ano, de IPTU e pegar porque vamos colocar aqui o governo do Distrito Federal ou que seja a União. Previu uma receita de um trilhão ou como colocar um bilhão em IPVA, IPTU, beleza. Isso foi uma previsão aí. Lançou o fez o lançamento. No caso do HPV, o lançamento de ofício, a própria administração faz o lançamento sem a participação do contribuinte humana. Caixa do contribuinte. Aí vem o próximo passo da Receita, que é o que a arrecadação olha só na arrecadação. É um estágio onde o contribuinte líquido a sua obrigação junto aos agentes arrecadadores, ou seja, a pessoa ao contribuinte É quando você que paga até o IPTU e IPVA ou qualquer outro tributo, quando você paga junto aos agentes arrecadadores. Quem são os agentes arrecadadores pessoal, são os bancos que são os bancos credenciados a receber esses tributos, agentes arrecadadores os bancos. Ou seja, quando você contribuinte, quando você cidadão, vai até um banco e efetuou o pagamento de um tributo, olha só pessoal nessa etapa que pertencem ao exercício, às vezes as receitas nele arrecadado, isso que é muito interessante pessoal, porque a gente está falando aqui sobre a arrecadação e, nessa arrecadação a gente tem que ter em mente Isso pertence ao exercício, as receitas, nele, a arrecadadas? Porquê, porque quando a gente estuda contabilidade, existe o regime de caixa, o regime de competência? Por quê? Regime de caixa O momento que entra regime de competência? É como o próprio nome sugere, a qual exercício compete àquele tributo, ao que, nesse caso aqui, pessoal, para a administração financeira e orçamentária, a gente tem que ter em mente que pertencem ao exercício as receitas nele arrecadadas. Ou seja, regime de caixa, porque pertence ao exercício de dois