A maior rede de estudos do Brasil

Extensivo Química- Aula 16 - Química Orgânica - Nomenclatura de Hidrocarbonetos - (parte 1 de 1)video play button

Transcrição


fala agora Beleza! A gente começa com mais uma ronda o vestibulando. Teremos hoje química orgânica com aula de nomenclatura dos hidrocarbonetos. Eles podem pessoal, Queria deixar um recado para vocês. Inscrevam se no nosso canal no YouTube Porque só assim vocês vão ficar a par de todas as nossas novidades. Beleza pessoal, como então? A gente procura a caneta na mão? Os hidrocarbonetos são os compostos orgânicos formados apenas por hidrogênio e carbono e, por isso, sua forma original é ser gay. Por ser gay, por não significa apenas carbono hidrogênio na fórmula existem como a gente já viu na aula passada uma quantidade muito grande de compostos orgânicos, cerca de mais ou menos de oito ou nove milhões. Por esse motivo, eles são agrupados em classes ou funções que apresentam propriedades químicas parecidas. Isso facilita o estudo ao longo da sala. Nós veremos muitas, mas muitas regras distintas para nomear as diversas estruturas e formas com as quais a gente pode encontrar um hidrocarboneto. É bom frisar que essas regras, se a gente vai ver muitas delas também servem para nomear as demais funções químicas, porque nós vamos aprender como álcoois, aldeídos e assim por diante. A necessidade de uma nova viatura sistemática. Primeiramente, o que é a nomenclatura sistemática? Uma nomenclatura que possui uma estrutura lógica de criação. Isso significa que cada parte do nome de um hidrocarboneto, por exemplo, surge de uma regra ou de um conjunto de regras na maior parte dos casos, ou seja, o nome com o qual a gente monta um hidrocarboneto não é um nome inventado. Na maioria das vezes ele tem o motivo de ter uma razão de ser e com que a grande vantagem nós utilizarmos uma nome cultura sistemática para nomear os hidrocarbonetos. Primeiro que a quantidade de hidrocarbonetos com a gente já viu muito grande da ordem de milhões. Imagina você nomear milhões de hidrocarbonetos distintos e lembrar de um por um possível, com uma nova cultura sistemática, fica mais fácil de não se identificarmos esses compostos. Outra coisa também é importante a questão da padronização. Quando você padroniza alguma coisa, você facilita tanto a comunicação como também à divulgação científica, por exemplo os nomes surucucu, surucucu, tinga e cobra topete. Todos esses nomes se refere ao mesmo animal, que é uma espécie de cobra e norte que se nós falarmos em inglês, francês, alemão e assim por diante. Nas outras línguas, nós teremos muitos outros nomes diferentes, exatamente por isso que nossos padronizar nos, como, por exemplo, através da aplicação do nome científico Ash meses multa por nome dessa espécie de cobra fica muito mais fácil identificá la em qualquer língua, porque porque as demais línguas também seguem esse padrão? A mesma lógica existe quando foi pensada a criação da nomenclatura dos compostos orgânicos, uma regra que facilita tanto a identificação quanto à classificação dos compostos orgânicos. Existe pessoal, inclusive uma outra vantagem A nomenclatura que a gente utiliza é tão poderosa, mais tão poderosa que a gente tanto pode, a partir da estrutura da molécula multar o nome, como também a partir do nome deduzir qual vai ser a estrutura da molécula. Os dois caminhos são válidos. Dito isso, vamos só agora, um pouquinho deu parque resumidamente, organização que define e padroniza uma série de conceitos relacionados à química. Inclusive uma fratura que nós vamos aprender. Então, quando a gente vai falar e o parque, nós já sabemos que dependendo do tipo de conceito, um nomenclatura que a gente se utilizem, Química foi definida por essa organização e só por curiosidade, para que você saiba e o parque significa internet, reuniu, of apoia, ou seja, a União Internacional de Química Pura e Aplicada, lembrete importante pessoal. Olha só eu quero que vocês observem bem essas três imagens e me digam se essas três imagens representam objetos diferentes. É claro que não. Em todos esses casos, nós vamos encontrar três latinhas, mas todas elas se referem ao mesmo objeto uma lata de coca cola de trezentos e cinquenta mil. E o que eu quero que você tem em mente é que esta lata de coca Cola é um entes facial e pelo fato dela ser um ente espacial, ela tem que ser pensado em três d. Você tem que lembrar que essa latinha pode estar para cima para o lado de cabeça para baixo. Da mesmíssima forma, as moléculas também são entes espaciais quando você encontrar uma molécula em pé deitada ou entre aspas de cabeça para baixo. Em todos esses casos, você tem que ser capaz de identificar a mesma molécula. Não é porque uma mesma molécula mudou de posição que ela vai receber, por exemplo, me diferente, Ou seja, quando nós trabalharmos com a nomenclatura das moléculas na química orgânica, nós devemos ter um cuidado adicional. Dito isso, eu quero que vocês observem essas duas moléculas. Estes são diferentes. Olha só que nós temos três átomos de carbono aqui também, tudo bem, mas aqui a tripla está entre o primeiro e o segundo carbono, e aqui a tripla ligação está entre o segundo e o terceiro. São diferentes, não, não são. Nós temos aqui no caso a representação da mesma molécula, só que em posições diferentes. Olha só se eu pegar essa molécula para que embaixo representado em três d para vocês e Girard nos no espaço através de uma simples rotação de cento e oitenta graus. Eu chego na segunda molécula se por votação a partir da primeira eu chego na segunda. Isso significa que a primeira molécula e a segunda representam a mesmíssima molécula. É o mesmo caso da Coca Cola que nós acabamos de ver então cuidado com isso. Dito isso, vamos agora a estrutura básica da nomenclatura. A nomenclatura padronizada pelo PAC vai permitir, conforme já disse para vocês, que a gente tanto requer a estrutura de uma molécula a partir do nome, como o contrário. Reduzir o nome a partir da estrutura para isso. A primeira coisa que você tem que saber que um composto orgânico o nome dele vai ser dividido em três partes a parte mais básica, que vai ser o prefixo sufixo e o sufixo olha só o prefixo vai ser o indicador do número de átomos que está presente na cadeia principal. O INSS fixo é o indicador do tipo de ligação entre os átomos de carbono e finalmente o sofre. Isso é o indicador de função. No caso para os hidrocarbonetos vai ser sempre a letra, ou então ela só prefixo sufixo isso fixo, e aqui é só você tem que memorizar infelizmente uma tabela de prefixos. Outros fixos eu sou fixos. Nós vivemos a primeira conforme nós avançarmos no estudo da química orgânica. Conforme já disse, os hidrocarbonetos recebem o sufixo ou dito isso, gente olha só prefixo infecção sufixo a estrutura básica do nome de uma cadeia carbônica, por exemplo, vamos supor que você ler o nome propano, o que quer dizer propano, nós temos próprio e ou a gente vai quebrar esse nome em três pedaços, o primeiro pedaço próprio, o prefeito, isso fixo e o sufixo cada uma dessas partes diz uma coisa diferente. Para mim, o próprio é o indicador da quantidade de carbonos na cadeia principal própria. Pessoa é o código para três carbonos. A gente vai ver isso daqui a pouquinho é o tipo de ligação. O tipo de ligação entre carbonos na cadeia é apenas de simplificação e o outro vai indicar que esse composto nada mais é do que um hidrocarboneto. Se fosse um álcool terminaria com propano ou se fosse uma setor na terminaria com um na propria nona e assim por diante a gente vai aprender. Olha só pessoa que nós temos a fórmula estrutural simplificada do nosso amigo propano que eu consegui montar a partir dessas três características próprias três carbonos, daqui a três carbonos ligados por ligação simples ligados por simples de ação e ou significa que isso aqui é um hidrocarboneto, ou seja, tem apenas carbono hidrogênio na molécula continua nogueira a que nós temos a tabela de prefixos, relacionando a quantidade de carbono com o seu respectivo prefixo, Então, por exemplo um met dois Pete três próprio quatro but cinco pentes seis ex sete oito opte nove nove dez onze e um deque doze Duda, que fez o vídeo com o pior para mim, essa tabela