A maior rede de estudos do Brasil

Extensivo Química - Aula 21 - Química Orgânica - Ácidos Carboxílicos - (parte 1 de 1)video play button

Transcrição


fala galera, beleza. Hoje a gente começa com mais um gol do vestibulando. Dia Teremos hoje química orgânica com a parte dos ácidos carboxi cínicos. Nomenclatura Antes, porém pessoal, queria deixar um recado para vocês. Inscrevam se no nosso casamento gay, porque só assim você vai ficar a par de todas as nossas novidades. Beleza Gente, vamos para quem acredita na mão, ela só os ácidos carboxi licos, da mesma forma que eles aldeídos cetonas fazem parte das funções oxigenadas e todos esses caras nós já vimos no canal da molhada. Já o grupo funcional que caracteriza os assassinos carboxi ricos é a presença da carboxi lá, que é o C dupla Simples olhar detalhe importante na molécula. Muitas vezes essa representação é substituída por essa, então tome cuidado quando você observar. Se olhar significa ser dupla ou simples, onde a presença de carboxi lá e a nomenclatura é feita dessa forma ácido depois prefixo mais em fixo e a terminação oito presta atenção oito não é mais acentuado, Então nós temos aqui um exemplo de um ácido, porque ele tem dupla simples org a apenas um carbono, portanto ácido met médio que a meta da noite para o sol porque só temos ligações simples e a determinação que caracterizam astrológico ácido metodológico. Gente, como de praxe, conforme vai aumentando a cadeia que ocorre, ocorre diminuição da solubilidade da substância. Para vocês terem uma ideia, até quatro carbonos, os ácidos, cada boxe picos são líquidos incolores e também chuvas e água entre quatro e nove são mais ou menos solúveis e com mais de dez carbonos, eles vão ser insolúveis e sólidos. E vamos lá, gente, como que a gente faz a nomenclatura da forma que a gente viu no quadro passado? Ácido prefixo, mas em fixo mais oito? Então olha só esse carinho a gente já viu? Vou falar dele, o fórum, este outro, Esse carinha pessoal olha, só mete, mete, portanto apenas ligações simples como nós temos que ser dupla ou simples olhar que caracteriza um muito bem ácido orgânico. Nós teremos então ácido etanol e com determinação eólico. Esse carinho pessoal mete mete próprio, só ligações simples para o paranoico e esse cara met próprio Bolt, Só ligações simples ha sido multado por todos eles, claro, com a presença do ser dupla ou um simples olhar como vocês viram. Não é difícil fazer a determinação do nome e o PAC, que está aqui na primeira linha. O problema vai vir com o nome usual. O nomes ópera só não segue uma regra específica. Na verdade, a origem desses nomes segue uma base histórica, Por exemplo, o ácido metanol, também chamado de ácido fórmico, porque ele já foi primeiramente extraído do corpo de formigas. Já o ácido etanol, porém, que o ácido acético acerta um azevedo é o ácido presente no vinagre de cozinha que você utiliza e assim por diante. E vão não. A gente olha só ácidos graxos que é ácido graus de todo mundo Já ouviu falar de ácido graxo? Esses caras são os ácidos mono carboxi líricos que o que é mono carbono, Psirico. Existe a presença de apenas uma carga mochila, ou seja, uma cedo pela ou sem jogar. Esse grupo funcional só parece uma vez na molécula. Estou falando isso porque existem ácidos que apresentam mais de uma carboxi lá presente da molécula. Não é o caso dos ácidos graxos e além disso, o pessoal, esses caras normalmente apresentam uma quantidade par de carbonos na estrutura. Vamos ver olha só o ácido ex saber econômico gente! O ácido ecstasy canônico, também chamado de ácido pau mítico vai possuir esse nome pelo fato de possuir dezesseis carbonos na estrutura Vão contar um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, nove, dez, onze, doze, treze, catorze! Quinze, dezesseis dezesseis carbon ninhos na cadeia principal. Ele também pode ser representado além dessa forma desta aqui E agora só existe uma outra anotação que muitos de vocês não estão acostumados. Mas que eu vou mostrar agora olha só entre o BC e a parte final da molécula. Nós temos um monte de cerca dois nós temos um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, nove, dez, onze, doze, treze, catorze, catorze senadores. Eu posso colocar isso dessa forma. Se agradou às catorze? Quer dizer que aqui nós temos senadores, senadores, senadores? Que atores e vezes olha que legal essa votação olha como a representação fica mais enxuta, pois então esse carinha é um exemplo de ácido graxo e no caso ele recebe o nome de aço do político ou o nome, e o PAC dele é ácido e que sabe canonico? Vamos lá, gente! Olha só nós devemos numerada cadeia de forma que o grupo funcional ficaria receba a menor remuneração possível. Isso você já está acostumado porque você já aprendeu nas demais funções orgânicas que nós vimos através das aulas passadas, mas tudo bem. Então olha só, nós temos aqui a presença do C dupla ou simples olhar. Portanto esse carbono vai ser o meu carbono um. Eu vou contar a partir desse cara um dois, três da posição. Três. Nós temos uma tio quatro na posição quatro. Nós temos outro objetivo, portanto, a sido na posição. Três na posição. Quatro Dimetil porque são dois grupos metil quinta- nórdico ácido três vírgula, quatro dimetil econômico e esse aqui pessoal, A América é muito fácil. Um dois, três, quatro, cinco errado. Era impressionante com muita gente erra nisso. Essa daqui não é a cadeia principal, porque nós temos um dois, três, quatro cinco. Qualquer cadeia principal, um dois três, quatro cinco seis está importado, caiu na pegadinha ou não caiu porque havia o nome, mas se não estivesse o nome teria caído. Cuidado com isso. Então essa que a cadeia principal nós temos um, dois, três, quatro na posição três. Nós temos um objetivo na posição quatro. Nós temos outro objetivo, portanto, três vírgula quatro dimetil ainda na posição. Três. Nós temos a presença da dupla ligação, portanto três em ficou então como nós temos um dois, três, quatro cinco seis carbonos na cadeia principal ex disso nós temos ácido três vírgula quatro dimetil são dois Mbytes ex três e Noriko e que acertou parabéns, continuando o pessoal, olha só outra nomenclatura usual. Essa nomenclatura não é aceita pelo parque, presta atenção porque isso gera uma certa confusão. A numeração dos carbonos ligados ao grupo funcional, ou seja, os carbonos e número dois três quatro e assim por diante vão receber a nomenclatura alfa beta gama e assim por diante nós temos esse carbono que vai formar a carboxi lá Esse cara você desconsidera nessa da literatura que é que você vai pegar o próximo capítulo dois O carburador Você sabe o nome de alfa o três de Berta o quatro de Gama, Então eu pergunto para vocês este emitiu esta onde está no Alfa está Norberto está no Gama. Esse emitiu esta norberta, portanto, nós podemos chamar esse cara de ácido Berta mediu but hiriko que vocês já sabem que pode ser chamado de burro Tilico. Portanto, Berta mentiu porque omitiu está na posição aberta. Logo a sido beta emitiu multiétnico o número de ficar na eu parque ácido transmitiu o teórico, porque também são agora esse carbono é claro, eu vou considerando a contagem. Estamos um dois três logo medido pela posição três. Ficou assim no trecho, emitiu multa continuando o pessoal agora um exemplo mais complexo para vocês. E aí conseguiram como? Então que nós temos? Nós temos que essa daqui vai ser a minha cadeira principal e nessa minha cadeira principal nós temos a presença de um tio na posição um dois, e nós temos a presença de um definiu na posição quatro porque nós temos um dois, três quatro. Ficou então ácido quatro feriu a outra posição quatro duas demitiu porque omitiu está na posição dois Como nós temos um dois, três quatro cinco seis sete carbonos na cadeia principal é portanto, e a terminação oito ficou então ácido quatro feriu do admite electrónico. Gente, aqui existe uma polêmica que eu já falei para vocês. Alguns autores preferem eliminar o olhar e fazer emitir LEP teórico. Outros autores preferem colocar o hífen. Aí fica dois, demitiu, o tracinho lugar tanto faz. Mas normalmente a gente vê esse tipo de nomenclatura tranquilo e vão a gente cadeias fechadas, como que fica a sido mais o nome da cadeia, mas a terminação