A maior rede de estudos do Brasil

sistema Reprodutorvideo play button

Transcrição


Olá pessoal, O tema da nossa videoaula é sistema reprodutor. A gente vai diferenciar sistema reprodutor feminino e sistema reprodutor masculino e a primeira coisa que a gente vai fazer para começar a entender o sistema reprodutor é dizer quais são os componentes que integram esse sistema e logo após a gente vai falar quais são as funções específicas de cada um desses componentes. O sistema reprodutor masculino então formado por testículos, impedirmos ductos, deferentes, vesículas seminais, ducto ejaculatório, próstata e pênis. Começando pelo saco escrotal, ele tem a sua função diretamente ligada aos testículos dentro do saco escrotal que estão localizados os testículos, que funcionam mais ou menos há trinta e três graus Celsius, enquanto o corpo apresenta uma temperatura de aproximadamente trinta e sete graus Celsius. Por isso que quando está muito frio o saco escrotal, ele vai escolher encostar o testículo no corpo justamente para aquecer esse textículo E quando está calor, acontece justamente o inverso, então a função do saco escrotal, a regulação da temperatura do testículo. O testículo então é aluna da masculina e tem como função a produção de espermatozoides e de hormônio testosterona. Dentro dos testículos existe um conjunto de tubos chamados de públicos termine ferros. São nesses túmulos que ocorre a produção de espermatozoides e também nas células de leite. A produção do hormônio masculino, chamado de testosterona, o testículo, serve para duas coisas para a produção de espermatozoides e também para a produção de testosterona. Quando ocorre o estímulo sexual, o testículo ele começa a aumentar sua velocidade de produção de espermatozoides. Os extremadas olhos eles vão ficar armazenadas numa bolsa chamada Impedirmos, que fica localizada em cima dos testículos, o epidídimo. Ele tem como função a maturação dos espermatozoides. E é no epidídimo que o espermatozóide vai adquirir a movimentação do flagelo e vai ficar pronto para penetrar no sistema reprodutor feminino e é também o local de armazenamento dos espermatozoides. No momento da ejaculação, os espermatozóides são eliminados pelo canal deferente. Ele vai trazendo os espermatozoides que vão passar pela vesícula seminal para receber o líquido responsável por nutrimos. Depois disso, os espermatozoides junto ao líquido seminal vão passar pela proposta. A próstata, por sua vez, também vai jogar o líquido nos espermatozoides, que será responsável pela proteção dos mesmos. É um líquido alcalino que vai proteger esses espermatozóides contra acidez da vagina, quando os espermatozoides se juntam ao líquido da vesícula seminal e ao líquido prostático. Ele passa a ser chamado então de semente. É na ejaculação, então que o sêmen passa pelo canal, está dentro do pênis, chamado de uretra. As funções da uretra são duas a primeira função reprodutora e a segunda é a função escritora, já que a urina também vai ser eliminada através da web. É mais um dos componentes que integram o sistema reprodutor masculino. Ele é o órgão popularizador desse sistema e por sua vez é formado por três corpos eréteis que vão se encher de sangue, aumentando o volume e a rigidez, provocando então a ereção. Esses três corpos eréteis eles vão ser dois corpos cavernosos e um corpo esponjoso e a dentro do corpo esponjoso que se encontra a porção peniana ou chamada de porção esponjosa da uretra, que vai conduzir alternadamente o semi ou a urina, integrando ainda o sistema reprodutor masculino. A gente tem a glândula bo bô central e tem a função de jogar o líquido na uretra para lubrificar sal, uretra e para tirar toda a acidez causada pela urina, uma vez que os espermatozóides não sobrevivem lugar os astros e dessa forma não será possível haver fecundação. Por último, a gente vai falar sobre a vasectomia é uma cirurgia de esterilização masculina realizada com uma incisão na parte posterior da bolsa escrotal ligadura e também a retirada de um segmento do ducto diferente. Dessa forma, os espermatozoides, eles não podem ser eliminados, então vão morrer e será reabsorvidos no epidídimo a vasectomia ela não vai afetar celas de leite in, portanto, em nada vai interferir na libido ou nas funções sexuais. O sistema reprodutor feminino ele se diferencia funcionalmente do sistema reprodutor masculino por uma característica essencial ele não vai se limitar somente a produzir os gametas e os hormônios sexuais, mas também vai ser o receptáculo do concepto. Ele vai desenvolver e vai nutrir o embrião. Desde o início até o final da gestação, os órgãos genitais externos femininos vão formar um conjunto que se chama vulva e é composto por estruturas como o monte público, que é uma elevação de tecido adiposo e é recoberto por pelos que protege. Assim, fiz e publica os grandes lábios que possuem tecido adiposo e também pelos pubianos, e vai ter como função a proteção. Os pequenos lábios ou lábios menores, que não possuem gordura, ou pelos e possuem também a função de proteção Esses lábios, eles vão proteger três estruturas o clitóris, a uretra e a entrada da vagina. Vamos começar pelo clitóris. Escritório Ele possui massa de tecido erétil. Ele é análogo ao pênis e é recoberto parcialmente pelo prepúcio do clítoris, uma prega de pele próxima à união anterior dos lábios menores. Quando há o estímulo sexual, o clitóris, ele fica bastante ligado e também fica rígido. Ele possui muitas terminações nervosas, por isso ele é tão sensível e por ser tão sensível, ele favorece um orgasmo. Mas qual é então a importância do orgasmo? Durante esse momento do orgasmo, o aparelho reprodutor feminino interno, ele vai começar a fazer diversas contrações e isso vai facilitar a movimentação do espermatozoide. Um pouco mais abaixo do clitóris localiza se a uretra até ao local de saída da UE. Ainda mais em baixo se encontra a entrada da vagina ou também chamada de vestíbulo vaginal. Existe uma fina membrana quando a mulher ainda é virgem, que se chama de essa barreira. Ela vai ser rompida durante o ato sexual. Seguimos então, com a vagina ou o canal vaginal, que apresenta mais ou menos dez centímetros e vai dar base da vulva até a base do útero. É o órgão de copula feminino onde o pisa colocado e também o espermatozóide do macho será depositado. A vagina é o canal de saída do bebê que vai se dilatar para que a criança saia, fazendo então a comunicação da vagina com útero. Existe ainda o colo do útero, que é a menor parte do útero no útero. Por sua vez ocorre o desenvolvimento do embrião. Existe um tecido que reveste o útero e é bastante vascularizado, chamado de endométrio, mas para que é que serve o endométrio? Ela que o embrião vai se fixar. O processo de fixação do embrião no útero através do endométrio se chama de intimidação. Existe ainda um problema que acomete algumas mulheres, chamado de endometriose, que é quando as células que formam o endométrio se depositam em outros locais, como por exemplo, os ovários, o intestino ou até mesmo a tuba uterina, o endométrio ele se desenvolve a cada vinte e oito dias e o seu desenvolvimento é estimulado por conta de hormônios. Se, por acaso a mulher tiver celas que formam o endométrio em outros locais que não seja dentro do útero, elas também vão se desenvolver e vão poder pressionar órgãos, causando dor. Além da dor, algumas mulheres apresentam ainda muita dificuldade para engravidar, porque então o hidrômetro se desenvolve a cada vinte e oito dias, porque caso a mulher não engravide esse hidrômetro, ele vai ser eliminado juntamente com o sangue decorrente da degeneração de alguns vasos sanguíneos dessa região. Esse processo é chamado de menstruação e vai consistir na de descamação do endométrio. Útero, por sua vez, a se comunicar com duas estruturas chamadas de tubas uterinas. É uma estrutura cumprida bem fina e termina com uma espécie de franja que vai se comunicar com o ovário. Dentro dessas tubas uterinas existem algumas células ciliadas que vão facilitar a movimentação do óvulo. Na verdade ele é o avô do secundário que vai sair do ovário e vai se movimentando até alcançar o espermatozóide. Então é natuba uterina que ocorr