A maior rede de estudos do Brasil

Aula 05 - Verbos Defectivos (Bloco 02)video play button

Transcrição


para para eles aqui eu já coloquei até a opção, né? Moçada a letra, desde dado a primeira pessoa não existia. Eu até contou a adequação da beleza. Aquilo é fundamental. Nós temos o pretérito imperfeito do indicativo pretérito imperfeito indicativo Ele vai ter a flexão normal natural, Beleza aqui ou pretérito imperfeito indicativo beleza Aqui ele está no presente, porém, na primeira pessoa do plural e na segunda do plural, então cabe a beleza tranquilinho aqui na primeira do singular, ainda segundo singular, Não tem por isso, a incorreta. Além de dados. Vamos anos lá, questão trinta e seis uma para uma prova de nível médio está normalmente quando pedi de nível superior, mas aqui pedindo de nível médio, só leia tirinha e a ponte opção e que todos os verbos têm exatamente a mesma classificação de extorque. Então eu acho que ele tem a ver com extorque. Agora falar que o professor está falando com alunos, o verbo extorque efectivo não se conjuga na primeira pessoa. Aí a criança, ela responde por isso os caras nunca confessam. Então, o que mais importa essa charge aqui você lembrar ou pais extorquiram o verbo de efectivo. Ele não se conjuga na primeira pessoa, quais verbos dentre as alternativas aqui nós temos a mesma classificação de extorque. Essa é mamão com mel mesmo. Vamos então observar o seguinte acabou por ficar. Não me lembro muito bem disso, mas ela só governo traga órgão tragar ramo, tragar devemos efectivo. Moçada, não governo tragar eu trago do traga ele traga. Não vemos regular galesa, então já indicaram para ver se sai de você, menina, A gente não deve nunca, já a partir para a alternativa correta vai direto ou incorreta. Você tem sempre que eliminar as alternativas e tocada que não se lembrava muito sobre paz, verbas eram efetivos ou não. Bastaria analisar ali o verbo tragar nas demais alternativas. Veneza, vamos que vamos lá marcando isso ao governo, tragar aqui. Amanhecia também, a gente tem que observar também aí nesse caso, algumas vezes eu vou colocar você porque ele é um verbo unipessoal. Está na terceira pessoa. Amanheceu, por exemplo, nesse caso a gente envolvendo coloria, nós conversamos o computar, o falido demolir. Conversamos sobre esses verbos aí beleza, então a gente vai continuar lá questão trinta e sete questão da Alerj Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro Prova de nível superior lá, mas eu, mas era preciso precaver ser então está no infinitivo precaver. Aí governo em destaque está corretamente conjugado na seguinte frase Então, você vai observar dentre as alternativas, aquela que está de acordo com a norma culta beleza. Então, a moçada, Vamos que vamos, Então a gente vai primeiro verificar que o verbo precaver lembra que a gente comentou Olha, não tem aqui na primeira, segunda e terceira do presente na terceira do plural, Não tenham os no presente subjuntivo, beleza. No restante, a conjugação dele é regular eu, precavido, para cabeça, se precaveu, beleza tranquilo e então a entrar. Infelizmente, eu não tinha. Eu não tenho precavido Hell precaver no particípio precavido, disse o deputado. Veja aquele que a forma corretamente como jogada bocha precavido, não há nenhum problema. Ele participa do grupo. Precaver. Beleza tranquilo. Vamos pegar a letra B Governo se precaver, presente do indicativo nós temos, para indicativo a terceira pessoa. A gente viu acontecer. A pessoa não tenha, está fora para cá, ver a beleza. Eu sempre me precaver, venho eu precaver em primeira pessoa existe, vão pegar aqui a primeira pessoa existe, não ao terror existe, Não estão. Também vai tirar a paz a letra. Se ele garante que ser se precavido, o pretérito perfeito ele se precaver de o terror vão voltar lá. No pretérito perfeito é o pré cave cabeça precaveu funções Não estando pessoa, mas é precaveu mesmo essa forma correta está ligado. Aí é preciso que todos se precário desejam ou para cabeça o terror, isso aqui para ele substitutivo existe a terceira pessoa do presente subjuntivo. Vão voltar lá aqui não tenha o projeto substitutivo, não tem. Por isso, a gente sabe que a alternativa é a correta para cada dia do ano, só que não como uma questão, colocou logo no particípio para que beleza estamos. Já anotou aí, alternativa como a correta cuidado. Com isso, vamos que vamos questão trinta e oito na questão da banca. E a gente chegou a trabalhar. Isso também parecida com essa beleza. A frase que todas as formas verbais estão empregadas, de acordo com a norma padrão da língua portuguesa. Me ajuda aí para o policial, como se receia ser a paz ou policial. Se receia, vá não beber, recear no pretérito perfeito. Verdade indevidos mesmo motivo receber a não receia ser o velo recear que fica como a semivogal I no presente indicativo o receio do receio de beleza, então já de cara você matou alternativa fora empregada para ver para que maravilha é o verbo requer que seja bem o verbo requerer, como nós vimos das zonas na aula de verbos irregulares, ou vemo requerendo querer de novo significa solicitar beleza. E ele na primeira, no pretérito perfeito nos seus, temos derivado do papel perfeito e no próprio terreno perfeito, ele é um verbo regular. Então, nesse caso, eu requerido, requerê. Se ele requereu a certo, não é igual a conjugação do verbo querer ontem o que isto quiser, sempre que se Theresa o verbo requerer regular. Então, ontem, ao requerido requerer quero eu é certa nessa forma que está certa o cônsul Terror requereu os documentos de identidade de cada um dos africanos para dar início ao processo de inclusão do grupo de refugiados na nova sociedade, facultando eles usufruir de todos os benefícios aos quais viessem houver bovina, viessem a ter direito por lei ou palha, através de bola correta, corretíssima. Eu, na condição de seu advogado, adverte tocar a ter o remédio tinha só que na primeira pessoa do preço indicativo eu advir, adverte ela tiver ter, me divirto, não cabe. Advirto, não dá atenções. Estreia na verdade, para que tivesse a reintegração de posse. E ela é o verbo haver, havendo eu ver morrer a ver que a gente falou que era de efetivo, mas no pretérito perfeito tem conjugação total, a gente nota em sua totalidade integral e ele se conjuga conforme o verbo haver. Então, nesse caso, fica como houvesse revolver a gente aqui coloquei o meu vizinho aquilo, eu digitação. E a letra, os integrantes do júri, se disporão, não era ele se puseram, eles se dispuseram para eu estou aqui. Obs. Beleza e aqui dispuseram tranquilinho a gente. Então para te para outro da parte teórica que bem tranquilinho também cai pouco isso em prova, mas a gente tem que ter um pouquinho. Tem que trabalhar um pouco em cima disso, que são os verbos abundantes Hora Seu efetivo é aquele que de certa forma falta uma pessoa discurso a falta a flexão em determinado tempo verbal em determinada pessoa Discurso já houver boa, abundante. Tem mais de uma forma beleza é mais uma forma de o que mais tiver. Até assim, pelo nosso uso no nosso dia a dia, a gente nota basicamente em cima dos participes esses verbos abundantes. Esta é pouca coisa em prova, mas quando cai, a gente tem aqui alguns verbos e normalmente, em cima dos particípio, acompanhando comigo ela só os pegar aqui. Então, o seguinte vemos abundantes são aqueles que apresentam mais de uma forma para determinar a flexão. Esse fenômeno costuma ocorrer no particípio em que além das formas regulares aquelas terminadas em do ouvido surgem as formas irregulares, que também são chamadas de curtas ou breves. A gente vai falar de cada uma delas. Chegam? Olha só, eu coloquei logo de cara. Aqui, esse quadro está porque ele, já sinceramente faça um parente dele. Ele vai te ajudar para caramba. Beleza pelo seguinte geralmente está geralmente o particípio regular. Você vai usar a voz ativa, estava seu uso na voz ativa e, logicamente, para ter voz ativa você vai empregar como verba auxiliar basicamente o verbo ter e haver para a voz ativa, você vai usar o verbo ter e haver Veneza, que já não particípio irregular, você deve usar na voz passiva normal você usar, empregar na voz passiva. Então, para a voz passiva, você vai empregar o ve