A maior rede de estudos do Brasil

Aula 03 - Resumo de literatura (Parte 05)video play button

Transcrição


gente, o romantismo. Ele foi grande, foi plural, Durou mais ou menos cinquenta anos porque no século dezanove nós estamos a literatura fine secular, diz. Na Europa, as lojas já possuem vitrine e a sociedade burguesa, que é aquela sociedade que não enriqueceu pelo trabalho da AL pela não pela herança nobre. Então é aquela aquela parte da sociedade que pode comprar aquilo que gostaria de ostentar a vitrine. Ela se tornou algo assim muito chamativo. É interessante porque as pessoas passavam pela rua, enviam as lojas e os cafés e as pessoas que estavam lá dentro, comprando e possuindo pessoas bem vistas na sociedade. Aquelas que iria que iam para os teatros municipais, com suas roupas maravilhosas, casamentos perfeitos, sentavam lá e ficavam ostentando. Era muito chique do teatro. Então essa sociedade aí que mudou pelo estilo das pessoas pela pelo crescimento da burguesia. Se a sociedade ela foi retratada no realismo, esta então verá que para o realismo, naturalismo, trabalho as duas coisas ao mesmo tempo, porque eu falo de realismo, naturalismo, porque nós estamos no final do século dezanove e as duas, os dois movimentos dos estilos fazem um retrato, buscam fazer um retrato fiel da realidade da sociedade daquilo que dá vista. Mesmo que seja feio, aqui vai se opor à estética realista naturalista. Ela vai se opor ao Romantismo. Então o romantismo ele escondia. Sardas das meninas. O realismo é mostrar ser feio ser bonito, vai de cada um. Vou mostrar a própria realidade. Então, quando falar, realiza, quando você encontrar esse alguma prova em algum texto, realismo, retrato da realidade. Então a sociedade, com todos os seus problemas eram, era mostrada ali naquele texto. Então romance ganhou muita forma e muita força nesses dois momentos. Então o realismo ele traz algumas diferenças. O naturalismo faz um retrato da sociedade também retrato fiel da sociedade. Só que ele aborda alguns alguns aspectos que o realismo não aborda. Então é aí que entra o meu mapinha mental Realismo retrato fiel da personagem, Interpretação do caráter Lentidão narrativa, porque eu já falei interpelação do caráter casa dos próprios personagens era colocada ali, né? Em voga lentidão, narrativa. Por quê? Pelo caráter descritivo das obras, será um retrato fiel da realidade. Os detalhes estavam ali para que tantos detalhes, num ambiente, as pessoas, às vezes o outro ficava páginas e mais páginas, danos, detalhes do lugar para dar mais velocidade esta determinismo numa relação de causa e efeito, então assim a pessoa é assim que ela foi criada, dessa forma um determinismo. A atitude dela foi essa porque ela teve uma vida digital forma importante aqui, a gente que os autores mostravam o que mais importava no realiza sucesso da sociedade e do final do século dezanove. Importava mais você ter alguma coisa que você ser alguém então quais o que nós temos dois, Mas até então não tinha aparecido na literatura nem no Brasil nem fora do Brasil, Tá? Veio aparecer agora e gostar como exemplo uma obra que inclusive nem é brasileira para que você possa leis brasileiras. Uma obra de Eça de Queiroz que não estou realista português um ponto um dos mais maravilhosas que eu já li chamado Singularidades de uma rapariga loura. Polícia testa pela primeira vez da faculdade durante a minha graduação e conta a história de uma menina chamada Luisa Queiroz. Gostava do Luís esse nome Luiza também a protagonista de O Primo Basílio, também Doenças Queiroz e aí A Luiza dos Singularidades, Menina Loura, Singularidades de uma rapariga loura, rapariga e uma nota novinha então jovem vivia só com a mãe e ela foi morar em frente a uma caro, que venham a ser aí o noivo dela. Então, resumidamente, uma casa se apaixonou por ela e durante o conto o autor vai apresentando para o leitor, com um momento de algumas características dos personagens. Uma caro era alguém. Era um rapaz muito muito honesto, a retidão de caráter, ela característica da família do Macará. Ele trabalhava no importante do mercado do tio, em toda a característica deles, a retidão, a universidade. Daí algumas coisas aconteceram ali que para seu furtos nas relações sociais. Enfim, a Luiza estava sempre presente entre os momentos em que algo sumia. A Luiza parecia a viver com a mãe entre a mãe da morena. Bem diferente dela. Porque se tudo o que Luisa se fazia entender porque parece que o pai era um viajante, porque ele nunca estava em casa, não apareceu no conto, na verdade. Mas assim o pai de ver seu loro devia ser um homem de posses, uma europeu, porque há a Luiza valor e a mãe não. Mas é feito todo o autor nos mostra da Luiza. Sua posição estão a decorrer, mas nem desconfia. Ele ficou noivo em determinado momento, eles estão na rua andando e ele vai dar uma joia para Luiza, não a cara. Eles entram numa loja no ourives e aí a Luiza experimentamos anéis, tudo o a pessoa não. O vendedor chamou o vendedor. Hoje está no lado do balcão. A Luisa está no outro lado do balcão, deixa Leganés, ela escolhe um anel, salão, vai ficar na loja para passar por um concerto. Então esta é uma reforma da escola para pronta. Vem aqui pegar para Luiza. Luiza já escolheu, Vamos embora. Luiza Luiza pega embora. Aí começa a surpresa. Isso a gente ao final. Tipo assim às últimas duas páginas do corpo a Luiza, saindo vendedor disso e não vai se pagar o anel, tu não vais pagar o anel. E aí quer dizer é de certo que sim. Quando estiver pronto, eu venho buscar e pagar. Eu não estou falando do outro que é outro que a senhora está levando escondido a Luiza Robô. Um anel pegou um anel, escondeu um outro e uma casa não se deputado. Oito incluída fez, está com ela E a Luiza ficou apavorada. Sacudiu assim um xale que ela estava e deixou cair no chão. Manel uma cara ficou tão surpresa quanto o leitor. Ele olha para Luiza, fala, toma o anel, paga o anel e sai com ela na loja. Ao sair da loja estão alguns passos A Luiza, muito nervosa, que vai acontecer agora e a gente não leitor, para assim acabar legal. Ele vai perdoar a casa com ela. Ela é doente. Cleptomania fica roubando as ruas para aparecer para ter, porque a sociedade tinha que ter cinco, possuir as coisas ela só para se inserir naquela sociedade cotada. Só que não. Ele fala com ela sim, gente, finalzinho do texto, ele fala a Luiza, não, mas o que vai te favor Ele disse uma ladra vai a ela, vai para o lado dessa rua e nunca mais viu a Luiza. O texto acaba aí, mas a forma do seu, que isso, Como assim acabou, esperava um final romântico para que ele texto, e aí você entende porque é que não tem um final romântico, porque um texto realista não é um texto romântico, é um conto do realismo e o realismo traz a realidade tal como ela é e traz a interpretação do caráter das pessoas. Uma cara jamais aceitaria que ele furto. Porque qual é a principal característica do caráter dele? Retidão, Ele era honesto de mais para aceitar o deslizar da Luiza Luiza era uma ladra porque ela roubava determinismo. Ela roubava. Depois você entende tudo sem entende as pistas ao todo. Eu. Ela é assim porque ela não tinha um pai ali para dar as coisas caras, mas ela precisava se inserir na sociedade, então ela roubava para parecer ser alguma coisa. Não era, mas não teve perdão. Se fosse lá no romance, não teria morrido na gente. Ainda assim, a rua se atropelada. Morrer não é, mas não aqui. Eles se separaram. Ele falando de realismo assim brasileiro, eu não posso jamais deixar de citar quem? Machado de Assis vai regente onde? Um caso porque é possível passar na vida sem levar o caso? Haja ali professor, Então leve Memórias Póstumas de Brás Cubas. Já a liberação, então, parabéns. Você é um leitor de primeira e carimbou o naturalismo. Volta que parou o mapa mental, temas científicos, profissionais. Então vamos trabalhar aqui com cientificismo, evolucionista, positivista, personagens patológicos, ou seja, um tratado exercida. Luiza, Vamos entender é a visão determinista mecanicista do homem. Então, o romance realista ele para ali. Luiza tem uma patologia o naturalismo. E vai além. Ela explica a patologia Naturalismo não vem depois do romantismo, realismo existiu com r