A maior rede de estudos do Brasil

AlfaCon - Concurso de Crimes okvideo play button

Transcrição


as ações, mais dois ou mais crimes, mas duas ou mais o Inter sonha. O que vai acontecer com isso aqui toda vez que você tiver isso quer linha onde você tiver duas ou mais ações humanas, dois ou mais crimes sendo perpetrados e duas ou mais intenções, o que eu voltei aqui eu vou ter a eu vou ter que somar as penas. Podes, Evando não conseguiu entender bem como é que funciona esse esquema? É fácil. Você imagina o seguinte atirador? Que os atiradores americanos loucos lá, que saem de manhã já com intenção de matar alguém o que ele faz? Ele municia duas pistolas Mota na cintura, pega uma outra metralhadora enfim atrai na cueca e ele entra numa escola. E quando ele entre eles a carne dá um tiro numa criança, sai de lá dar um tiro numa professora, sai de lá, dá o tiro de uma outra pessoa. Ele sai aleatoriamente da noite em várias pessoas, ou seja, ele tem duas ou mais ações isoladas independentes. No mesmo contexto, ele tem também duas ou mais intenções. Toda vez que eu chego e tem um casal ali, eu com a intenção clara, dobrava com a mulher que me largo e tô puto com cara de que está pegando. Ela não sacou a arma e deu um tiro na mulher e de um tiro no cara, com intenção. Eu tenho duas intenções. Eu queria matar a mulher, eu queria matar o cara, ou seja, duas ou mais ações. Naturalmente, em todos os exemplos que podem agora ocorreram dois ou mais crimes. Ocorreu aqui, duas ou mais intenções. O que gera isso aqui é simples é se você, por exemplo, no caso do atirador, o cara foi lá e atirar em dez pessoas e mata dez pessoas. No nosso Código Penal foi considerado, por exemplo, homicídio qualificado. Ele vai pegar dez crimes de homicídio vai multiplicar pelo número de anos que o cara vai ser condenado a trinta anos. Eu toda na pena máxima do Código Penal não quer dizer que pelo massacre lá o cara pode tomar trezentos anos de cadeia, pode porque foi a regra do concurso material de crime ou pode vir também o nome, cúmulo, material, nada mais do que a acumulação material, ou seja, somadas as penas, não tem mistério, não. Essa parte aqui é a mais simples. Tem algum detalhe evando, que tem se, por exemplo, o cara no mesmo contexto. Nos dez crimes, ele cometeu lá oito homicídios e dois crimes punidos com detenção. Sempre vai iniciar a pena cumprindo a reclusão. Logo depois ele cumpre a detenção, primeiro reclusão, depois esquema didático e um esquema minha, que é o que cai aqui na tua prova. Agora, o concurso material mais simples, O que pedem para caramba é o artigo setenta do Código Penal, que é o concurso formal próprio. Exige o concurso formal próprio, concurso formal impróprio, o impróprio. Ele recebeu a denominação também de concurso formal por design nos ao tomos. O que o danado do design nos autônomos são ideias que se conjugam que se conversam e que na verdade é uma ação. Mas você vai interpretar que dentro da cabeça do cara são várias observando, não conseguia entender, não tem problema. Vamos primeiro aqui, colocar o esquema geral do concurso formal. Esse esquema que vou colocar aqui. Você vai entender como sendo regrinha do concurso formal, lembrando que a regra do concurso material é dois, uma duas duas ou mais ações, dois ou mais crimes duas intenções porque vamos colocar alegria agora do concurso formal. O concurso formal é um pouco diferente, uma ação mais ocasionando dois ou mais crimes. Vai ter uma regra isso aqui quando estiver trabalhando o concurso formal próprio. Agora, quando o concurso for concurso formal, impróprio, com design nos octógonos, eu tenho uma ação, mas ocorrendo dois ou mais crimes. A única diferença do design os autônomos é que aqui o cara já tem internamente duas ou mais em ter sonhos. E aí evandro que vai acontecer? São regras diferentes, São regras completamente diferentes. Enquanto no concurso Amal próprio esse primeiro jogo no ataque, esse primeiro aqui é o próprio, olha o que acontece com o próprio. No próprio, vai haver a regra da operação de pena O que é que a exasperação de pena vai pegar um dos crimes se iguais ou a pena do maior dos crimes e vai pegar uma pena somente e vai mais jogar até, ou seja, o máximo a metade, independente da quantidade de crimes perpetrados na sequência uma sete. Aqui você lembrar que é o esquema minha do dolo direto no primeiro crime e dolo direto, dolo indireto ou eventual nos demais crimes pode ficar tranquilo Como dar exemplo está matando aqui só multando os que uma cidade para vocês agora, quando estou trabalhando uma só ação dois ou mais crimes com duas intenções, eu estou falando do concurso formal in próprio com o design dos autônomos aqui no mundo um pouquinho, porque aqui o agente vamos a regra do artigo, usa se a regra do a regra do artigo cento e sessenta e nove Regra do artigo sessenta e nove, ou seja, a soma se as penas pode ser. Você fez um voo da nada, não conseguia entender não só entender. Agora vou pegar esse cantinho do pensamento que eu vou fazer o esquema de dados para você. Primeiro esquema, você vai entender, vai ser o concurso formal próprio Olha só e aí a gente vai pegar uma ação dois ou mais crimes. Exasperação de Pena lembra que a exemplo de falha em um carro, com a arma que e com a intenção de rua com a intenção de matar o bem, o que ele faz, ele não repara que ele está que atrás do B tem mais cinco pessoas e ele está com a tal da nove milímetro dele. Mas a intenção dele, o dolo direto é de matar somente. Ele não repara que existe pessoas atrás, mas ele está dando um tiro no lugar habitado. Basicamente está falando assim que for da CIA. Dolo eventual, se pegar pego, eu não me importa, eu assumo o risco da responsabilidade do resultado. Aí a gente pega a regra do artigo dezoito um o dolo eventual, ainda que ele faz, ele faz um disparo só com intenção de matar o B, mas por ele, na execução a munição passa direto e acerta todo mundo. E aí o que acontece? Vamos olhar atrás, Vamos pensar e penso seguinte se a intenção dele era contra o que eu considero uma só ação, mesmo que tem andado dez tiros. Esta vai ser considerado uma situação. Então eu tenho uma ação bloqueio, mas ocorreram dois ou mais crimes ou que eu vou ter a regra da exasperação da pena. Ou seja, vou pegar pena de um dos crimes iguais nesse caso que é igual. Vamos um pouco juiz de vinte anos, aqui não perde só a pena dele e eu vou mais jogar essa pena até a metade por todos os outros crimes, o juiz não pode mais jogar mais que a metade. Então o juiz vai pegar um, dois, três, quatro, cinco, seis, considera os seis homicídios, mas na hora da aplicação da pena, a aplicação da pena ele vai chegar? Vai falar pô, discar, o Código Penal mandou da vinte mais metade de vinte! Eu vou ter que dar um concurso formal próprio está, eu vou ter que dar trinta anos no cargo. Que beleza. Essa regrinha que do concurso formal própria agora olha como é que muda quando for o concurso formal e impróprio volta para cá, quando a regra foi do concurso formal, impróprio, com design dos autônomos que eu vou explicar para você O que é design? Nos não fomos que aí a regra vai ser uma sua ação dois ou mais crimes. Mas aí tem isso aqui, outro Luiz. Aqui, dentro, da cabeça do carro, cara, tinha duas ou mais intenções. Tem um filme que eu gosto para caramba. Chama a lista de Schindler. Eu indiquei, colocaram a comprarem o meu. Meu rei tá com o problema porque é uma preto e branco. Foi o meu filho a lista de Schindler, aquela parede branca, porque estive neste primeiro, Pode você não seja pura do filme para extensão do filme. Isso vai gostar na lista de chile nazista fazia. Ele já estava tão puto de matar judeus que já tinha matado tanto de alcançar vantagem. Deu que resolveu fazer o seguinte a quem sabe agora vou matar no atacado. Ele estava lá uma porrada de judeu conta contra judeus O clube um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, dez nove dez. Ele colocava dez judeus. Incinerados e aí ele pegava um fuzil lá, sete mil e dois e boa quem conhece fuzil sete mil e dois, Ele fura treze de treze. Por não ser que tenha capacidade detonar tudo que vem pela frente que ele fez, ele já sabendo que o fuzil e a mata as dez pessoas, até