A maior rede de estudos do Brasil

Aula 01 2 (2)video play button

Transcrição


que o seu restaurante se torne mais competitivo tirou a gorjeta na nota que os dez por cento não existe mais, porque ele fez isso porque o restante concorrente tinha feito isso ele percebeu que aumentou o consumo lá no restaurante concorrente, que lá está com uma demanda maior de procura do consumidor para tentar diminuir o seu preço e fazer com que ele possa ficar mais competitivo, ele também não vai mais cobrar gorjetas que ao não cobrar gorjeta, quem sai prejudicado é o trabalhador. Porque penso garçom da renda dele, que são quatro mil mil e salário três mil. Gorjeta! Se você parar com alguns dias de deixar só mil, vira um caos na vida econômica dele, você inviabiliza o contrato de trabalho. O legislador definiu que o dono do restaurante até pode parar de cobrar gorjeta que ele quiser. Mas eles já vinham cobrando um ano. A pessoa já tinha uma vida organizada sobre isso. Se ele quiser cortar a gorjeta, ele vai ter que substituir a gorjeta que era dada o dinheiro do bolso dele. Quando a médica a pessoa recebe de gorjeta, que três mil o dono do restaurante vai ter que dar três mil para cada garçom para que não inviabilize o contrato de trabalho bem razoável. Isso é pessoal. Vamos seguir para dez para a empresa com mais de sessenta empregados. Isso é muito importante será construída uma comissão de empregados, mediante previsão, em convenção e acordo coletivo, de trabalho, para acompanhamento e fiscalização. Da regularidade da cobrança da distribuição da gorjeta de contrato para obter seu deixar, cujos representantes serão eleitos em assembleia geral convocada para esse fim pelo Sindicato laboral e gozaram de garantia de emprego vinculado ao desempenho das funções para que foram eleitos e para os demais, para as demais empresas na costa da Comissão Intersindical. O que diz o parágrafo dez aqui pessoal criou uma nova garantia de emprego, uma garantia de que até então não existia essa garantia de emprego. Até então não existia. É uma comissão nas empresas com mais de setenta empregados, uma comissão interna da empresa das empresas com menos de setenta empregados, os a comissão do Sindicato. Essa comissão tem a responsabilidade de fiscalizar se a empresa está corretamente repassando distribuído de forma prevista na convenção coletiva e tempestivamente a gorjeta dos trabalhadores e os empregados eleitos para compor essa comissão tem garantia de emprego. Professor Essa garantia de emprego começa quando termina quando abrange Laís suplentes. Isso está previsto em acordo, convenção coletiva e não cada cidade com a sua peculiaridade. A lei falou simplesmente que os membros da comissão vão ter garantia de emprego. Quando começa quando termina, abrange quem. E aí, tudo é previsão em norma coletiva. Isso e se o empregador não repassar a gorjeta pessoal, ele sofre multa diária, porque pensa a gorjeta é a grande essência do que gastam. Recebe se. O empregador tem por objeto o direito do trabalhador, não da empresa que detém o direito o dinheiro deles. O que ela não paga? Luz não paga. O aluguel não paga a escola do filho. Olha o que prevê o parágrafo décimo. Primeiro comprovado o descumprimento do disposto nos, para os quatro cem, Sétimo nono seja o empregador não repassar a gorjeta, o empregador pagará o trabalhador prejudicado a título de multa, o valor correspondente a um trinta avos da média da gorjeta por dia de atraso. Aqui é para evitar que a empresa venha a prender a reter a gorjeta do trabalhador. Então incide uma multa para a empresa que está retendo. E, se ela foi incidente, a multa aumenta. Lembrando que assuma três cinco quatro, que faz gorjetas, foi mantido em gente. Mesmo com a reforma trabalhista, ficasse uma fala. E mesmo com a nova lei de gorjetas que a gorjeta deve ser somado ao salário, compondo a remuneração para todos efeitos, salvo em quatro exceções aviso prévio, horas extras e repouso semanal remunerado, adicional noturno. Dessas quatro sessões, vai incidir só o salário. Em todas as demais incide salário mais gorjeta ao serviço de remuneração. Que isso quer dizer se você ganha mil de salário de três mil Gorjeta? As férias têm que ser sobre quanto quatro mil, se você ganha mil de salário três mil gorjeta. O aviso prévio tem que ser sobre mil, porque o aviso prévio uma das quatro exceções onde não existe incidência de gorjeta, vamos dar uma olhada. Assumo a três cinco quatro as gorjetas cobradas pelo empregador na nota de serviço ou oferecidos espontaneamente pelos clientes integram a remuneração do empregado. Não serviram de base de cálculo para as parcelas de aviso prévio, adicional noturno, horas extras e repouso semanal remunerado. Ou seja, tem que dar uma lembrada nessas quatro exceções. Porque isso pode ser cobrado de vocês aqui pessoal. Então fiquem atentos. Artigo quatro cinco sete Leitura obrigatória Seja agora na nova redação do parágrafo segundo, que ela esqueceu as verbas, que não possui natureza salarial, seja nos demais parágrafos criados não pela reforma trabalhista, mas pela nova lei de gorjetas, que passa a ser inserida em nossa legislação. Nós vamos continuar, mas agora falamos de um outro tema tema muito importante e tenho certeza que você já ouviu falar que é o tema Salário Natura, também conhecido pessoal, como salário Utilidade. São sinônimos salário natura, o salário utilidade da no México, como os entendeu que é isso um pouco. Tradicionalmente, o contrato de trabalho tem que ter salário e união, porque se não tiver generosidade, não é contrato de trabalho e instalar ele vem espécie vem efetivo a contraprestação por um serviço prestado. Ele é dado de memória da espécie. Mas nem sempre o pagamento de salário em espécie não é absoluto. Você pode pagar salário por empregado, fornecendo benefícios, utilidades a ele sem que você coloca dinheiro na mão dele. Por exemplo, tem um empregado muito bom, empregado, alcoólatra, que está lutando contra o vírus, está em tratamento e ele me pediu um favor para ajudar a ele. Em folha, o ganho mil e quinhentos reais aqui. Mas se você coloca na moderna ele tenha caído. Ele gasta de cachaça, não entrega na minha mão, não paga todas as minhas despesas que estou lutando para alargar essa dependência química. Então ele pediu com os mil quinhentos pela pagar o aluguel dele. Paga a pensão da ex mulher dele. Paga a conta de luz, fazer compra de comida, pagar as despesas básicas de sobrevivência dele sem colocar o dinheiro na mão dele. Isso é possível, mas não cem por cento. Você até pode pagar o salário da pessoa pagando aluguel pagando luz paga na internet pode mais, Pelo menos trinta por cento do que ele ganha tem que ser espécie. Os outros setenta por cento do que ele ganha pode vinte prestações in natura, sem que ele veja acordo. Dinheiro, por exemplo, eu tenho um empregado que ganha mil e duzentos reais. Pensa em dar um aumento para ele para poder fazer uma academia, porque ele preguiçoso, está acima do peso. Só que a academia que na rua custa três anos reais, se o aumentar o salário de mil e quinhentos, é possível que ele não vá para a academia e ainda assim eu vou ter que aumentar os encargos sociais para mim, que anos décimo terceiro para mil e quinhentos férias para pequenos, o que eu faço fulano eu vou pagar sua academia partir, Agora é obrigado a pagar academia dele. É uma forma de dar um aumento indireto para ele, mas a ordem dos fatores não altera o resultado. Fato deu pagar. Academia não muda a essência do aumento que eu disse para ele, no final das contas que ela passou, a me custa mil e quinhentos reais por mês. E a relação empregado e empregador não é uma relação de amor nem de sexo, uma relação contratual. A lei não proíbe que você, empregador, forneça benefícios. Mas a partir do momento que saímos da premissa que a relação é contratual, tudo o que é fornecido tem que ser colocado dentro do contrato. Então, se a partir desse mês eu passo a pagar uma academia para o meu empregado, por força de um contrato que eu tenho com ele, o valor da academia tem vivido um contracheque. Eu não posso me furtar de recolher encargos sobre aquele valor, então o salário passou a ser mil