A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
281 pág.
Kit Didático de Telecomunicações - Prática

Pré-visualização | Página 13 de 38

em placas de montagem, que acompanham o conjunto didático. 
02. Conecte o resistor R4=4,7kΩ, o capacitor C3= 47nF e o indutor L1= 560 uH aos seus 
respectivos bornes metálicos de fixação), respeitando o diagrama posicional do Filtro LC-
Paralelo (Módulo 02). 
68 KIT DIDÁTICO DE TELECOMUNICAÇÕES 
Módulo 02 – Série de Fourier 
 
 
03. Determine a freqüência de ressonância do circuito: 
CL
fo
.2
1
π= Freqüência de ressonância (calculada): ___________ 
04. Conecte os bornes vermelhos +Vcc (+12V), verde –Vcc (-12V), e preto GND, da Fonte de 
Alimentação Simétrica, aos bornes de mesma cor dos Módulos 01 – Gerador de Funções. 
05. Selecione a faixa de freqüência adequada para o circuito do Módulo 01 através da chave 
S1. 
06. Utilizando o canal 1 do osciloscópio ajuste a saída senoidal do Gerador de Funções 
(Módulo 01) para termos um sinal com amplitude de 2,5 Vpp, variando o potenciômetro 
indicado por Amplitude Quadrada; e com freqüência de 10 kHz, ajustada do potenciômetro 
indicado Freqüência. 
07. Conecte a saída senoidal, um dos bornes amarelos,do Gerador de Funções (Módulo 01) 
ao borne de entrada VE (azul) do Filtro LC – Paralelo (Módulo 02). 
08. Conecte o canal 1 do osciloscópio ao borne de entrada VE (azul) do Filtro LC-Paralelo 
(Módulo 02) e o canal 2 do osciloscópio ao borne de saída Vs (amarelo) do Filtro LC-
Paralelo do mesmo módulo. 
09. Ajuste a freqüência do sinal de saída do Gerador até que obtenhamos a freqüência de 
ressonância do filtro. A freqüência de ressonância ocorre quando o sinal na saída senoidal 
do filtro apresenta máxima amplitude. 
10. Observe e comente a característica do sinal de saída do Filtro LC-Parelelo (Módulo 2), 
comparando o valor da freqüência de ressonância calculado e medido. 
________________________________________________________________________ 
________________________________________________________________________ 
________________________________________________________________________ 
________________________________________________________________________ 
________________________________________________________________________ 
11. Meça e anote o valor da freqüência do sinal de saída do Filtro. 
________________________________________________________________________ 
KIT DIDÁTICO DE TELECOMUNICAÇÕES 69 
 
Módulo 02 – Série de Fourier
 
12. Desenhe simultaneamente a forma de onda observada na entrada (Quadrada) e na saída 
do Filtro LC-Paralelo. 
 
13. Ajuste a freqüência do Gerador de Funções (Módulo 01) para o dobro da freqüência de 
ressonância do Filtro LC-Paralelo, isto corresponde ao Filtro sintonizado na 2ª harmônica 
da onda quadrada. 
70 KIT DIDÁTICO DE TELECOMUNICAÇÕES 
Módulo 02 – Série de Fourier 
 
14. Desenhe simultaneamente a forma de onda observada na entrada e na saída do Filtro LC-
Paralelo. 
 
15. Ajuste a freqüência do Gerador de Funções (Módulo 01) para o triplo da freqüência de 
ressonância do Filtro LC-Paralelo, isto corresponde ao Filtro sintonizado na 3ª harmônica 
da onda quadrada. 
KIT DIDÁTICO DE TELECOMUNICAÇÕES 71 
 
Módulo 02 – Série de Fourier
 
16. Desenhe simultaneamente a forma de onda observada na entrada e na saída do Filtro LC-
Paralelo. 
 
17. Ajuste a freqüência do Gerador de Funções (Módulo 01) para um quarto da freqüência de 
ressonância do Filtro LC-Paralelo, isto corresponde ao Filtro sintonizado na 4ª harmônica 
da onda quadrada. 
72 KIT DIDÁTICO DE TELECOMUNICAÇÕES 
Módulo 02 – Série de Fourier 
 
18. Desenhe simultaneamente a forma de onda observada na entrada e na saída do Filtro LC-
Paralelo. 
 
Podemos observar quatro ondas harmônicas levemente amortecidas num período de um 
ciclo completo da onda quadrada. Podemos observar também a quebra de harmonia do 
sinal senoidal a cada semiciclo da onda quadrada. 
19. Comente os resultados obtidos na análise da decomposição da onda quadrada, em sinais 
harmônicos, num Filtro LC-Paralelo. 
________________________________________________________________________ 
________________________________________________________________________ 
________________________________________________________________________ 
________________________________________________________________________ 
________________________________________________________________________ 
________________________________________________________________________ 
________________________________________________________________________ 
________________________________________________________________________ 
________________________________________________________________________ 
________________________________________________________________________ 
KIT DIDÁTICO DE TELECOMUNICAÇÕES 73 
 
Módulo 02 – Série de Fourier
 
 
74 KIT DIDÁTICO DE TELECOMUNICAÇÕES 
 
 
Módulo 03 
Experiência 01 
KIT DIDÁTICO DE TELECOMUNICAÇÕES 75 
 
Módulo 02 – Série de FourierMódulo 02 – Série de Fourier
 
76 KIT DIDÁTICO DE TELECOMUNICAÇÕES 
 
 
76 KIT DIDÁTICO DE TELECOMUNICAÇÕES 
 
Módulo 03 – Receptor Super-Heteródino 
 
MÓDULO 03 – RECEPTOR SUPER-HETERÓDINO 
Calibração do Receptor Experimental de Ondas Médias 
Calibração do Receptor Super- Heteródino 
Objetivo 
Após completar este ensaio você deverá ser capaz de: 
1. Verificar a operação dos circuitos osciladores e filtros que compõem um rádio receptor AM 
Super-Heteródino 
2. Calibrar e fazer ajustes em rádios receptores AM Super-Heteródino 
Material Utilizado 
9 Módulo 03 – Rádio Ondas Médias 
9 Módulo 11 – Fonte de Alimentação Simétrica 
9 Módulo 17 – Amplificador de Áudio 
9 Módulo 04 – Gerador de Rádio Freqüência 
9 Osciloscópio de duplo traço 
Introdução 
O receptor Super-Heteródino é baseado na conversão de freqüência do sinal captado pela antena 
em uma freqüência mais baixa de valor constante. Este processo permite o melhoramento da 
seletividade do receptor. Alguns receptores mais sofisticados empregam dupla conversão de 
freqüência para melhorar ainda mais a seletividade. O circuito receptor Super-Heteródino possui 
um circuito oscilador que gera um sinal de radio-freqüência, responsável pela conversão do sinal 
captado pela antena. 
Este gerador de sinal de radiofreqüência chama-se Oscilador local. O sinal captado pelo circuito 
de antena é misturado com o sinal proveniente do oscilador local no circuito conversor. O 
resultado da mistura dessas duas freqüências diferentes, é uma terceira freqüência denominada 
Freqüência Intermediária (FI). 
O nome Super-Heteródino é dado ao fenômeno da mistura de duas freqüências que dão origem a 
uma terceira freqüência de valor menor. 
Vejamos como se obtêm o sinal de freqüência intermediária num receptor Super-Heteródino. 
Quando mudamos a sintonia de uma estação para uma outra, o valor da freqüência intermediária 
produzida no circuito conversor permanece fixa num valor constante. O sinal da freqüência 
intermediária mantém a mesma modulação do sinal captado pela antena, embora a freqüência 
seja menor. 
KIT DIDÁTICO DE TELECOMUNICAÇÕES 77 
 
Módulo 03 – Receptor Super-Heteródino
 
A freqüência intermediária é sintonizada na etapa amplificadora de radio-freqüência por um 
circuito ressonante que possui a banda passante estreita e melhora a seletividade do receptor. O 
sinal amplificado pela etapa de F.I. é posteriormente entregue ao circuito demodulador ou detector 
de envoltória. 
O receptor super-heteródino pode sintonizar e separar uma estação de outra com muita precisão 
no meio de uma variedade de estações em toda a extensão da faixa de radiodifusão. O método de 
obtenção da freqüência intermediária através de um circuito conversor, denomina-se 
heterodinagem. 
O processo de heterodinagem foi adotado nos atuais