A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
255 pág.
Redes e Sistemas de Telecomunicações

Pré-visualização | Página 16 de 48

pode responder, rejeitar ou
ignorar a chamada.
Teleconferência (multiparty service)
Este serviço possibilita que o usuário estabeleça até seis usuários em con-
versação.
Wireless 8811
Identificação do número chamador (calling line identification)
Este serviço permite identificar o número chamador.
Grupos fechados de usuários (Closed User Groups (CUGs))
Os CUGs são grupos de usuários que são habilitados a fazerem ligações
entre si mediante uso de numeração simplificada.
Short message service (SMS)
Definição
Short Message Service (SMS) é um serviço wireless aceito globalmente e
que possibilita a transmissão de mensagens alfanuméricas entre usuários
móveis e sistemas externos tais como electronic mail, paging, and voice
mail.
O SMS ponto-a-ponto fornece um mecanismo de transmissão de mensa-
gens curtas para/de aparelhos celulares. O serviço faz uso do Short Mes-
sage Service Center (SMSC), que age como sistema de store-and-forward
para essas mensagens entre o SMSCs e os aparelhos celulares. Em con-
traste com os serviços de transmissão de mensagens existentes até então
(paging), esse serviço foi projetado de forma a garantir a entrega das men-
sagens ao destino.
Uma característica que diferencia esse serviço é que o aparelho celular já
está habilitado a receber e transmitir mensagens curtas a qualquer tempo,
independente de ter ou não uma chamada em curso. O SMS também ga-
rante a entrega de mensagens pela rede, mesmo que falhas temporárias
ocorram na mesma, pois as mensagens serão armazenadas na rede até
que o destino esteja novamente disponível para ser acessado. O SMS é
caracterizado pela entrega de mensagens por pacotes fora de banda (out-
of-band packet) e pelo consumo de pouca banda. As aplicações iniciais do
SMS focavam na eliminação dos pagers atuais pelo fato de permitir comu-
nicação bidirecional, bem como serviços de notificação (primariamente o
voice mail). Face à maturação da tecnologia e das redes, uma grande vari-
edade de serviços foi introduzida incluindo-se electronic mail, integração a
fax integration, integração a paging, banking interativo, e serviços de in-
formação tais como cotação de bolsa.
8822 Redes e Sistemas de Telecomunicações
Benefícios
Os benefícios do SMS para o provedor do serviço são os seguintes:
! Aumento das chamadas completadas nas redes wireless e wireline
pela alavancagem da capacidade de notificação do SMS.
! Uma alternativa aos serviços de paging.
! Habilita o acesso a dados wireless pelos usuários corporativos.
! Provisionamento de serviços de valor adicionado (value-added servi-
ces) tais como: integração com e-mail, voice mail e fax mail; serviço de
lembretes, cotação de moeda/de ações na bolsa, horários de vôos.
Esses benefícios são alcançáveis com modesto incremento dos custos e
períodos de payback típicos menores que seis meses.
Os benefícios para os usuários giram em torno da conveniência, flexibili-
dade e integração transparente de serviços de mensagens e acesso a da-
dos. Dessa perspectiva, o benefício é poder usar o aparelho celular como
uma extensão do computador. SMS também elimina a necessidade de
dispositivos separados para tratamento de mensagens, sendo os serviços
integrados tão e somente no aparelho celular.
Elementos de Rede e Arquitetura
A estrutura básica da rede SMS está representada na figura 2.13:
Figura 2.13
SME
SME
SME
SME
Wireless 8833
Short Messaging Entity (SME)
SME é a entidade que pode receber ou enviar mensagens curtas. O SME
pode estar localizado em redes fixas, uma estação móvel ou em outro
centro de serviço.
Short Message Service Center (SMSC)
SMSC é responsável por armazenar e passar adiante uma mensagem en-
tre uma SME e a estação móvel.
SMS–Gateway/Interworking Mobile Switching Center (SMS–GMSC)
O SMS–GMSC é um MSC (Mobile Switching Center ou centro de comuta-
ção móvel) capacitado a receber mensagem de um SMSC, interrogar um
Home Location Register (HLR) para obtenção de roteamentos e entregar a
mensagem para o MSC visitado. O SMS–IWMSC é um MSC capacitado a
receber mensagens de uma rede móvel e submeter a mensagem para o
SMSC apropriado. Os SMS–GMSC/SMS–IWMSC são tipicamente integra-
dos com o SMSC.
Home Location Register (HLR)
O HLR é um banco de dados usado para armazenamento permanente e
gerenciamento das assinaturas e perfis de serviço. Sendo interrogado pelo
SMSC, o HLR fornece informação sobre o usuário indicado. O HLR tam-
bém informa ao SMSC, que tentou sem sucesso o envio de uma mensa-
gem, que a estação móvel está agora sendo reconhecida pela rede e pode
ser acessada.
Mobile Switching Center (MSC):
O MSC executa as funções de switching do sistema e controla as chama-
das de/para outros sistemas de dados e telefônicos.
Visitor Location Register (VLR):
O VLR é um banco de dados que contém informação temporária sobre usuári-
os. Essa informação é necessária para o MSC servir os usuários visitantes.
Base Station System (BSS):
Todas as funções relacionadas com a parte rádio são executadas na BSS
que consiste de Base-Station Controllers (BSCs) e Base-Transceiver Stati-
ons (BTSs), e sua responsabilidade primária é transmitir voz e dados entre
estações móveis.
8844 Redes e Sistemas de Telecomunicações
Estação Móvel (MS)
A MS é o terminal wireless capacitado a receber e originar as mensagens
como também as chamadas telefônicas. A infra-estrutura de sinalização da
rede é baseada na sinalização SS7. O SMS faz uso do Mobile Application
Part (MAP), que define os métodos e mecanismos de comunicação em
redes wireless networks, e usa as capacidades de transação do SS7
(Transaction Capabilities Application Part (TCAP)). Uma camada de servi-
ço SMS faz uso das capacidades de sinalização MAP e possibilita a
transferência de mensagens entre os pares móveis.
Elementos de Sinalização
A camada MAP define as operações necessárias para o suporte do SMS.
As seguintes operações MAP são necessárias para o provimento do SMS
"end-to-end":
Pedido de Informação de Roteamento (routing information request)
Antes de tentar entregar a mensagem, o SMSC deve recuperar informação
sobre roteamento a fim de determinar o MSC da estação móvel. Isto é feito
por uma interrogação ao HLR através de mecanismo adequado (sendRou-
tingInfoForShortMsg).
Entrega de Mensagem Ponto-a-Ponto
Este mecanismo dá meios para um SMSC transferir uma mensagem a um
MSC que serve a unidade móvel (MS) de destino e tenta entregar a mensa-
gem sempre que o MS estiver registrado, mesmo que esteja ocupado com
uma comunicação de voz ou de dados. A operação possibilita um serviço de
entrega com confirmação. A operação é feita em parceria com o BSS, en-
quanto a mensagem esteja sendo encaminhada de um MSC para o MS. Con-
seqüentemente, o resultado da operação compreende se obteve sucesso ou
se ocorreu falha por causa de uma série de razões. Essa entrega ponto-a-
ponto é acompanhada pelo uso do mecanismo forwardShortMessage.
Indicação de Espera da Mensagem
A operação é ativada quando a tentativa de entrega da mensagem para o
SMSC é frustrada devido a uma falha temporária e provê meios para que o
SMSC solicite ao HLR adicionar um endereço SMSC à lista de SMSCs a
serem informados quando a estação móvel ficar disponível. Essa indicação
é realizada via o uso do mecanismo de set message waiting data.
Wireless 8855
Alerta do Centro de Serviço
A operação provê meios para um HLR informar ao SMSC, que tentou en-
viar uma mensagem sem sucesso, que a MS está sendo agora reconheci-
da pela rede, ficando acessível. Este alerta é acompanhado do uso de me-
canismo de alert service-center.
Elementos de Serviço
SMS compreende alguns elementos de serviço relevantes para recepção e
submissão de mensagens. São eles:
Período de Validade: indica quanto tempo o SMSC pode garantir o arma-
zenamento da mensagem antes da entrega.
Prioridade: é o elemento de informação