A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
43 pág.
Fatores Evolutivos I

Pré-visualização | Página 2 de 2

Seleção
� Novas freqüências alélicas
w
pqwwpp 1211
2
'
+
=
w
pqwwqq 1222
2
'
+
=
p'=
0,25( ) 1( )+ 0,25( ) 0,75( )
0,75
≅ 0,58
q'=
0,25( ) 0,5( )+ 0,25( ) 0,75( )
0,75
≅ 0,42
Exercício:
Considere uma população hipotética. 
� A1A1 (25) A1A2 (50) A2A2 (25) (Frequência genotípica)
� w11= 0,8, w12=0,5, w22=0,2 (taxa de sobrevivência )
Qual são as novas frequências genotípicas e alélicas obtidas após 
o evento de seleção?
Seleção
� A seleção natural pode afastar as freqüências genotípicas 
do esperado pelo equilíbrio de Hardy-Weinberg?
� Considere a situação inicial 
� A1A1 (25) A1A2 (50) A2A2 (25)
� Sobrevivência até a maturidade sexual de A1A1 e A2A2 seja de 60%
� A1A1 (15) A1A2 (50) A2A2 (15)
� Freqüências de A1 e A2 = 0,5
� Esperado de A1A1=20, A1A2=40, A2A2=20 
Padrões de Seleção
� Contra o recessivo
� Contra o dominante
� A favor do heterozigoto
� Contra o heretozigoto
� Simulação em AlleleA1
Padrões de Seleção
� Contra o recessivo
� Manutenção do alelo 
� Contra o dominante
� Perda do alelo ( se impedir a reprodução)
� A favor do heterozigoto
� Equilíbrio estável
� Favorecer a manutenção do alelo recessivo desvantajoso
� Contra o heterozigoto
� Equilíbrio instável
Seleção em características quantitativas
� Direcional
� Disruptiva
� Estabilizadora
Mutação como mecanismo evolutivo
� Mecanismo evolutivo de ação lenta
� Cálculo da alteração da freqüências alélica por mutação
� Simulação AlleleA1;
ne
n Pp
pp
pppp
ppp
pqq
ppp
µ
µ
µ
µ
µ
0
'
'
'
=
−=∆
−−=∆
−=∆
+=
−=