Dir Constitucional - 270  Exercicios
104 pág.

Dir Constitucional - 270 Exercicios


DisciplinaDireito Constitucional I76.465 materiais1.770.447 seguidores
Pré-visualização35 páginas
por meio de convenção ou acordo coletivo.
(e)O trabalho insalubre em minas de carvão ou na operação de máquinas que possam causar mutilação só é permitido a partir dos dezoito anos de idade.
 
256 \u2013 (CESPE/POLÍCIA CIVIL DF/98): Como ensina Norberto Bobbio, os direitos do homem constituem uma classe variável, à medida que emergem gradualmente das lutas travadas por sua própria emancipação e das transformações da vida que essas lutas produzem.Considerando o processo histórico em que se inserem, assinale a opção incorreta.
(a)A Declaração Universal dos Direitos do Humanos, aprovada em 1948 pela Assembléia-Geral das Nações Unidas, manteve-se silente em relação aos direitos econômicos, sociais e culturais, o que era compreensível pelo momento histórico de afirmação plena dos direitos individuais.
(b)A Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, como produto da Revolução Francesa de 1789, contém nitidamente a idéia de limitação do poder do Estado pela garantia de uma esfera de liberdade do cidadão, deixando bastante clara a dicotomia Estado-cidadão.
(c) A passagem do Estado Liberal para o Estado Social é acompanhada da idéia de que os direitos do homem só podem ser efetivamente garantidos pela necessária intervenção do Estado, seja para proteger liberdades ou para criar condições materiais para o exercício dos direitos sociais.
(d)A filosofia do direito natural, que teve John Locke seu precursor, defende a idéia de que o homem tem direitos inatos, derivados da sua condição humana;é, por isso, uma teoria que leva em consideração apenas os chamados direitos de primeira geração, ou direitos cuja efetividade independe de uma atuação positiva do Estado.
(e)As constituições contemporâneas reconhecem o caráter histórico dos direitos humanos.A Constituição Federal brasileira (CF), por exemplo, preceitua expressamente que a lista dos direitos referidos no art. 5º não é taxativa, o que supõe a incorporação de outros direitos, independentemente de reforma na CF.
 
257 \u2013 (CESPE/POLÍCIA CIVIL DF/98): O Supremo Tribunal Federal (STF) vem adequando a jurisprudência com relação ao controle de constitucionalidade às exigências de ordem prática.Nessa perspectiva evolutiva, o STF
(a)resolveu que a declaração de inconstitucionalidade por omissão deve ter por conseqüência natural a expedição de uma ordem de legislar com prazo certo.
(b)admite que uma lei constitucional possa entrar em processo gradual de inconstitucionalidade pela mudança das circunstâncias fáticas.
(c) tem adotado súmulas com eficácia vinculante.
(d)vem admitindo, no âmbito da sua competência, que todas as leis do Distrito Federal possam ser impugnadas no controle abstrato.
(e)já declarou a inconstitucionalidade de norma constitucional oriunda do poder constituinte originário.
 
258 \u2013 (CESPE/POLÍCIA CIVIL DF/98): A CF traz a previsão de que \u201ctodos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza\u201d, enunciando, assim, o princípio genérico da igualdade ou da isonomia.A respeito desse princípio, assinale a opção correta.
(a)A expressão \u201ciguais perante a lei\u201d significa que o princípio não se dirige ao legislador, mas ao aplicador da lei.
(b)O STF, na aplicação do cânone em referência, não admite a fixação de idade máxima como restrição ao acesso de cidadãos a qualquer cargo ou emprego público.
(c) A norma constitucional que prevê aposentadoria para mulher com idade inferior à do homem fere o princípio da isonomia, demonstrando que este não tem aplicabilidade imediata, mas é apenas um ideal a perseguir.
(d)A garantia do juiz natural e indispensável para a concretização do princípio da igualdade no plano jurisdicional, tal como prevista na Declaração Universal dos Direitos Humanos, cujo conteúdo proclama que todo homem, em plena igualdade, a uma justa e pública audiência por parte de um tribunal independente e imparcial, para decidir de seus direitos e deveres ou do fundamento de qualquer acusação criminal contra ele.
(e)As distinções de tratamento postas em leisão lícitas, porque há diferenças naturais entre as pessoas; ao juiz não cabe julgar se são arbitrárias, pois não pode se substituir ao legislador.
 
259 \u2013 (CESPE/POLÍCIA CIVIL DF/98):As medidas provisórias continuam a ser tema de intensa discussão, sobretudo porque o Poder Legislativo não disciplina a sua utilização.À jurisprudência tem sido relegada a difícil tarefa de fixar os limites e de traçar os contornos desses atos normativos.Acerca da matéria, assinale a opção correta.
(a)Admite, em certos casos, que a medida provisória possa ter força de lei complementar.
(b)A medida provisória, ainda que não-reeditada, ou não-convertida em lei, poderá ser objeto de uma ação direta de inconstitucionalidade, pois pode ter produzido efeitos que devam ser anulados.
(c) Nada obsta que as recentes emendas constitucionais venham a ser regulamentadas por medida provisória, em substituição à inércia do legislador ordinário.
(d)A medida provisória só pode ser reeditada na mesma sessão legislativa.
(e)A competência do Presidente da República para a edição de medidas provisórias não se sobrepõe à competência privativa dos tribunais para iniciar o processo legislativo nem à competência do Senado Federal para expedir resoluções de caráter normativo.
 
260 \u2013 (CESPE/POLÍCIA CIVIL DF/98): A CF pode ser alterada para a garantia da sua eficácia, propiciando sua adequação às mudanças da realidade.Assinale a opção correta a respeito do poder constituinte derivado no Brasil.
(a)É possível estabelecer-se a prisão perpétua no Brasil, desde que esta seja a vontade do povo; para isso, seria conveniente uma consulta plebiscitária para legitimar a reforma constitucional.
(b)Seria inconstitucional uma emenda à CF para suprimir a vedação de sua reforma na vigência do estado de sítio.
(c) A matéria constante de proposta de emenda rejeitada pode ser objeto de nova proposta na mesma sessão legislativa, bastando que o autor seja diverso.
(d)A flexibilidade ou rigidez da CF está diretamente ligada à existência ou não de cláusulas pétreas.
(e)A reforma da CF processa-se em dois turnos de votação e requer maioria absoluta.
 
261 \u2013 (CESPE/POLÍCIA CIVIL DF/98): A CF relaciona uma série de direitos e garantias individuais que constituem dimensões da liberdade e da própria dignidade humana, com ampla repercussão na área criminal.A esse respeito, julgue os itens que se seguem.
(I)A tortura policial, seja física ou psicológica, é repudiada veemente pela ordem constitucional, sendo considerada como crime inafiançável, imprescritível e insuscetível de graça ou de anistia.
(II)A extensão aos sucessores do condenado da obrigação de reparar o dano resultante do crime, caso admitida, representaria uma violação ao princípio magno de que nenhuma pena passará da pessoa do condenado.
(III) A norma que garante às presidiárias condições para que possam permanecer com seus filhos durante o período de amamentação não tem aplicabilidade imediata, pois depende da construção de celas apropriadas.
(IV)A instituição do júri popular pode ser abolida pela lei processual, desde que se garanta ao acusado um julgamento imparcial.
 
A quantidade de itens certos é igual a
(a) 0(b)1(c) 2(d)3(e)4
 
262 \u2013 (CESPE/POLÍCIA CIVIL DF/98): A justiça e o bem-estar sociais constituem objetivos das normas constitucionais que visam à proteção de valores sociais fundamentais.Diante da ordem social prevista na CF de 1988, julgue os itens a seguir.
(I)A seguridade social compreende um conjunto integrado de ações voltadas exclusivamente para a garantia de benefícios previdenciários, tais como aposentadoria, pensão por morte e seguro-desemprego.
(II)O planejamento familiar constitui assunto de interesse do Estado e não pode ser deixado à inteira liberdade do casal.Em certas circunstâncias, como no caso de presídios, é legal a intervenção estatal para impor métodos contraceptivos.
(III) A inimputabilidade penal dos menores de dezoito anos é uma regra não-contemplada na CF, de modo que inexiste óbice a que seja modificada a lei penal