Buscar

Apostila - REIKI - Nível I (2018)

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 45 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 45 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 45 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

Apostila I 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
2 
 
 
 Primeir 
 
 
 
 
 
Esta apostila é um documentário e reflete a minha experiência 
pessoal decorrente do estudo contínuo, dos atendimentos realizados, 
das vivências em grupos. E por isso não deve ser interpretada como um 
‘guia’ independente de autocura, mas sim, como um material incial de 
estudo e compreensão dos aspectos relevantes que envolve a energia 
que conhecemos como Reiki. 
Neste contexto, ressalto a importância de olharmos para o 
passado com outros olhos, pois quando olhamos o passado com bons 
olhos, podemos aprender muitas coisas que deixamos passar. 
Atualmente, conhecimentos antigos de culturas e civilizações 
que em alguns casos já se extinguiram, vêm a tona, e nos deparamos 
com um tipo de conhecimento que haviamos esquecido: os cuidados 
com o SER em todas as dimensões. 
Nos últimos tempos, a humanidade correu atrás do 
desenvolvimento cienctífico e tecnólogico, mas parece que no meio 
dessa corrida, nos esquecemos da própria humanidade, esquecemos de 
Ser. O progresso é necessário e benéfico, desde que sirva ao homem e 
não ao contrário. 
O Reiki, além de ser uma técnica, é uma parte desse 
conhecimento antigo, que visa o bem-estar e os cuidados com o Ser de 
maneira integral. E é com muita satisfação que apresento o Reiki para 
você! 
 
 
 
 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
3 
 
 
 
 
Introdução 
 
Energia! Esta é a palavra muito usada atualmente. Ciêntistas, 
médicos, terapeutas, religiosos e pscicólogos, todos a usam dentro de 
suas respectivas áreas. Cabe a uma pergunta, será que estão falando da 
mesma coisa? Afinal, o que é energia? 
Foram-se os tempos onde a palavra energia em seu sentido 
mais comum era sinônimo de energia elétrica e quando havia problemas 
na rede elétrica, diziamos “acabou a força”, ou seja estávamos sem a 
energia elétrica na casa. 
Hoje em dia é muito comum ouvir-se expressões como “tive 
uma baixa de energia”, ou “a energia daquele local ou daquela pessoa 
não me faz bem”. E ninguém pensa que a energia a que estão se 
referindo seja a energia elétrica, “a força”. 
Podemos observar que o conceito mudou, e o mais importante 
é que o tínhamos como algo externo, a energia elétrica que permite 
colocar em funcionamento nosos modernos aparelhos eletrônicos, 
conceitualmente passou a ser internalizada e começamos a perceber 
que também dependemos de energia. E esta energia não é só a energia 
proporcionada pelos alimentos para o corpo físico, mas uma energia 
mais sutil que abastece a nossa alma, o nosso coração e que também 
preenche as casas, os estabelecimentos, os parques e toda a Terra e os 
Universos, etc. 
E que energia é esta? Esta é a energia vital. É ela que mantém 
as funções do corpo, do extrafísico, o ambiente tranquilo, movimenta os 
mares e agita os ventos, pois permeia toda a Terra animando centelha 
da vida em todo ser, seja animal, vegetal ou humana. 
A energia vital é a força propulsora da vida. Sem ela morremos. 
Morremos não por deficiência de um ou outro órgão do corpo como 
estamos acostumados a aceitar, mas pelo cessamento do fluir da energia 
vital em nosso corpo. 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
4 
 
 
Energia é uma força que gera movimento. Ela pode ativar 
motores como a energia combustível, aquecer como a luz elétrica, 
explodir como a energia nuclear, iluminar como a energia divina e 
aconchegar como a energia da mãe. E também pode propagar, iluminar, 
ativar e aconchegar a própria vida, esta é a energia vital. 
Como veremos mais adiante, muitas culturas e civilizações a 
nomearam e elaboram diversos métodos de captação e aplicação desta 
energia, como a Acumpuntura, o Pranayama, Jorei, o Passe, Benzição, 
Pajelança, etc. 
O Reiki é um método que permite canalizar e transmitir esta 
energia através das mãos, equilibrando e harmonizando o receptor nas 
dimensões físicas, mental, emocional e espiritual, que independe de 
religião ou crença, pois é uma energia disponível e inerente a todo ser 
vivo. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
5 
 
 
“Abandona a mente que pensa em prosa; 
Reanima outra espécie de mente que pensa em poesia. 
Põe de lado toda a tua perícia em silogísmos; 
Deixa que as canções sejam o teu estilo de vida. 
Passa do intelecto para a intuição, 
Da cabeça para o coração, 
Porque o coração está mais perto dos mistérios.” 
“Intuição”, por Osho 
 
 
1 - A HISTÓRIA DO REIKI: 
 
1.1 - ANTECEDENTES E A DESCOBERTA DO MÉTODO: 
O Reiki é uma sistema de cura pelo toque das mãos de 
incomparável simplicidade e eficácia. A arte de tocar o corpo humano 
com as mãos, para confortar e diminuir dores é um velho instinto. 
Quando sentimos dores, nossa primeira reação é a de colocar 
imediatamente as mãos sobre a área que está doendo. O toque humano 
gera calor, serenidade e conforto. Quando um animal lambe uma ferida, 
está agindo com os mesmos instintos que o ser humano ao colocar as 
mãos. 
A história se desenrola desde os primórdios da humanidade, e 
esse sistema de cura certamente é o mais antigo do que qualquer relato 
escrito e por isso não é possível ter informações precisas acerca de sua 
origem, tanto o método tradicional quanto o método moderno apotam 
para direções distintas mas que ao final, convergem para o hoje. 
Comecemos por Reiki. 
Frisa-se que informações anteriores à escrita humana só 
podem ser obtidas por meio da canalização de energia, e embora o 
material seja meramente expeculativo, não deixa de ser interessante e 
nos faz pensar. Assim, Diane Stein, autora do livro “Reiki Essencial: 
Manual completo sobre uma Antiga Arte de Cura” e “Sonhando com o 
Passado e Sonhando com o Futuro”, por meio da canalização de Laurel 
Steinhice, descreveu os doze planetas que foram os primeiros 
colonizadores da Terra. A maioria desses planetas está localizada na 
constelação das Plêiades, e alguns estão nos sistemas estelares de 
Sírius e de Órion. 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
6 
 
 
Desta forma, o Reiki, segunda a mesma autora, seria originário 
do planeta que também enviou seres para habitar a Terra, o que mais 
tarde tornou-se a cultura raiz da Índia. Conforme descrito na canalização, 
o deus hindu, que hoje conhecemos com Shiva, e que era feminino 
naquele tempo, foi quem trouxe o Reiki para Terra. Quando o corpo 
humano foi projetado para este planeta, o Reiki foi incorporado no código 
genético como um direito de nascimento de todos. 
Desta forma, o Reiki é uma parte de cada um nós, e um dia foi 
universal e nunca deveria ter sido esquecido. Nos primórdios do planeta 
Terra, as crianças das civilizações recebiam treinamento em Reiki I no 
começo da escola primária, em Reiki II durante a idade que corresponde 
ao colegial e em Reiki III, o treinamento de Mestre/Instrutor, era exigido 
dos educadores e estava disponível para todos que os quisessem 
recebê-lo. 
Quando as pessoas da cultura raiz deixaram a terra de Mu 
para colonizar o que hoje é a Índia e o Tibet, o Reiki continuou com eles, 
embora Mu, posteriormente, tenha-se perdido. As mudanças da Terra, 
que primeiramente destruíram Mu e, mais tarde a Atlântida, produziram 
vários conflitos culturais, obrigando que o sistema de cura fosse 
conhecido só por poucos eleitos. Quando, no século XIX, um japonês 
buscou a origem do método de cura de Jesus e de Buda, ele a encontrou 
entre os vestígios antigos da cultura primeva de Shiva e ensinamentos 
esotéricos da Índia. 
É notório que no Tibet existem registros de técnicas de 
harmonização por meio das mãos há mais de 8 (oito) mil anos e que se 
expandiram pela Grécia, Egito, Índia e outros países. Em verdade, 
existem fatos que indicam ter Jesus praticado imposições de mãos no 
Egito. Jesusaplicava a técnica com muito sucesso e também dizia a 
seus apóstolos “sanem os que estiverem doentes”. Até hoje, padres 
católicos conservam técnicas de imposição de mãos. 
Essa energia transmitida recebeu o nome diferentes em cada 
cultura: os polinésios a chamavam de mana; os índios iroqueses 
americanos de orenda; na Índia é prana; no hebraico é ruach; nos países 
islâmicos é barraka; na China é chi; no Japão e no Egito é ki e para os 
russos é energia bioplasmática. 
 
1.2 - A HISTÓRIA DO REIKI TRADICIONAL: 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
7 
 
 
A história do Reiki Tradicional começa na metade do século 
XIX, com Mikao Usui. Há controvérsias a respeito da história da vida do 
descobrir do Reiki. Não possuímos registros oficiais detalhados de sua 
história, repassada de Mestre a discípulo permanecendo em volta em 
muitos mistérios. Alterações foram feitas com o passar dos anos, a fim 
de que o método fosse introduzido no Ocidente, principalmente no que 
concerne a sua formação profissional e sua religiosidade. A essência, 
que é uma lenda, conhecida por ter sido repassada de geração a 
geração. 
Esta é a história que a Sra. Takata trouxe ao ocidente, para 
que o Reiki até então desconhecido, tivesse uma conotação mais 
esotérica, a fim de ter mais aceitação entre a população dos países 
ocidentais. Na maioria dos livros de Reiki, essa versão é colocada como 
uma visão real dos fatos e assim é narrada: 
“O fundador do Reiki como método de cura natural foi o Dr. 
Mikao Usui. Ao final do século XIX o Dr. Usui era presidente de uma 
pequena universidade cristã em Kyoto, Japão. A Universidade Doshisha. 
Era também um ministro cristão. 
Num intercâmbio de ideias com alunos ao começo de um 
serviço dominical, mudou o enfoque da vida do Dr. Usui. Quando o Dr. 
Usui estava terminando um dos últimos serviços dominicais do ano 
escolar, um estudante do último ano que estava a ponto de formar-se, 
levantou a mão e perguntou: ‘Você aceita o contido na Bíblia 
literalmente?’ 
O Dr. Usui contestou que efetivamente aceitava o que continha 
na Bíblia. E o aluno continuou: ‘Na Bíblia disse que Jesus curava os 
enfermos, que Ele sanava e caminhou sobre as águas. Voce aceita isto 
tal como está escrito? Já viu isto suceder algumas vez?’ 
O Dr. Usui contestou que acreditava, mas que nunca havia 
visto uma cura ou alguém caminhar sobre as águas. 
O aluno continuou dizendo: ‘Para você, Dr. Usui, este tipo de fé 
cega lhe basta, porque tem vivido sua vida e está seguro. Para nós que 
estamos começando a viver nossa vida adulta e que temos muitas 
dúvidas e inquietudes, não é suficiente. Necessitamos ver com nossos 
próprios olhos’. 
A semente estava lançada. No dia seguinte o Dr. Usui 
renunciou ao seu posto de presidente da Universidade Doshisha e foi 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
8 
 
 
aos Estados Unidos, à Universidade de Chicago, aonde se doutorou em 
Sagradas Escrituras, em seu intento de descobrir como Jesus e seus 
discípulos sanavam aos enfermos. 
Não encontrou o que buscava. 
Ao conhecer que na tradição budista, sustentava-se que 
Buddha teria o poder de curar, decidiu voltar ao Japão e ver que poderia 
aprender com o Budismo. 
Em seu retorno ao Japão, o Dr. Usui começou a visitar 
monastérios budistas buscando alguém que tivesse algum interesse e 
algum conhecimento sobre como curar o corpo físico. Sempre recebeu a 
mesma resposta às suas perguntas: 
‘Estamos muito preocupados em curar o espírito para 
preocupar-nos em sanar o corpo’. 
Por fim encontrou um ancião abade em um monastério zen que 
estava interessado no problema de como recuperar a saúde corporal. 
O Dr. Usui solicitou ser admitido no monastério para assim 
poder estudar as escrituras budistas, os sutras, em busca da chave da 
cura. Foi admitido e começou seu estudo. 
Estudou a tradução japonesa das escrituras budistas, mas não 
encontrou a explicação que esperava. Aprendeu chinês, para poder 
utilizar uma variedade mais ampla de escritos budistas, ainda sem êxito. 
Então, decidiu aprender sânscrito, a antiga língua, para assim 
poder ler os escritos budistas originais e acessar aos que nunca tinham 
sido traduzidos para outra língua. 
Ao fim, encontrou o que estava procurando. Nos ensinamentos 
de Buddha, que haviam chegado a outros graças a um discípulo 
desconhecido que as punha por escrito tudo àquilo que Buddha falava, o 
Dr. Usui encontrou a fórmula, os símbolos e a descrição de como 
Buddha curava. 
Foi assim que ao final de sete anos de busca o Dr. Usui 
encontrou o que buscava, mas não tudo. Ainda que tivesse descoberto o 
conhecimento, não tinha o poder de curar. Havendo comentado isso com 
seu velho amigo abade, decidiu ir a uma montanha para meditar sobre 
tudo aquilo, para buscar o poder de curar. 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
9 
 
 
O abade disse-lhe que podia ser perigoso, que podia perder a 
vida. O Dr. Usui contestou que havia chegado tão longe e não ia voltar 
atrás. 
O Dr. Usui subiu a uma das montanhas sagradas do Japão e 
meditou durante 21 dias. No primeiro dia colocou 21 pedrinhas diante de 
si e cada dia que passava lançava uma para longe. 
No dia de número 21 observou que um raio de luz vinha dos 
céus e apontava sobre si. Sem ter medo, não se moveu, e o raio de luz o 
golpeou e ele caiu no chão desmaiado. Então, ele viu numa sucessão 
rápida de imagens como bolhas de luz diante de si, os símbols que havia 
descoberto em seus estudo, a chave das curas de Buda e de Jesus. Os 
símbolos se gravaram em sua memória. 
Quando saiu do transe, não estava esgotado, nem tenso e 
faminto como se sentia antes, em seus últimos dias de meditação. 
Levantou-se e empreendeu a descida da montanha. No 
caminho, tropeçou e teve arrancado a unha do dedo maior do pé. Saltou 
de dor e agarrou-se ao dedo do pé com as mãs. Em poucos minutos 
desapareceu a dor, o dedo deixou de sangrar e havia começado o 
processo de cura. 
Quando desceu da montanha parau em uma pousada e pediu 
café da manhã completo. O ancião da pousada, ao ver a barba crescida 
e o estado de suas roupas, se deu conta que ele não havia comido 
durante muitos dias. Disse-lhe que só tardaria alguns minutos para 
preparar comida e saciar seu estômago tanto tempo vazio e indicou que 
quando estivesse ausente preparando a comida, ele que se sentasse em 
um banco debaixo de uma árvore. 
Pouco tempo depois veio a filha do ancião com café da manhã. 
Ao vê-la, o Dr. Usui se deu conta de que havia estado chorando e que 
tinha um dos lados do rosto inchado e vermelho. 
Perguntou-lhe o que se passava e ela respondeu que havia 
três dias que tinha dor de dentes. Ele perguntou se podia torcar-lhe o 
rosto, e com sua permissão colocou suas mãos em concha sobre suas 
bochechas. Em alguns minutos a dor desapareceu e a inchaço começou 
a diminuir. 
Ao regressar ao monastério, à tarde, lhe disseram que seu 
amigo abade estava de cama, acometido de um doloroso ataque de 
artrite. Depois de banhar-se e comer algo, o Dr. Usui foi ver seu amigo e 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
10 
 
 
aliviou sua dor com suas mãos curativas. Fez o tratamento durante 
quatro dias consecutivos. 
Durante os sete anos seguintes, o Dr. Usui trabalho curando 
enfermos em um acampamento de mendigos no Japão. Aos que eram 
jovens e capazes de trabalhar ele os mandava procurar trabalho. Depois 
de setes anos observou que aqueles a quem havia ajudado, voltavam ao 
acampanhamento de mendigos nas mesmas condições em que os havia 
encontrado pela primeira vez. 
Perguntou-lhes porque havia voltado ao acampamento e eles 
contestatam que preferiam sua antiga forma de viver. O Dr. Usui se deu 
conta que lhes havia curado o corpo físico livrando-os de seus sintomas, 
mas não havia ensinado a valorizar a vida nem encontrar uma nova 
formade viver. Abandonou o acampanhamento de mendigos e se 
empenhou a ensinar a outros que tiveram mais vontade de aprender. 
Ensinou-lhes como curar a si mesmos e lhes entregou os principios de 
Reiki para ajudá-los a curar seus pensamentos. 
Um de seus alunos, Chujiro Hayashi, um oficial reformado da 
marinha, estava a buscar uma forma de servir aos demais. Encontrou o 
Dr. Usui, que lhe iniciou, e se comprometeu profundamente com a prática 
do Reiki, 
Quando a vida do Sr. Usui estava chegando ao término, 
reconheceu o Dr. Hayashi como Mestre Reiki e lhe encarregou em 
manter intacta a essência de seus ensinamentos. 
O Sr. Hayashi, dando-se conta da importancia de conservar o 
método e as histórias médicas, fundou uma clínica em Tókio aonde as 
pessoas podiam ir para receber tratamento e aprender Reiki. Havia um 
grupo de praticantes que iam tratar em suas casas aqueles que não 
podiam ir à clínica. 
Ele verificou dezenas de histórias médicas que demonstram 
que Reiki encontra a origem nos sintomas físicos, supre as carências de 
vibração e energia e estabelece a integridade do corpo. 
Em 1935 uma jovem mulher foi levada à clinica por um 
empregado de um hospital cirúrgico de Tókio, para tratamento. Esta 
mulher, Hawayo Takata, havia ido ao Japão operar-se de um tumor. 
Enquanto se preparava para a cirurgia no hospital, compreendeu que a 
cirurgia não era necessária e havia outra forma de tratar-se. 
Havia sido guiada pelo Reiki. 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
11 
 
 
Durante as experiências e tratamentos da senhora Takata na 
clínica, sua enfermidade melhorou e seu desejo de aprender Reiki 
cresceu. Quando quase havia terminado seu tratamento, pediu para ser 
admitida em um curso básico, porém lhe foi negado. Deu-se conta que 
teria que demonstrar um profundo compromisso com o Reiki. Foi ver o 
Dr. Hayasghi e lhe contou que sentia e seu desejo de permanecer no 
Japão o tempo que fosse necessário. Ele a aceitou e iniciou o seu 
aprendizado. 
A Sra. Takata e suas filhas se instalaram durante um ano no 
Japão, na casa da família Hayashi para aprender e praticar Reiki todos 
os dias com Hayashi. Quando ambos concluíram que seu aprendizado 
havia terminado, a Sra. Takata regressou ao Hawai com o dom de curar. 
No Hawai sua prática de Reiki prosperou com rapidez e logo 
Hayashi e sua filhas foram visitá-la. Permaneceram vários meses 
ensinando e praticando em companhia da Sra. Takata. Em fevereiro de 
1938 a Sra. Takata foi inciada como Mestre do método Usui de cura 
natural. Pouco tempo depois da iniciação, Hayashi e sua filha 
regressaram ao Japão. 
O Dr. Hayashi teve o pressentimento de que estava próxima a 
guerra entre Estados Unidos e Japão. Para ele era incompatíveis sua 
condição de Mestre de Reiki e sua obrigação de servir outra vez na 
marinha. Empreendeu, então, a colocar em ordem os assuntos de sua 
família. 
Ao mesmo tempo, a Sra. Takata no Hawai teve um sonho 
muito intenso que a encheu de preocupação. Compreendeu que devia ir 
ao Japão para ver o Sr. Hayashi. Quando chegou, o Dr. Hayashi lhe 
contou muitas coisas: a proximidade da guerra, quem ganharia, o que 
devia fazer e onde deveria ir para evitar problemas devido à sua 
qualidade de japonês-americana residente no Hawai. Tudo isto ele previu 
e contou a ela para protegê-la e ao Reiki. 
Quando todos os seus assuntos estiveram arranjados e em 
ordem, reuniu a sua família junto com os Mestres de Reiki para 
expressar suas últimas palavras. Depois de reconhecer a Sra. Takata 
como sua sucessora em Reiki, se despediu. Sentando na maneira 
tradicional japonesa e vestido com a roupa formal japonesa, fechou seus 
olhos e abandonou seu corpo. 
Seguindo seus conselhos, a Sra. Takata terminou seu trabalho 
no Japão e retornou ao Hawai como Mestre de Reiki. Demonstrou seu 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
12 
 
 
compromisso ao longo de sua vida, ensinando e praticando Reiki. 
Converteu-se em uma excelente curadora e professora, introduzindo a 
visão de Reiki no mundo ocidental. 
Uma neta da Sra. Takata, Phyllis Furumoto, recebeu quando 
pequena o primeiro grau diretamente de sue avó, e dava tratamentos a 
Takata quando ia visitá-la. Sem impedimentos, a vida de Phyllis estava 
orientada para a universidade e para uma profissão. Apesar de que a 
Sra. Takata lhe pedia a cada certo tempo que continuasse com seus 
estudos de Reiki, Phyllis estava muito ocupada para aceder. 
Ao final dos anos setenta, quando Phyllis tinha vinte e sete 
anos, aceitou o Segundo o Grau de iniciação da Sra. Takata, e esta se 
empenhou em ensiná-la. Na primavera de 1979, Phyllis decidiu isto, 
depois de meditar, viajar e trabalhar durante um mês com sua avó. Justo 
antes da primeira viagem, a Sra. Takata iniciou Phyllis como Mestre de 
Reiki. Então Phyllis empreendeu a ensinar e praticar Reiki a sério. 
Durante o período de estudos do ano seguinte, Phyllis supôs 
que seria a sucessora da Sra. Takata na linha de Reiki. Pouco depois de 
reconheceer Phyllis como sua sucessora, em dezembro de 1980, Takata 
faleceu. 
Nos anos seguintes ao falecimento da Sra. Takata, Phyllis tinha 
chegado a aceitar totalmente seu papel e havia compreendido a 
responsabilidade da sua posição. Ela é um exemplo vivo do que sucede 
quando uma pessoa aceita a força energética de Reiki como mestre e 
guia para a vida. 
Na atualidade, o método Usui de cura natural se pratica em 
todo o mundo. Você forma parte desta história. Com seus desejos de 
compartilhar este dom, apóias e estimulas o desenvolvimento da vida”. 
 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
13 
 
 
MIKAO USUI1 CHIE HAYASHD 
 
 
 
 
 
 
 
HAWAYO TAKATA 
 
 
 
 
 
 
 
1.3 - A HISTÓRIA DO REIKI E AS RECENTES DESCOBERTAS: 
 
1
 Segundo pesquisas realizada por Frank Arjava Petter, o Sr. Usui, cujo nome popular é Mikao e o nome 
de batismo é Gyohan, veio de Taniai-Village, distrito de Yamagata, prefeitura de Gifu. Ele tinha um 
antepassado chamado Tsunetane Chiba que teve participação ativa como comandante militar, entre o 
término do período do Hein e início do período Kamakura (1180 – 1230). O nome real de seu pai é 
Taneuji e o nome popular é Uzaemon. Sua mãe era oriunda da família Kawai. O Sr. Usui nasceu em 15 de 
agosto de 1865. Educou-se em meio às dificuldades de sua infância. Estudou com afinco e bastante 
esforço. Suas habilidades sempre foram muito superiores às de seus amigos. Despois de crescido, foi 
para Europa e América (EUA) e também estudou na China. Apesar de seu talento, nem sempre foi bem 
sucedido na vida, tinha que redobrar esforços para fortalecer o corpo e a mente sem esmorecer ante as 
dificuldades. Sua esposa, oriunda da família Suzuki, chamava-se Sadako. Usui teve um filho e duas filhas. 
O nome do filho era Fuji, que o sucedeu à frente da família. Sensei Usui era de natureza gentil e 
prudente e não dava importância às aparências. Tinha corpo grande e vigoroso e sua face estava sempre 
iluminada com um sorriso. Quando enfrentou dificuldades, seguiu adiante com determinação e 
perseverança, mantendo-se extremamente cuidadoso. Era um homem de talentos variados e um 
amante dos livros. Detinha uma vasta gama de conhecimentos, que iam desde história, ciência médica, 
Cristianismo e Budismo, psicologia, até sobre os reinos elementais, ciência divinatórias e fisionomia. O 
desenvolvimento e a instrução do Sensei Usui foram baseados em seu conhecimento de arte e ciência e 
se tornaram a chave para criar a terapia Reiki. 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
14 
 
 
Atualmente, amplas pesquisas, estudos e fatos históricos 
desvelados pelo professor e Mestre Reiki Frank Arjava Petter, 
demonstram que as raízes teóricas do Reiki fundamentam-seem uma 
rica mistura do Budismo Mikkyo, do Qigong chinês e do Shintoísmo 
japonês e sua beleza reside em múltiplos aspectos. O Reiki não é 
semelhante à arte de curar no nível físico e pscológico, pois não afeta 
apenas o corpo físico, vai muito além dele, abrangendo as dimensões 
mental, emocional e espiritual do Ser. A cura é apenas um aspecto 
importante do trabalho com o Reiki na relação cura/enfermidade. 
Cura, trabalho com energia, terapia e assim por diante são 
apenas atributos com os quais revestimos o Reiki, de modo a torná-lo 
mais fácil de entender e de ser aprendido pela mente racional. 
O Reiki é uma caminho de humanização. E por meio dele 
podemos unir céu e Terra. Ademais, é um sistema de auto-ajuda-
conhecimento perfeito, que se ajusta àquele que o usa e não requerer 
intermediários, independentemente de você ser um iniciante de assuntos 
metafísicos e espirituais, um intelectual experiente, um praticante de 
yoga que enfatiza o corpo, uma dona de casa ou um devoto. Ele nos põe 
de novo em contato com a energia vital há muito esquecida, mas que a 
tudo permeia, e nos ensina como amar a nós mesmo novamente. Ajuda-
nos a cruzar o vão aberto pelo homem entre nossos semelhantes 
humanos e a natureza, para assim viver de novo em harmonia. 
Para alguns, o Reiki é uma das muitas formas de atividade 
física; para outros é arte de cura alternativa e para outros, ainda é uma 
técnica de meditação. Tudo depende do ponto de vista de quem o 
pratica. 
Atualmente existem cententas de livros sobre Reiki e maioria 
deles apresenta como a história do Reiki aquilo que a Takata contou. No 
entanto, a medida que alguns estudiosos investigaram a história de 
Takata, foi ficando cada vez mais claro que ela estava cheia de erros e 
contradições, porém aquela versão já havia sido incorporada a tantas 
publicações pois os fatos e registros encontrados apenas foram 
comprovados recentemente. 
Segundo os novos “detalhes” trazidos à história do Reiki, sabe-
se que hoje, no Japão, os professores de Reiki continuam ensinando 
tanto antes quanto depois da guerra. Assim, como continuam a praticar 
Reiki e a sociedade fundada por Sr. Usui, a Usui Reiki Ryoho Gakkai, em 
Tóquio, continua sendo sua representação institucional. 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
15 
 
 
Hoje sabemos que o Reiki não era transmitido unicamente de 
forma oral. Tanto o Dr. Usui, quanto Dr. Hayashi elaboraram notas e 
entregaram a seus alunos. Estão disponíveis exemplares de manuais 
que eles escreveram que contêm muitos e importante exercícios e 
técnicas para o tratamento de enfermidades específicas. 
Outra das afirmações de Takata foi que o Sr. Usui era cristão. 
Segundo a Gakkai ele nunca foi cristão, mas sim budista. Esta 
informação se sustenta pelo fato de que ele está enterrado junto ao 
Templo Saioji, um templo budista. 
Sabe-se tamabém que Usui passou seu conhecimento a 
muitos outros mestres assim como o fez com Hayashi e assim 
sucessivamente. 
Por estes e outros fatos comprovados, sem preconceitos e 
julgamentos, mas com um profundo sentimento de gratidão e 
reconhecimento, pode-se ver que Takata por algum motivo, ainda 
desconhecido, reenventou a história do Reiki para que pudesse chegar 
ao ocidente de uma forma diferenciada daquela praticada no Japão a 
época de Usui. Assim, não podemos afirmar que Takata ensinava o Reiki 
da mesma forma que o fazia Usui. 
O importante, entretanto, é que independentemente disso o 
Reiki tornou-se conhecido e devemos agradecer a Takata pelo fato dela 
tê-lo trazido para o Ocidente, aonde, hoje, foi reconhecido a necessidade 
de ser ensinado de uma forma aberta e acessível a todos. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
16 
 
 
 
 
 
“O que o Reiki significa para você? – Amor”. (Chiyoko Sensei) 
 
 
2 - O QUE É REIKI? 
 
O corpo vivo, de um homem ou animal, irradia calor e energia. 
Essa energia é a fonte da vida em si, e tem tantas denominações quanto 
as civilizações que já existiram. Mary Coddington, no seu livro In Seach 
of Healing Energy, examina a história dessa energia em várias culturas. 
Os Hunas da Polinésia chamam essa energia de cura de Mana, e os 
índios americanos iroqueses a chamavam de Orenda. É conhecida como 
Prana na Índia, Ruach em hebraico, Baraka em países islâmicos e Ch’i 
na China. Alguns agentes de cura a tem chamado de Energia Orgone 
(Wilhelm Reich), Magnetismo Animal (F.A. Mesmer) e Archaeus 
(Paracelso); no Japão, a energia é chamada de Ki e é dessa palavra que 
o Reiki tem sua origem. 
O instrutor de Ch’i Kung, Mantak Chia, define Ch’i (o 
equivalente chinês de Ki) como energia, ar, respiração, vento, sopor vital, 
essência vital... energia ativadora do universo. Ch’i Kung é uma arte de 
cura asiática antiga. Funciona para aumentar e conservar o Ch’i, 
direcionando o movimento da energia no interior do corpo. Ch’i ou Ki é 
um tipo de energia elétrica que o corpo produz, e determina o estado de 
saúde. Quando o Ki deixa o organismo, a vida cessa. Ch’i ou Ki também 
é a energia essencial da vida na Terra, nos planetas, nas estrelas e no 
céu, essas fontes de energia afetam o Ki do organismo vivo. Tudo o que 
tem vida contém Ki e o irradia – é a energia biomagnética da aura. 
Na energia da força vital do Reiki, a pessoa que está 
sintonizada como agente de cura de Reiki teve os canais de energia do 
seu corpo abertos e livres de bloqueio pela iniciação em Reiki. Agora, ela 
não só recebe um aumento da energia vital, ou Ki, para a sua própria 
cura, como também se liga à fonte de todo o Ki ou ch’i do Universo. Essa 
fonte pode ser descrita do modo que o agente de cura queria chamá-la: 
Deus/Deusa, Eu Superior, Fonte Criadora, Primeira Fonte, Universo, ou 
qualquer coisa que possa representar a criação primária ou energia da 
vida. 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
17 
 
 
O Reiki não é uma religião nem está filiada a nenhuma religião. 
Essa energia vital é a fonte da vida em si, um conceito e um fato muito 
mais antigo do que qualquer filosofia religiosa. 
Enquanto tudo o que tem vida tem Ki, uma iniciação em Reiki 
aumenta indefinidamente a ligação do receptor com sua fonte. Ao 
receber a primeira iniciação em Reiki I, o iniciante torna-se um canal para 
a energia de cura universal. Desde o momento da iniciação e vida afora, 
tudo o que ele precisa fazer para se ligar ao Ki de cura é colocar as mãos 
sobre si mesmo ou em outra pessoa e deixá-lo fluir naturalmente através 
de si. A iniciação coloca a pessoa em contato direto com a fonte do Ki, 
também aumenta a energia de sua força vital. Ela sente uma energia 
que, depois de curá-la, também cura os outros sem esgotá-la. Durante os 
poucos minutos do processo iniciático, a pessoa iniciada na energia Reiki 
recebe um presente que muda sua vida para sempre de forma totalmente 
positiva. 
Desse ponto em diante, a pessoa que recebeu a iniciação é 
uma praticante de Reiki, com novas capacidades cuja existência 
ignorava ou não. A iniciação não acrescenta nada novo ao iniciante, ela 
abre e alinha o que já era parte dela. O processo assemelha-se ao modo 
de colocar uma lâmpada numa casa onde a fiação elétrica já existia, 
quando o agente de cura impõe as mãos com a intenção de curar, ele 
acende a Luz. 
Muitos acreditam que o Reiki é uma lembrança, e cremos que 
todos nós já o tivemos em vidas passadas, ele faz parte da nossa 
herança genética e de todos nós. E vai além, o Reiki é um sistema 
próprio para despertar o poder que habita dentro de nós, captando, 
modificando e potencializando a energia, uma oportunidade para o 
iniciado crescer e transformar-se. 
 
2.1. - O SIGNIFICADO DA PALAVRA REIKI E CONCEITOS ESSENCIAIS ENSINADOS 
POR TAKATA: 
 
O ideograma abaixo é formado por duas letras dos alfabeto 
japonês (kanji) que simbolizam a palavra Reiki.Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
18 
 
 
 
 
 
 
 
 
REIKI = REI + KI 
REI = significa universal e refere-se ao aspecto espiritual, a Essência 
Energética Cósmica que permeia todas as coisas e circunda tudo quanto 
existe. 
KI = é a energia vital individualizada que flui em todos os organismos 
vivos e os mantém. 
REIKI = é o processo de encontro dessas duas energias, a Energia 
Universal e a nossa energia física. 
 
* Em anotações encontradas em um diário antigo de Takata, ela 
assim define o Reiki: 
“Em minha intenção de escrever em poucas palavras este ensaio sobre a 
arte de curar, tratarei de ser mais prática do que técnica, porque o que eu 
vou descrever não está associada com nenhum ser material ou vísivel, 
não tem forma nem nome. 
Creio na existência de um Ser Supremo, o Infinito Absoluto, uma forma 
dinâmica que governa o mundo e o universo. É um poder espiritual 
invísivel que vibra. Faz que os restos das forças se tornem insignificantes 
ao seu lado e por isso é Absoluto. (Grifo nosso) 
Este poder é insondável imensurável, e sendo uma força da vida 
universal, é incompreensível para o homem. Sem impedimentos, todos e 
cada um de todos os seres vivos recebem os seus benefícios, tanto 
estando despertos como dormindo. 
Diferentes professores e mestres chamam-no de Grande Espiríto, a 
Força da Vida Universal, ou a Energia da Vida, porque quando se aplica 
vitalizam os sistemas inteiros, também lhe chamam de Onda de Éter, 
porque alivia a dor e nos faz entrar em estado de profundo sono como se 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
19 
 
 
estivéssemos abaixo de efeitos de uma anestesia, e porque irradia 
sensações de regozijo e nos eleva a um estado de harmonia. 
Eu lhe chamarei de ‘Reiki’, porque eu o estudei sob essa denominação. 
Reiki são ondas que se transmitem de maneira semelhantes às ondas de 
rádio. Pode-se aplicar com êxito tanto localmente como à distância, como 
a onda curta. (Grifo nosso) 
Reiki não é eletricidade, nem rádio, nem raios X. Pode penetrar em 
capas finas de seda, panos, porcelana, madeiras ou gesso, porque vem 
do Grande Espiríto, do Infinito. 
É absolutamente prático e seguro. Devido que é uma emissão universal, 
este tratamento beneficia a todo ser vivo, aves, animais, plantas, assim 
como todos os seres humanos, quer sejam crianças ou anciões. 
Deve-se aplicar e utilizar diariamente de forma preventiva. 
Este é o propósito, utilizar da Força Primordial, por meio das nossas 
mõas para que as apliquemos e curemos, para que possamos conservar 
a saúde física e equilibrio mental, para nos libertar da ignorância e viver 
em um mundo mais iluminado, para que tenhamos mais harmonia com 
nós mesmos e com os demais. 
Se aplicarmos as regras diariamente, nosso corpo responderá e tudo o 
que queremos e desejamos conseguir neste mundo estará a nosso 
alcance. Saúde, felicidade e o caminho para longevidade que todos 
buscamos. Isto é que eu chamo de perfeição. 
Por ser uma força que é proveniente do Grande Espírito pertence a todos 
que buscam e desejam aprender a arte de cura. 
Reiki não conhece raça, credo ou idade. O estudante encontrará seu 
caminho quanto estiver preparado para aceitá-lo. Ser-lhe-á mostrado. A 
iniciação é uma cerimônia sagrada em que se estabelece o contato. 
Dado que tratamos com o Espírito Divino, não contendo erros e nem 
devemos duvidar. É absoluto! 
Uma vez estabelecido o primeiro grau contato ou iniciação, as mãos 
irradiam vibrações ao colocá-las sobre a região enferma, aliviando a dor 
e encomodos. Tuas maõs estão preparadas para curar enfermidades 
agudas e crônicas de todos os seres vivos. 
Nos casos agudos só são necessários alguns minutos de aplicação. Nos 
casos crônicos o primeiro passo e encontrar a causa e seus efeitos. 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
20 
 
 
Começa-se o tratamento pelos olhos, na região frontal e nasais e 
glândulas pituitárias. Segue as têmporas, medula ablongata, a garganta, 
a tireóide, o timo. Depois se trata os pulmões, o estômago, a vesícula 
biliar e o fígado, o pâncreas e o plexo solar, o intestino delgado e grosso. 
Depois a região da bexiga e ovários. 
Faz-se que o paciente se vire e tratam-se os ambros, os pulmões, os 
nervos simpáticos, os rins e a próstata. 
Durante o tratamento confie em suas mãos. Atente para as vibrações e 
suas reações. Se no paciente dói alguma coisa, sentirá dor nas pontas 
dos dedos e na palma das mãos. O mesmo sucederá se o paciente sentir 
fisgadas. Se a dor é profunda e crônica, você notará pulsações, e se a 
dor é aguda você notará pontadas superficiais. 
Tão pronto como o corpo responde ao tratamento, desaparecerá o mal 
estar agudo, mas a causa permanece. Investiga-se essa causa 
diariamente com cada tratamento verás melhora. 
Despois de tratar os órgãos dessa forma, eu termino o tratamento com 
umas massagens rápidas dos nervos que regulam a circulação. Ponho 
algumas gotas de azeite de sésamo ou qualquer azeite vegetal puro, 
coloco os dedos polegar e indicador sobre o lado esquerdo e os três 
dedos restantes com a palma apoiados sobre o lado direito da coluna 
vertebral, e dou massagens descendentes (de 10 a 15 toques), até o 
extremo inferior da coluna vertebral. Somente em casos de diabetes é 
que os toques são de forma inversa. A massagem das pernas e braços é 
sempre na direção do coração. 
O tratamento explicado anteriormente se chama tratamento básico. 
Consome o tempo de uma hora ou mais, segundo as complicações e 
gravidade do caso. 
Ao tratar o corpo em detalhes, as mãos se tornam sensíveis e podem 
chegar a determinar a causa da enfermidade, assim como detectar a 
mais ligeira congestão interna, quer seja física ou mental-emocional, 
aguda ou crônica. Reiki é um tratamento estritamente não invasivo e sem 
medicamentos que fará que o corpo volte à sua normalidade. 
Em um período de quatro dias a três semanas vemos grandes mudanças 
no corpo, todos os órgãos internos e glândulas começam a funcionar 
com maior vigor e ritmo. Os sucos gástricos voltam a fluir de forma 
normal, os nervos congestionados se relaxam, desaparecem as 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
21 
 
 
aderências, o cólon se ativa, a matéria fecal cai das paredes intestinais e 
gases são expulsos. 
As toxinas acumuladas durante anos, são eliminadas atravês dos poros 
produzindo uma transpiração pegajosa. Aumentam-se as defecações, 
que são escuras e de odor forte. 
A diurese também aumenta, a urina se torna escura e carregada, e 
outras vezes se torna branca como farinha misturada na água. Isto pode 
durar de quatro a seis dias. Sem impedimentos, tendo tido pacientes que 
reagiram como um só tratamento. 
Quando isso ocorrer, comprovarás que está produzindo uma reabilitação 
geral dos órgãos intestinais. Depois desta depuração tão completa, o 
corpo se ativa, os nervos intumescidos recuperam o sentido do tato, 
aumenta o apetite, o sono profundo se torna natural, os olhos brilham e a 
pele resplandece como seda. 
Ao renovar-se o sangue e a circulação e restabelecer-se os nervos e as 
glândulas, pode-se rejuvenecer de cinco a dez anos. Neste momento é 
muito importante o que comes. Durante os tratamentos de saúde de 
Reiki somos vegetarianos e comemos todos os tipos de frutas da 
estação. 
A natureza nos provê com abundância, mas não para que nos 
derrotemos. Comer em excesso é um pecado contra si mesmo. Como 
com moderação e com o sentimento de gratidão para reconhecer o 
Grande Espírito que é o Criador, o Todo Poderoso que faz que todas as 
coisas cresçam, floresçam e dêem frutos. 
Sentemos à mesa com pesamentos agradáveis. Não comam quando 
estiverem preocupados. Deve-se evitar o leite, o açucar branco e as 
féculas se o paciente tem estômago delicado. Com a alimentação 
adequada o paciente responde com mais rapidezaos tratamentos”. 
 
Como se vê, o Reiki visa a cura integral, por meio dele 
podemos tratar as desarmonias do corpo físico, mental e emocional. 
Atuando sobre nossos centros energéticos, os chakras, sobre nossa 
malha energética, os meridianos que envolve o corpo físico; e da aura, a 
luz que nos mantém, a energia Reiki equilibra e restabelece a circulação 
da energia vital, corrige desvios nos padrões mentais do inconsciente, 
ativa o poder de restabelecimento do corpo físico por meio das glândulas 
endócrinas e dos órgãos e nos reconecta com o Fonte Superior. 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
22 
 
 
Em suma curar-se é conhecer-se, aceitando nossas 
imperfeições e nos perdoando, valorizando nossas qualidades e fazendo 
bom uso delas. Este é o sentido holístico da cura integral. A 
manifestação física de uma enfermidade é apenas o resultado de 
desequilibrios mentais e emocionais, conscientes e inconscientes, que 
precisam ser trabalhados e compreendidos. Por meio do Reiki, podemos 
ativar nosso poder de cura e receber a ajuda que precisamos para 
corrigir estes desequilibrios. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
PORTARIA Nº 849, DE 27 DE MARÇO DE 2017 inclui a Arteterapia, Ayurveda, 
Biodança, Dança Circular, Meditação, Musicoterapia, Naturopatia, Osteopatia, 
Quiropraxia, Reflexoterapia, Reiki, Shantala, Terapia Comunitária Integrativa e 
Yoga à Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares. 
 
Nesta Portaria o Reiki foi assim definido: 
 
“É uma prática de imposição de mãos que usa a aproximação ou o toque 
sobre o corpo da pessoa com a finalidade de estimular os mecanismos 
naturais de recuperação da saúde. Baseado na concepção vitalista de 
saúde e doença também presente em outros sistemas terapêuticos, 
considera a existência de uma energia universal canalizada que atua sobre 
o equilíbrio da energia vital com o propósito de harmonizar as condições 
gerais do corpo e da mente de forma integral. A terapêutica objetiva 
fortalecer os locais onde se encontram “bloqueios nós energéticos" 
eliminando as toxinas, equilibrando o pleno funcionamento celular, de 
forma a restabelecer o fluxo de energia vital. 
A prática promove a harmonização entre as dimensões físicas, mentais e 
espirituais. Estimula a energização dos órgãos e centros energéticos. A 
prática do Reiki, leva em conta dimensões da consciência, do corpo e das 
emoções, ativa glândulas, órgãos, sistema nervoso, cardíaco e 
imunológico, auxilia no estresse, depressão, ansiedade, promove o 
equilíbrio da energia vital. 
(MINISTÉRIO DA SAÚDE, DOU de 28/03/2017 (nº 60, Seção 1, pág. 68) 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
23 
 
 
 
 
 
 
"Em primeiro lugar temos que curar o nosso espírito se queremos progredir 
física e espiritualmente usando os meus ensinamentos e treino de modo a 
caminharmos no caminho correto como seres humanos. Em segundo lugar, 
temos que manter o nosso corpo saudável. Se o nosso espírito for saudável e 
estiver de acordo com a verdade, então o corpo torna-se saudável de forma 
natural.” Mikao Usui. 
 
 
 
 
3 - OS CINCO PRINCÍPIOS DO REIKI: 
 
O Reiki oferece um grande potencial para o fortalecimento de si 
mesmo. Embora o Reiki não seja uma religião, ele permanece fiel à 
Filosofia Oriental. O Reiki provém de um espaço cultural que abasteceu o 
Ocidente de quase todas as suas técnicas metafísicas, e provavelmente, 
a maior parte de nossas normas éticas. 
 
Existem muitas variações dos cinco princípios, eles diferem 
entre si em todos os livros. Diz-se que foram escritos por Mikao Usui, que 
segundo Takata a forma mais próxima do original é: 
 
“Só por hoje, não se aborreça. 
Só por hoje não se preocupe. 
Contemos nossas benções e honremos nosso 
pai e nossa mãe; 
Ganhe a vida honestamente. 
Seja bondoso para com todos os seres vivos”. 
 
Outra versão dos Princípios do Reiki, citado por Larry Arnold e 
Sandy Nevius, no livro The Reki Handbook: 
 
“Só por hoje, agradecerei pelas minhas várias 
benções. 
Só por hoje, não me preocuparei. 
Só por hoje, não me aborrecerei. 
Só por hoje, trabalharei honestamente. 
Só por hoje, serei bondoso para com o meu 
próximo e para com todos os seres vivos”. 
 
E ainda, mais um versão: 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
24 
 
 
“Só por hoje, não me irrito. 
Só por hoje, não me preocupo. 
Só por hoje, sou grato (a). 
Só por hoje, trabalho arduamente. 
Só por hoje, sou bondoso (a) para com os 
outros”. 
 
 
Esses princípios foram muito bem pensados e usá-los 
diariamente torna o Reiki um estilo de vida. Eles não violam nenhuma 
religião ou ética religiosa, e contribuem para uma verdadeira reforma 
interior e transformação consciente. 
 
Receber o Reiki I é um marco na vida de qualquer pessoa, e a 
partir desse momento, a vida muda para sempre. Enquanto essas 
mudanças são totalmente positivas, o novo canalizador pode precisar de 
algo que possa se apoiar, enquanto sua vida se transforma. Os princípios 
do Reiki podem ajudar nesse processo de crescimento. 
A interpretação desses princípios vária de acordo com a 
pessoa, meditar sobre eles fortalece e acalma, sendo uma ótima coisa 
para se fazer durante as sessões de autocura, e logo após – demonstre 
“Gratidão”, pois esse pode ser o princípio mais importante de todos. 
A maior parte do aprendizado sobre o Reiki acontece durante a 
prática da cura. Quanto mais se usa o Reiki, mais aprende, e maior se 
torna a capacidade de canalizar a energia. É aconselhável praticar uma 
sessão de autoterapia diária, depois de ter recebido o alinhamento, e 
pelo menos três pessoas de corpo inteiro em beneficio de outras 
pessoas, durante o segundo mês. 
 
É importante que se ensine à tantas pessoas que possam se 
beneficiar destes conhecimentos. Procure aprender técnicas de cura a 
seu alcance e busque sempre procedimentos mais eficazes para 
transmiti-lo a outros. O Reiki, proporciona algo que nenhum outro 
sistema oferece: a possibilidade de falar durante toda a tarde à pessoas 
que não tinham nenhuma noção de técnicas terapêuticas, ou de energia, 
e despedir-se delas tendo convertido-as em competentes facilitadores de 
Reiki. Qualquer outra disciplina requer longos anos de estudos para 
alcançar algum nível de competência. Quando estes aprendizes de Reiki 
I saem das aulas, ficam absolutamente seguros de sua capacidade, e 
sabem que tudo quanto façam será positivo. Reiki, por ser uma energia 
inteligente, não pode fazer nenhum dano, nem deixar margem a erro. 
Essa é, sem dúvida, a razão mais importante, entre muitas outras, 
desperta a autoestima. 
 
 
 
Algumas considerações sobre os princípios do Reiki: 
 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
25 
 
 
Só por hoje, não se preocupe: preocupar-se é esquecer que há um 
propósito divino em tudo o que acontece. A preocupação com o passado 
é inútil, pois cada pessoa faz o melhor que pode em cada situação da 
vida, conforme o conhecimento ou sabedoria que tem em determinado 
momento. Quando lamentamos um ato passado, devemos perceber que 
reagimos de acordo com os recursos que possuímos, então, devemos 
meditar sobre este ato, tirar daí uma lição, e sermos gratos por ela. 
Quanto ao futuro, também não vale a pena preocupar-nos com ele, pois 
criamo-lo Agora, se cultivarmos a bondade, o amor incondicional, a 
benevolência, o pensamento positivo, então nosso futuro será repleto de 
amor, e ainda que aconteça algo de negativo, tratar-se-á de mais uma 
lição de aprendizado. 
 
Só por hoje, não se irrite: a raiva é uma emoção desnecessária. Quando 
uma pessoa se irrita, perde seu centro, seu sincronismo com o Universo 
e com seu propósito de vida. Quando damos o melhor de nós e nos 
irritamos porque consideramos que alguém não agiu de acordo com 
nossas expectativas, necessidades e desejos, tendemos a esquecer de 
que essas pessoas foram atraídas para o nosso ambiente e são só 
espelhos.Na verdade, toda a situação é um reflexo direto de causa e 
efeito, criado pela própria pessoa. Esse efeito pode servir para estimular 
nossos pontos fracos, que são a causa da raiva. Assim, quando uma 
pessoa incita outra a irritar-se, a segunda deve controlar a emoção, dar 
conta conscientemente das suas reações e dominar os seus 
sentimentos. A raiva é uma energia que desarmoniza e cria doenças no 
corpo. É de grande sabedoria e altamente benéfico aprender a 
transformar esta energia lidando construtivamente com ela. 
 
Só por hoje, seja grato às benções que recebe: quando estamos na 
atitude de gratidão sentimo-nos gratos pelo que recebemos e também 
por aquilo que confiamos que será provido pela natureza, daí 
começamos a atrair magneticamente a abundância. Quando nos 
focalizamos no que não temos, a falta continuará; por outro lado, se 
estivermos conscientes da abundância ao nosso redor, e nos 
sentirmos gratos por ela, a abundância se manifestará. 
 
Hoje e sempre, ganhei pão diário honestamente: de extrema 
importância para um fluxo de vida harmonioso é a honestidade da 
pessoa em lidar com ela própria. Esta postura leva a pessoa a enfrentar 
a verdade em todas as coisas e consequentemente tenderá a projetar 
honestamente sobre os que a circundam. 
Ao invés de viver uma vida carregada de ilusão rejeitando a realidade, se 
uma pessoa viver na verdade, se for honesta, descobre um bem estar 
interior tão agradável que será difícil não querer voltar a senti-lo. 
Descobre assim, que através da honestidade a sua qualidade de vida é 
potencializada. Assim, a pessoa que trabalha honestamente, está sendo 
verdadeira para com o seu Eu Superior. Esta verdade é reforçada por um 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
26 
 
 
aumento do amor próprio que vai consequentemente irradiar harmonia 
na vida dessa pessoa. 
 
Hoje e sempre, mostre gratidão para com todos os seres vivos: graças 
estudos da física, sabemos agora que originalmente, somos todos 
provenientes da mesma fonte. Estamos também descobrindo que para 
sobreviver, teremos de eliminar a nossa tendência egocêntrica de querer 
controlar a natureza e aprender a mostrar amor e respeito para com 
todas as formas de vida. A física demonstrou-nos também que não há 
matéria sólida, apenas níveis diferentes de vibração que vibram em 
diferentes níveis de energia, que, contudo, são todos interconectados 
porque não existem barreiras sólidas entre eles. Assim, quando 
aceitamos todos os aspectos de nós mesmos, afetamos todos os outros. 
Da mesma forma, quando aceitamos os outros, sentimos a reflexão em 
nós próprios. Cada pessoa, animal, planta e mineral está incluído no 
todo. Demonstrar amor e respeito por todos os outros seres é amar e 
respeitar a nós mesmos. 
 
 
Mais uma vez, frisa-se que estes princípios merecem uma 
detida consideração, e seu exercício diário converte ao Reiki um estilo de 
vida, não contrariando os mandamentos nem as normas éticas de 
nenhuma religião. Na vida de uma pessoa, a formação Reiki-I é um rito 
fundamental e as mudanças, ainda que estas sejam totalmente positivas, 
o terapeuta aprendiz talvez necessite de uma base firme em que apoiar-
se, na medida em tudo vai acontecendo de forma muito diferentes do que 
anteriormente conhecia. Os princípios do Reiki podem ajudar neste 
processo de crescimento acelerado e recomeço. A meditação sobre eles 
nos acalmará e nos fortalecerá, e muito aconselhável fazê-lo durantes as 
sessões de autoterapia. 
 
Boa parte dos ensinamentos sobre Reiki é intuito e provém da 
prática, deixemos que a própria energia ensine o terapeuta. Quanto mais 
se utiliza o Reiki, mais se aprende, e mais se intensifica a faculdade 
terapêutica. O uso assíduo mobiliza quantidades cada vez maiores de 
Reiki em beneficio do progresso pessoal e da autocura do terapeuta. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Quando você acredita que a Luz vai sustentar e regenerar o corpo, é 
exatamente o que ela faz. (Jasmuheen) 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
27 
 
 
 
 
 
 
 
4 - NÍVEIS E A SINTONIZAÇÃO: 
 
Os cursos de Reiki tradicional são divididos em quatro 
módulos: Reiki I, Reiki II e Reiki III e o Mestrado. 
 
No Nível I, as pessoas são sintonizadas com a energia e 
aprendem a história, as posições básicas das mãos para 
autotratamento e tratamento em terceiros. O curso permite um 
tempo para os alunos praticarem o Reiki em si próprios e nos 
outros alunos, sob a supervisão do Mestre. Não é permitido 
nenhum requisito para aprender a técnica do Reiki. 
 
No Nível II, aprende-se o método para envio de Reiki a 
distância por meios dos símbolos e renova-se o voto aos 
princípios do Reiki. 
 
No Nível III, é a preparação do candidato a mestre. É como 
um estágio, onde o aluno acompanha o mestre por tempo 
indeterminado, até que ambos sintam que é chegado o 
momento de sua iniciação como Mestre de Reiki. 
 
No Mestrado, é ensinado como sintonizar outras pessoas à 
energia Reiki, além do conhecimento dos símbolos mestres e 
suas várias possibilidades de uso. 
 
Em cada um dos níveis acima descritos, o Aluno é submetido 
ao que chamamos de Sintonização, que é uma abertura dos canais do 
estudante para o recebimento da energia Reiki. É como uma “cirurgia” 
espiritual, onde são desobstruídos os dutos por onde correrá a energia. 
Durante as iniciações, algumas pessoas visualizam cores, luzes, seres, 
outras veem desenhos, algumas se lembram de suas vidas passadas, 
outra se sentem cheias de Luz, paz e harmonia. 
 
Após as iniciações, passa-se por um período de adaptação de 
21 dias à energia Reiki. O Iniciado pode sentir-se aéreo, ter sonhos muito 
claros, ou apresentar sintomas como, por exemplo: diarreia, náuseas, ou 
coriza. Se o processo tornar-se incômodo, o simples fato de realizar um 
autotratamento ou de outra pessoa, reequilibra a energia do agente de 
cura e diminui as sensações desagradáveis. Muitas vezes, sintomas 
continuam após este período de 21 dias, indo até o ponto onde a pessoa 
consiga harmonizar a sua própria vida. 
 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
28 
 
 
Este período é um período de limpeza e adaptação ao 
recebimento da energia Reiki. É importante que o iniciado tenha 
tranquilidade e compreensão durante este momento, para o que está 
ocorrendo consigo. Seu corpo físico e as dimensões sutis estão sendo 
adaptadas a uma quantidade maior de energia. Para tanto é necessário 
desobstruir os canais, eliminando emoções e pensamentos negativos. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
29 
 
 
 
 
 
 
"O homem é o ser mais evoluído do planeta e deveria viver de acordo 
com isso” (Hayashi Sensei) 
 
 
 
5 - OS CHAKRAS E A AURA HUMANA 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
5.1 – OS CHAKRAS: 
 
A palavra chakra vem do idioma sânscrito e significa roda ou 
círculo. São os centros captadores, armazenadores e distribuidores de 
energia vital (prana) para o nosso corpo. São milhares desses centros de 
força distribuídos pelo nosso corpo, interligados por canais energéticos 
chamados de nadis. Em sânscrito nadi significa tubo ou vaso. Os nadis 
formam uma malha energética que leva o prana para todos os pontos do 
corpo, o que permite o desempenho de nossas funções vitais as quais 
dão sustentação ao nosso organismo. 
 
Os chakras agem como receptores, transformadores e 
distribuidores, das diversas frequências da prana. 
 
Absorvem energias vitais do Cosmo e das fontes básicas de 
toda manifestação de vida, transformando-as em frequências 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
30 
 
 
necessárias para a manutenção e desenvolvimento de todos os corpos 
do ser humano, desde o físico até o mais sutil. 
Os chakras captam a energia vital, e os nadis distribuem. 
Também existe o movimento contrário, ou seja, nossos chakras irradiam 
energia para oambiente. 
 
Os chakras podem sofrer lesões como obstruções e fissuras, e 
também podem ficar desalinhados, desequilibrando totalmente uma 
pessoa. A energia Reiki alinha e restaura o equilibro dos chakras, 
deixando-os harmonizados com o Cosmo e com a Natureza, 
possibilitando assim que recebamos a energia vital que precisamos. 
 
Apesar do grande número de chakras existentes (relatos de 
textos clássicos relatam 144.000 chakras e 72.000 nadis ), os principais 
são sete e se encontram dispostos ao longo da coluna vertebral e na 
cabeça. Assemelham-se a pequenos discos, de brilho e cor determinada, 
que giram vertiginosamente em sentido horário. 
 
Chakra Raiz ou Básico - 1º Chakra 
 
 
Localiza-se na base da coluna vertebral ou 
cóccix, na altura das três primeiras vértebras. Tem 
sua abertura para a Terra, é o chakra diretamente 
ligado ao mundo material e físico, vincula-se a 
sobrevivência. Quanto mais aberto e energizado, 
maior a energia física. Esse chakra nos enraíza a 
Terra e traz determinação e constância. Influi nas 
áreas de nossa vida cujas qualidades são ligadas a terra e a nossa 
sobrevivência como a alimentação, o respirar, a água, os recursos 
econômicos, trabalho ou emprego, capacidade de luta, de enfrentar e 
lutar pela realização de seus desejos e objetivos, a independência, a 
vitalidade, a saciedade dos desejos. Dá vitalidade ao corpo físico. É à 
força da vida, da sobrevivência, autopreservação e instintos. 
 
Suas correspondências fisícas são: o sistema locomotor, as glândulas 
endócrinas, rins, coluna espinal, cólon, pernas e ossos. 
 
Sua cor é vermelha, assim, essa cor o energiza. Quando ativo, sua cor é 
a vermelha. Quando obstruído, sua cor é a preta. 
 
Quando em desequilíbrio produz fisicamente anemia, leucemia, 
problemas circulatórios, pressão baixa, baixo tônus muscular, fadiga, 
insuficiência renal e excesso de peso. Se a pessoa estiver funcionando 
numa baixa vibração, irá apresentar as seguintes características: 
egocentrismo, insegurança, violência, ganância, fúria; demasiada 
preocupação com a própria sobrevivência; tensão na coluna e prisão de 
ventre. 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
31 
 
 
 
 
Chakra Esplênico ou Sacro - 2º Chakra 
 
Localiza-se na região do Umbigo. É um 
chakra de dois vórtices, anterior e posterior, estando 
diretamente ligado à reprodução. Rege os órgãos 
reprodutores, ovários, testículos, próstata, genitais, 
baixo ventre, bexiga, vesícula. Liga-se a sexualidade, 
curiosidade, a busca criativa, ao gosto pelas coisas 
belas, artes, emoções e as relações com as outras 
pessoas É o responsável pela irrigação dos órgãos 
sexuais; pela energização do baço, é também responsável pela 
vitalização do feto em formação. Sua energia é o Poder da Vontade. Seu 
atributo é o conselho. Segundo o grau de sua vitalidade pode gerar a 
Prudência ou a Imprudência. 
 
Este chakra indica como qualidades e lições a aprender: dar e 
receber, emoções, desejos, prazer, assimilação de novas ideias, saúde, 
família, tolerância, trabalhar harmoniosa e criativamente com os outros. 
 
Sua cor é laranja, assim como é a cor que o energiza. 
 
Quando em desequilíbrio produz fisicamente dificuldades relacionadas 
com os fluídos do corpo: laringe, linfa, saliva, bílis ou com seus órgãos 
processadores: rins, bexiga e as glândulas linfáticas. 
 
Pode ainda manifestar qualidades negativas, se a pessoa estiver 
funcionando numa baixa vibração, as seguintes características: 
exagerada indulgência com a comida ou sexo. 
 
Bloqueios nesse centro resultam em dificuldades quanto a contato físico, 
quanto à aceitação do próprio corpo, excesso de racionalismo, 
impulsividade sentimental, isolamento, problemas sexuais (frigidez, 
impotência, falta de desejo). 
 
Se os dois chakras da esfera terra (básico e umbigo) não estiverem 
totalmente abertos, os outros chakras não conseguirão abrir-se e 
funcionarão prejudicados. 
 
Chakra do Plexo Solar ou Manipura - 3° Chakra 
 
 
Esse chakra localiza-se na região do 
diafragma, à esquerda, um pouco acima do 
estômago. É um chakra de dois vórtices, anterior e 
posterior, estando diretamente ligado à reprodução. 
 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
32 
 
 
Liga-se a Personalidade, ao Ego, a Mente Racional e Pessoal, 
a vitalidade, à vontade de querer saber e aprender, a ação do poder, ao 
desejo de viver, à vontade de se comunicar e participar. Atua sobre o 
estômago, a musculatura abdominal, o fígado, a vesícula, o baço e o 
pâncreas. 
 
Esse chakra é o centro da ligação com as outras pessoas. Seu 
poder é grande, promovendo a autoaceitação. É o que mais se relaciona 
com o Ego, por isso, absorve muita energia dos dois primeiros. Trabalha 
sentimentos negativos, como o egoísmo que iria obstruir, desequilibrar os 
chakras superiores. É o Canal por onde passa a energia emocional. 
 
A cor associada a este chakra é o amarelo. Sua energia é o 
Poder do Pensamento Criador. Seu atributo é a justiça. 
 
Quando desequilibrado provoca o sentimento de inferioridade e 
insegurança. Se bloqueado trazem ambição, compulsividade, ansiedade 
por poder, inveja e possessividade. Está ligado a diabetes, problemas 
digestivos, alergias, sinusite, insônia. 
 
 
Chakra Cardíaco ou Anahata - 4º Chakra 
 
 
Esse chakra localiza-se na parte superior 
do peito, na região do coração, à esquerda. É um 
chakra de dois vórtices, anterior e posterior. As suas 
funções são amor e paz incondicional, sem 
exigências ou restrições. Dá a habilidade de amar a 
si próprio e aos outros incondicionalmente. É 
através desse chakra, quando estabilizado e aberto, 
por onde passa toda a energia que desejamos doar 
quando canalizamos a energia Reiki. É o chakra mais importante para 
que tenhamos Equilíbrio Energético. Bem desenvolvido, torna-se um 
canal de amor para o trabalho de assistência espiritual. Atua sobre a 
glândula do timo, coração, sistema circulatório, braços, mãos, pulmões. 
Sua cor é verde (cura ) e rosa (amor). Sua energia é o Poder do 
Conhecimento. Seu atributo é a sabedoria. 
 
Este é o chakra mais afetado pelo desequilíbrio emocional. 
Quando em desequilíbrio traz a incapacidade de amar. Bloqueado pode 
originar patologias como sindrôme do pânico, pressão alta, depressão e 
câncer, entre outras. 
 
Chakra Laríngeo ou Vishudda - 5º Chakra 
 
 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
33 
 
 
Localiza-se no meio da garganta. É um 
chakra de dois vórtices, anterior e posterior, estando 
diretamente ligado à comunicação externa e ao 
começo da interna (clariaudiência) ou auto-
expressão. 
 
Este chakra indica como qualidades e 
lições a aprender: poder da palavra falada, 
verdadeira comunicação, expressão criativa no discurso, na escrita, nas 
artes. Integração, paz, verdade, conhecimento, sabedoria, lealdade, 
honestidade, confiança, amabilidade, gentileza. É através desse chakra 
que é transmitida a intenção espiritual e, por ele, podemos iniciar o 
caminho Espiritual. 
 
Atua diretamente na região do pescoço. Rege a glândula 
tiróide, para-tiróide, hipotálamo, garganta, boca. A cor a ele associada é 
o azul turquesa. Sua energia é o Poder Supremo. Seu atributo é o 
entendimento. 
 
Aberto e equilibrado traz a consciência de nossa 
responsabilidade pelo nosso crescimento em todos os sentidos, desde os 
espirituais até os materiais. Em desequilíbrio traz o medo da 
desaprovação social e do fracasso. Sua hiperatividade faz a pessoa 
rouca, falando com voz aguda, e estridente. 
 
Bloqueado pode originar patologias como herpes, dores 
musculares ou de cabeça, rouquidão, dificuldade de comunicação, 
gagueira, fala embaralhada, entre outras. 
 
Chakra Frontal ou Ajna - 6º Chakra: 
 
 
Esse é o chamado chakra da Terceira 
Visão. É o chakra dos sentidos, responsável pela 
parte superior da cabeça, olhos e ouvidos. 
Localiza-se no meio da testa, entre as 
sobrancelhas. É um chakra de dois vórtices, 
anterior e posterior, estando diretamenteligado à 
intuição, a vidência e a audiência no campo da paranormalidade. É um 
chakra fundamental na harmonização à distância, sendo que também 
atua nos olhos físicos. Dá visão interior, intuição e a habilidade de se 
conhecer a si próprio. Esse chakra é uma das chaves para nossa entrada 
no campo do invisível. Está associado a telepatia, clarividência, 
concentração, paz de espírito,intuição e realização da alma. 
 
Atua sobre as glândulas hipófese e pituitária, glândulas estas 
que dirigem as outras glândulas do corpo. A cor associada a este chakra 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
34 
 
 
é o azul índigo. Sua energia é o Poder Oculto da Palavra. Seu atributo é 
o respeito. 
Em desequilíbrio, pode nos colocar em confusão psíquica em 
que ideias e conceitos que não têm correspondência no plano da 
realidade. Há perda de raciocínio lógico e da capacidade de colocar em 
prática as ideias. Traz patologias como problema nos olhos, surdez, 
vícios com drogas. Bloqueados causam instabilidade na vida material por 
falta de objetivos. 
 
Chakra Coronário ou Sahasrara - 7º Chakra 
 
 
Localiza-se no alto da cabeça, em seu 
topo, prologando-se mais acima. É aberto para 
cima, com um único vórtice. É a abertura para a 
Consciência Universal. Conecta o homem a sua 
essência espiritual, e a integração total do ser físico, 
emocional, mental e espiritual. Em atividade, é o 
mais vibrante dos chakras. É o chakra responsável 
pela irrigação energética do cérebro. É o último a ser desperto, sendo o 
renascer espiritual. É o chakra por onde penetra a energia cósmica. 
 
Em equilíbrio proporciona experiências muito pessoais cujas 
sensações vão além do mundo físico, criando o sentido da totalidade. É 
muito importante na telepatia, na mediunidade, nas expansões da 
consciência e na recepção de temas espirituais. 
 
Rege a glândula Pineal, córtex cerebral, sistema nervoso 
central, olho direito. 
As cores associadas a este chakra são: violeta, lilás, roxo, 
branco, prateado ou dourado. 
 
Seu desequilíbrio traz uma puberdade tardia, a não 
compreensão da parte espiritual, uma forte visão materialista. Pode 
produzir patologias como: insônia, enxaqueca, problemas nervosos, 
histeria, possessão, obsessão, neuroses, falta de inspiração, confusão, 
depressão, alienação, hesitação em servir, senilidade. 
 
 
O curador reikiano com o desenvolvimento que lhe trará as aplicações da 
energia Reiki, irá absorver as informações acima, o que facilitará o uso 
das cores a serem mentalizadas, tanto nas aplicações físicas quanto nas 
canalizações. 
 
 
 
 
 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
35 
 
 
5.2 - A AURA: 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Aura é um campo de energia que circunda o corpo físico, 
protegendo-o como um envoltório de luz. 
 
Este envoltório pode ir de poucos metros até algo que não é 
possível medir, especificamente em seres iluminados, como o Mestre 
Jesus. 
É possível medir-se a aura visualizando-a, pelos seres que 
possuem esta capacidade, ou através de um processo físico chamado 
Fotografia Kirlian. Apesar de levar este nome, não é uma foto da aura, e 
sim um registro holográfico registrado em um filme comum. 
 
Além da extensão, a aura também tem cor. Estas duas 
propriedades definem o estado de saúde físico e emocional de uma 
pessoa. Quando ficamos doentes a aura se retrai e a cor é de 
tonalidades escuras, propiciando a sofrer ataques por parte de energias 
desarmônicas. No processo de assédio espiritual, a aura e os chakras 
são os alvos. 
 
Assim como age nos chakras, o Reiki também age na aura, 
restaurando, fortalecendo, limpando e protegendo. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
36 
 
 
LOCALIZAÇÃO DOS PRINCIPAIS ORGÃOS 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
37 
 
 
 
 
"A distância entre você e Deus é a mesma distância entre você e você mesmo”. 
(Sathya Sai Baba) 
 
 
 
 
 
6- A SESSÃO DE CURA COM O REIKI 
 
 
Após a iniciação em Reiki I, a primeira coisa que um agente 
facilitador de cura precisa saber é como posicionar as mãos. No Reiki, 
sempre se usa as palmas das mãos com as palmas voltadas para baixo. 
Os dedos se mantêm unidos e estendidos. As mãos adotam a posições 
de Reiki e assim permanecem completamente relaxadas, sem exercer 
pressão. A energia da força vital, ou Ki, que gera a energia, flui através 
dos chakras nos centros das palmas e na ponta dos dedos. Ambas as 
mãos podem estar apoiadas no corpo do receptor ou ligeiramente acima 
dele, para que a energia seja ativada e flua. 
 
Quando Mikao Usui sistematizou seu método de se trabalhar 
com a energia vital universal, ele desenvolveu um manual para ensinar 
seus alunos, e o autor Frank A. Petter nos fornece uma tradução. Nesse 
manual vemos várias dezenas de posições, contudo a escolha das 
posições seria guiada pela técnica do Byosen que será explicada com 
mais detalhes, mais adiante. 
 
No Reiki ocidental até recentemente muito se utilizou o sistema 
que foi propagado pela sra. Hawayo Takata, muitas vezes sendo 
absolutamente rígidos quanto ao posicionamento e sequência. Essa 
rigidez ainda é mantida em muitos lugares, acreditando-se dessa 
maneira agir com maior fidelidade. Queremos romper com esse pré-
conceito e para isso indicamos o estudo das obras de Frank A. Petter, 
que reconhece uma forma mais livre e intuitiva de aplicar-se o Reiki. 
Recomendamos, portanto o aprendizado das posições mais tradicionais 
ensinadas no ocidente, e mediante a experiência não hesite em fazer 
adaptações de acordo com cada caso, lembrando sempre que nos 
colocamo-nos como um instrumento de algo maior e pedimos que 
nossas mãos sejam guiadas para onde for necessário. Ou então se 
oriente pela técnica do Byosen que, veremos adiante. 
 
O Reiki geralmente é aplicado pelo toque das mãos em 
determinadas posições, porém evite pressionar machucados ou 
encostar-se a posições delicadas. Nesses pontos é possível manter-se 
uma distância pequena sem afetar os efeitos desejados. 
 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
38 
 
 
Desse modo procure seguir o guia abaixo, mas não se 
deixando limitar pelo mesmo, observe sempre as necessidades de cada 
caso, suas percepções enquanto reikiano, sua intuição e use sempre o 
bom senso. Muitos grupos já estabelecidos utilizam apenas algumas 
posições gerais, pois atendem a grande número de pessoas. Saiba 
respeitar cada local e ser conveniente na hora de fazer sugestões. Em 
níveis mais avançados de Reiki serão ensinados outros conhecimentos e 
técnicas, portanto poderá se deparar com várias situações que ainda não 
teve contato como reikiano nível I. 
 
Veremos primeiro as posições de aplicação em outros e depois 
as posições de aplicação em si mesmo. De acordo com a anatomia do 
próprio corpo alguns posicionamentos podem ser ajustados para melhor 
conforto. 
 
Parte Frontal: 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Parte posterior: 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Lembrando que existem muitas posições adicionais que 
poderão ser usadas de acordo com a necessidade, intuição e 
percepções energéticas. Qualquer local do corpo poderá configurar uma 
posição adicional. 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
39 
 
 
Posições de autoaplicação 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Como dissemos, existem muitas posições adicionais que 
poderão ser usadas de acordo com a necessidade, intuição e 
percepções energéticas. Aqui apresentamos duas opções para trabalhar 
a região do joelho e dos pés. 
 
Aplicação em Grupo 
Há a possibilidade de vários reikianos 
atuarem no mesmo receptor ao mesmo tempo. 
Esse procedimento otimiza muito o tempo da 
aplicação, e quanto maior o número de reikianos 
mais rápido será o atendimento. No entanto 
deve-se observar uma quantidade limite de 
aplicadoresobservando o espaço existente. 
Caso hajam muitos reikianos é recomendado 
dividirem-se em grupos menores, trabalhando em mais macas. 
Geralmente o reikiano que cobre as posições de cabeça coordena o 
trabalho marcando o tempo, e os demais devem observar seus sinais 
indicativos que chegou o momento de mudar de posição. Deve-se tomar 
o cuidado de respeitar o momento de relaxamento e tratamento do 
receptor, evitando ao máximo falar ou fazer comentários durante a 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
40 
 
 
aplicação. Caso alguém queira compartilhar alguma experiência, 
recomendamos que o faça com o próprio grupo de reikianos após 
finalizadas todas as aplicações. 
 
*Informações importantes para a prática do Reiki: 
 
Após nos tornarmos reikianos é muito comum percebermos 
algumas impressões em nossas mãos enquanto fazemos aplicações de 
reiki. As mais comuns são: calor moderado ou intenso, frio, pulsação, 
formigamento; dentre outras sensações que podem ocorrer. Essas 
impressões no reiki ocidental originado da Srª. Takata são 
desconsideradas, até onde sabemos, e segue-se um padrão de 
tratamento em posições previamente definidas que chamamos de 
Terapia Integral. 
Através das extensas pesquisas de Frank Arjava Petter veio ao 
nosso conhecimento por meio Mestres Reiki do Japão que tanto Sensei 
Usui quanto Hayashi, utilizavam outro método para estabelecer a 
sequência do tratamento que seria utilizado para cada paciente e que 
utiliza as sensações que foram supracitadas. Esse processo de 
tratamento personalizado seria orientado através de um importante 
conceito para quem deseja se aprofundar no conhecimento e prática do 
Reiki: o Byosen. 
Coforme os escritos de Frank, “os ensinamentos originais não 
aplicavam nenhum tratamento standard. Usui Sensei como Hayashi 
Sensei davam manuais aos seus alunos com um guia de tratamento para 
doenças comuns, mas estes eram para os iniciantes inexperientes. Os 
praticantes experientes aprendiam uma técnica avançada que é, 
infelizmente, incomum para nós fora do Japão. De acordo com Chiyoko 
Sensei, Koyama Sensei e Ogawa Sensei, tanto Usui Sensei como 
Hayashi Sensei trabalhavam com o que Usui Sensei chamava Byosen… 
Usui Sensei criou esta palavra de dois Kanji. O primeiro é Byo, que 
significa doente, doença. O segundo caracter, Sen, significa acumulação, 
ou bloqueio dos vasos, nos casos da linfa ou do sangue. Juntos (os kanji) 
descrevem a acumulação ou bloqueio devido a toxinas…” 
As técnicas que o Sensei Usui ensinava a seus alunos 
conhecidas como técnicas de “Reiki Tradicional Japonês” ou “Dentho-
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
41 
 
 
Reiki-Ryoho”, são encontradas no manual denominado “Reiki Ryoho 
Hikkei”. 
Este manual, que o distribuía a seus alunos, foi escrito a mais 
de 75 anos. Para a aplicação do Reiki, podemos destacar 3 técnicas de 
Reiki Tradicional Japonês, ensinadas pelo Sensei Usui, denominadas 
“Os três pilares do Reiki” são fundamentais, segundo o Sensei Usui: 
I - Gassho que é uma meditação cuja finalidade é esvaziar e 
acalmar a nossa mente “deixar o canal livre”, fortalecendo nossa 
conexão com a energia Reiki. 
II - Reiji-Ho que é uma oração para trazer a energia Reiki para 
dentro de nós. 
III - Chiryo que caracteriza a própria sessão. 
 
Assim apresentamos orientações, com explicações sucintas 
abaixo: 
Passo 1 - A preparação inicia-se com uma breve meditação, 
que pode ser a tradicional Gassho. A pronúncia correta é “gáshô”. 
Gassho significa “duas mãos se juntando, unidas ou em prece”. Ela 
auxilia a entrar em maior sintonia com o "Aqui e Agora", acalmar nossos 
pensamentos, trazer harmonia e nos predispormos para a transmissão 
de Reiki. Ela é feita mantendo as mãos relaxadas e unidas em frente ao 
peito ou garganta, com os dedos direcionados para cima (em posição de 
prece), em seguida focalize por alguns minutos a atenção no ponto onde 
os dedos médios se tocam. A concentração no toque dos dedos ajudará 
a manter o tônus da meditação Gassho, sem grandes devaneios, quando 
sentir um bom nível de tranquilidade mental, inicie o próximo passo. Após 
essa meditação existem alguns procedimentos passados pela nossa 
linhagem e que serão explicados oralmente. 
 
Passo 2 - A seguir vem a etapa que realizamos o Reiji-Ho. Reiji 
significa “indicação do espírito ou intuição” e Ho significa “técnica”. A 
pronúncia correta é “leidjirrô”. Após a meditação Gassho, pode-se abrir 
as mãos como se recebesse a chuva que vem do alto e faça uma prece 
de acordo com sua crença (silenciosamente, lembrando-se de evitar 
influenciar o receptor com suas crenças pessoais), se colocando à 
disposição para que a energia vital universal possa fluir através de você 
e beneficiar o receptor, e que se dê aquilo que for melhor para todos, em 
uma postura de seriedade, humildade e fraternidade. Não tenha 
expectativas quanto à percepções ou à cura do receptor, apenas 
coloque-se como um canal o melhor possível para que flua a energia que 
se encaminhará de modo autônomo para a pessoa necessitada. 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
42 
 
 
Passo 3 – Verifique nesse momento qual método de 
tratamento que será adotado. (Terapia integral ou pelo Byosen? - Obs.: 
Mais explicações a seguir) 
 Passo 4 - A seguir vem o Chiryo, que é o tratamento de fato. 
Inicie a aplicação de Reiki no receptor, permanecendo o mais receptivo e 
relaxado possível. Chiryo, terceiro pilar do Reiki, significa “tratamento”. A 
pronúncia correta é “chiliô”. Certifique-se de que telefones e celulares 
não podem ser ouvidos. Para evitar a impaciência, não trabalhe com 
fome e com sede. Não se esqueça de manter seu próprio relaxamento. O 
ideal é aplicar Reiki (Chiryo) após meditar (Gassho) e orar (Reiji-Ho). 
Evite o Reiki mecânico de olho nos ponteiros do relógio. As posições que 
serão seguidas serão apresentadas no próximo tópico. Após a aplicação, 
finalize com um agradecimento íntimo a oportunidade se servir ao 
próximo como um canal de Reiki e todos os benefícios que será 
permitido que o receptor alcance, então lhe ofereça água e após 
encaminhar o receptor, lave as mãos. 
 
Byosen ou Terapia Integral? 
 
A título de conhecimento, estudo e aprimoramento é importante 
ter em mente as duas formas de planejamento do tratamento: 1) a 
terapia integral e o 2) Byosen. 
 
Recomendamos que o reikiano primeiramente faça uma 
avaliação do Byosen através da combinação da anamnese juntamente 
com a técnica de “escaneamento”, como é mais comumente conhecida a 
técnica Byosen Reikan Ho. Caso seja identificado pontos de Byosen “3” 
ou acima, recomendamos priorizar estas áreas, ficando aí um tempo 
maior. Caso não haja identificação de Byosen ou apareça apenas o “1” e 
o “2” recomendamos seguir a terapia integral normalmente. No entanto 
isso não significa que não haja pontos de Byosen críticos. Entendemos 
que alguns Byosen estão em níveis profundos e pode ser necessário o 
paciente receber certa quantidade de Reiki para que só depois o Byosen 
se manifeste, como se fosse a energia de ativação de um processo. 
 
Dessa forma, não é que o paciente “piorou” depois do reiki, 
mas aquilo que precisa ser trabalhado pode estar vindo à tona para ser 
limpo. Ressaltamos também que a prática estimula o desenvolvimento da 
sensibilidade e precisão do Reikiano nesta técnica, por isso, diferentes 
reikianos podem fazer o escaneamento com resultados mais ou menos 
diferentes. 
 
Além disso, é importante saber que o Byosen geralmente se 
manifesta em ciclos. Por exemplo, se você ficar em uma determinada 
posição por vários minutos, poderá perceber a sensação aumentada e 
depois diminuindo e até mesmo demorar vários minutos para reaparecer. 
Essa manifestação segue um ritmo próprio de cada Byosen, por isso se 
Curso de Formação Reiki – Nível 1 
Por Emanuelle Andrade 
43 
 
 
fizer apenas um escaneamento e de modo muito rápido poderá passar