21-Brasagem
27 pág.

21-Brasagem


DisciplinaProcessos de Fabricacao por Soldagem25 materiais232 seguidores
Pré-visualização3 páginas
1
Brasagem
\u2022Fundamentos
\u2022Equipamentos
\u2022Consumíveis
\u2022Técnica operatória
A li õ I d t i i
B
ra
sa
ge
m
\u2022Aplicações Industriais
Fundamentos
Brasagem Æ grupo de processos de união que
produz a coalescência dos metais pelo
i t t t d daquecimento a uma temperatura adequada e
pelo uso de metal de adição que tem um ponto
de fusão abaixo da temperatura \u201csolidus\u201d do
metal de base. Æ metal de base nunca é levado
à fusão.
B
ra
sa
ge
m
Ponto de fusão MA > 450oC Æ \u201cbrasagem
forte\u201d (\u201cbrazing\u201d)
Ponto de fusão MA < 450oC Æ \u201cbrasagem
fraca\u201d (\u201csoldering\u201d).
2
Fundamentos
Basagem: MA preenche a junta por ação
capilar. Boa qualidade Æ perfeito molhamento
das faces a serem unidas pelo metal de adiçãodas faces a serem unidas pelo metal de adição
fundido.
Imprescindível que as superfícies do metal
base estejam completamente isentas de
óxidos, graxas, etc.
B
ra
sa
ge
m
A limpeza normalmente é feita por meios
químicos ou mecânicos.
Aquecimento Æ proteção dos metais por um
fluxo ou uma atmosfera adequada.
Fundamentos
Fluxos, se usados, se fundem a temperaturas
inferiores à do metal de adição.
Ação nas superfícies a serem para dissolver
camadas de óxido eventualmente formadas
após a limpeza, permitindo assim que o metal
B
ra
sa
ge
m
p p p
de adição possa fluir livremente sobre as
superfícies a serem unidas e aderir ao metal
da base.
3
Fundamentos
Atmosfera: ativa, inerte ou vácuo (atmosferas
protetoras eliminam a necessidade de limpeza
após a operação, para eliminar da junta os
materiais corrosivos dos fluxos).
Capilaridade Æ controle rígido da distância de
separação entre as peças.
Espaçamento muito pequeno: preenchimento da
B
ra
sa
ge
m
Espaçamento muito pequeno: preenchimento da
junta é muito lento e pode ser apenas parcial;
Espaçamento exagerado: tempo de preenchi-
mento longo e formação de bolhas de gás ou de
inclusões de fluxo e óxidos.
Fundamentos
Ligação entre metal de adição e metal de base
se dá por difusão, e formação de ligas
intermetálicas na interface entre estesintermetálicas na interface entre estes
materiais.
Classificação: de acordo com o método de
aquecimento usado.
B
ra
sa
ge
m Mais importantes (em termos industriais): por
chama, em forno, por indução, por resistência,
por imersão e por infra-vermelho.
4
Fundamentos
Chama Æ o aquecimento é feito por uma ouChama Æ o aquecimento é feito por uma ou
mais tochas. O gás combustível pode ser o
acetileno, propano, gás de rua, etc. (depende
da temperatura e da quantidade de calor
requeridos). O metal de adição pode ser
colocado previamente na junta ou alimentado
B
ra
sa
ge
m
p j
manualmente. Brasagem a gás Æ uso de fluxo é
essencial.
Fundamentos
Forno Æ muito usada quando o metal de adição
pode ser colocado previamente na junta.
Aplicado geralmente em produção em série e
em grande escala. A proteção é feita por
fluxo por atmosfera controlada ou a vácuo
B
ra
sa
ge
m
fluxo, por atmosfera controlada ou a vácuo.
5
Fundamentos
Indução Æ o calor é obtido por uma corrente
induzida nas peças a unir. As peças são
l d d b b lcolocadas no interior de uma bobina, na qual
circula uma corrente alternada.
Projeto cuidadoso da junta e da bobina para se
garantir que as superfícies a serem brasadas
atinjam ao mesmo tempo a temperatura de
B
ra
sa
ge
m
atinjam ao mesmo tempo a temperatura de
trabalho.
Metal de adição colocado com antecedência na
junta e a proteção é feita por fluxo.
Fundamentos
Resistência Æ o calor é obtido por efeito
J l O l d d ã bé é l dJoule. O metal de adição também é colocado
previamente na junta e a proteção é feita por
fluxo ou atmosfera adequada.
Imersão Æ banho químico ou metal fundido.
Imersão em banho químico: metal de adição é
B
ra
sa
ge
m
Imersão em banho químico: metal de adição é
colocado previamente na junta e o conjunto é
imerso em um banho de sal fundido, aquecido
por resistência elétrica. A proteção pode ser
feita pelo próprio banho ou pelo uso de fluxo.
6
Fundamentos
Imersão em metal fundido: as partes são
imersas em um banho fundido do metal de
adição, contido em um recipiente adequado.
Infravermelho Æ utiliza o calor emitido por
B
ra
sa
ge
m
Infravermelho Æ utiliza o calor emitido por
fontes de radiação infravermelha, em geral
lâmpadas.
Fundamentos
Solda-brasagem (\u201cbraze welding\u201d) Æ difere
da brasagem pelo desenho da junta e pelada brasagem pelo desenho da junta e pela
forma de deposição do metal de adição
(semelhantes ao que ocorre na soldagem).
A temperatura de fusão do metal de adição é
superior a 450oC. A solda-brasagem pode ser
B
ra
sa
ge
m
sup r or a 5 . so a rasag m po s r
realizada com chama, em forno e a arco.
Quando o aquecimento é a arco pode-se
utilizar os processos GTAW e GMAW.
7
Fundamentos
\u201cMIG-Brazing\u201d Æ reúne características da
brasagem e da soldagem MIG (GMAW). Um
rc létric é utiliz d c m f nt d c l rarco elétrico é utilizado como fonte de calor.
A transferência de metal pode ser do tipo
spray, curto circuito ou pulsada.
Aporte térmico relativamente baixo e efeitos
térmicos mínimos Æ largamente utilizado na
á
B
ra
sa
ge
m
g
união de chapas galvanizadas, em vários ramos
industriais, em situações em que é
fundamental preservar as características da
camada de zinco.
Equipamentos
Varia dependendo do método de aquecimento
utilizado.
B
ra
sa
ge
m
Forno Banhos
8
Equipamentos
Fornos: a gás, óleo ou elétricos (preferidos).
Bom controle de temperatura e distribuição
homogênea de calor em seu interior. Podem
ainda ser contínuos ou intermitentes e terem
atmosfera controlada ou operarem com vácuo.
B
ra
sa
ge
m
Equipamentos
I d ã f d i lé i b bi dIndução: fonte de energia elétrica e bobina de
indução. Corrente elétrica com freqüência
entre 60 e 450.000Hz. As mais usadas são:
10kHz (motor-gerador) e entre 350 e 450kHz,
(geradores de faísca). A bobina é geralmente
refrigerada a água e deve ter uma forma que
B
ra
sa
ge
m
r fr g ra a a água t r uma forma qu
permita envolver as peças a serem brasadas.
9
Equipamentos
Resistência: dois tipos. a) equipamento similarResistência dois tipos. a) equipamento similar
ao usado na soldagem por resistência e suas
características dependem da dimensão, forma
e material das peças a brasar. A proteção pode
ser feita por fluxo ou atmosfera controlada;
b) utiliza eletrodos de carvão, algumas vêzes
chamado de brasagem a arco O aquecimento é
B
ra
sa
ge
m
chamado de brasagem a arco. O aquecimento é
obtido pela passagem de uma corrente elétrica
pelo eletrodo de carvão e pelas peças.
Equipamentos
Imersão: a) em metal fundido normalmente é
feita para peças pequenas. O metal fundido
fica em um cadinho aquecido, que tem um
tamanho adequado. O método de aquecimento
deve garantir que o banho líquido e as peças
fiquem a uma temperatura superior à
temperatura de brasagem; b) brasagem por
B
ra
sa
ge
m
temperatura de brasagem; b) brasagem por
imersão em banho químico o aquecimento pode
ser feito por resistência elétrica ou por uma
tocha.
10
Equipamentos
Infravermelho: lâmpadas de quartzo de alta
intensidade (capazes de liberar até 5.000W de( p
energia radiante). Normalmente são empre-
gados refletores para a concentração da
radiação sobre a região a ser brasada.
Solda-brasagem: equipamentos similares aos
usados na soldagem a gás. Em alguns casos é
necessário o uso de pré-aquecimento
B
ra
sa
ge
m
necessário o uso de pré aquecimento.
MIG-Brazing: equipamento semelhante ao
utilizado no processo de soldagem MIG
(GMAW) convencional.
Equipamentos
Brasagem fraca: mesmos tipos de equipamento
usados na brasagem forte. O mais simples e
mais usado é o \u201cferro de solda\u201d, geralmente de
cobre, com aquecimento por resistência
elétrica ou por chama.
B
ra
sa
ge
m
11
Consumíveis
Escolha do metal de adição (crítica) junta comEscolha do metal de adição (crítica) junta com
características adequadas a uma dada
aplicação Æ função do metal base, método de
aquecimento, desenho da junta e proteção.
MA deve ter: temperatura de fusão adequada,
B
ra
sa
ge
m
p q
boa molhabilidade, boa fluidez e propriedades