Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
ANATOMIA RADIOLÓGICA E PATOLOGIA - Simulado a

Pré-visualização | Página 1 de 2

28/10/2021 22:56 Estácio: Alunos 
 1/5 
 
 
 
 
 
 
 
 
Simulado AV 
 
Teste seu conhecimento acumulado 
 
 
 
 
Disc.: ANATOMIA RADIOLÓGICA E PATOLOGIA 
 
Aluno(a): 
 
 
Acertos: 6,0 de 10,0 15/09/2021 
 
1
a 
Questão 
 
Acerto: 0,0 / 1,0 
 
Observando uma radiografia do punho, com incidência posteroanterior (PA), o processo estiloide ulnar é 
visualizado em que posição no receptor de imagem? 
 
Na posição medial, no terço distal mais largo 
Na posição medial, no terço distal mais estreito 
Na posição lateral, no terço distal mais estreito 
Não há processo estiloide ulnar, apenas radial 
Na posição lateral, no terço distal mais largo 
Respondido em 15/09/2021 22:17:36 
 
 
 
Explicação: 
Existem dois processos estiloides: ulnar e radial. Na radiografia, o processo estiloide ulnar é localizado na 
posição, no terço distal mais estreito juntamente com a cabeça. Embora a ulna seja medial, na incidência 
posteroanterior (PA) ela é vista lateralmente. 
 
 
 
 
2
a 
Questão 
 
Acerto: 1,0 / 1,0 
 
A Doença de Paget ou osteíte deformante é uma doença metabólica em que a relação osteoblasto 
versus osteoclasto é desregulada, de modo que ocorre um aumento excessivo na produção de matriz óssea 
sem remodelação, o que produz tecido sem uma estrutura calcificada. Com isso uma matriz óssea é formada 
sobre outra. 
Observe a imagem abaixo e marque a opção que descreva corretamente os critérios radiográficos que 
caracterizam a patologia. 
28/10/2021 22:56 Estácio: Alunos 
 2/5 
 
 
3a Questão Acerto: 0,0 / 1,0 
Explicação: 
O sinal de "mosaico" produz aspectos mais uniformes e retilíneos, mesclando áreas osteolíticas com áreas 
hiperdensas. O sinal de "grama" ocorre apenas quando a doença acomete ossos longos. O sinal de "moldura" 
afeta apenas os corpos vertebrais com áreas hiperdensas (opacas). O aspecto de "algodão" caracteriza uma 
área hiperdensa, com espessamento sobre uma área lítica, o que dá um aspecto irregular e compacto, como 
tufos macios de algodão. 
Explicação: 
Os ossos cranianos são o frontal, parietais, temporais, occipital, esfenoide e etmoide. Portanto, os ossos pares 
são apenas os parietais e os temporais. 
 
 
 
Fonte: http://www.radiopaedia.org/cases/14072 
 
 sinal de "grama", com aspecto lucente ascendente no lado direito 
 sinal de "algodão", com espessamento cortical e áreas osteolíticas bem definidas 
 
 sinal de "mosaico", com padrões opacos bem definidos sobre uma área lítica 
 
sinal de "algodão": espessamento cortical e esclerose periosteal, com aspecto "macio" 
 
 sinal de "moldura", com áreas hipodensas na região do sacro e trocânter maior direito 
 
Respondido em 15/09/2021 22:08:24 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Marque a opção que contenha apenas ossos pares do crânio 
 
 Parietais e maxilares 
Temporais e parietais 
Etimoide e vômer 
Maxilares e zigomáticos 
Frontal e occipital 
Respondido em 18/09/2021 19:53:03 
 
 
 
http://www.radiopaedia.org/cases/14072
28/10/2021 22:56 Estácio: Alunos 
 3/5 
 
 
4a Questão Acerto: 1,0 / 1,0 
5a Questão Acerto: 0,0 / 1,0 
6a Questão Acerto: 1,0 / 1,0 
Explicação: 
A concavidade da cifose é anterior; A lordose tem concavidade posterior. Já a escoliose, embora não seja uma 
curvatura congênita, tem sua concavidade sempre lateral (esquerda ou direita) 
Explicação: 
As costelas verdadeiras compreendem do 1º ao 7º par e se articulam diretamente com o esterno. As costelas 
falsas compreendem do 8° ao 10° par e se articulam indiretamente com o esterno. As costelas flutuantes 
compreendem o 11º e 12º par e não se articulam com o esterno. 
Explicação: 
 
 
 
 
 
Qual o nome das curvaturas congênitas da coluna vertebral, cujas concavidades são anterior e posterior, 
respectivamente? 
 
 Escoliose e cifose 
Cifose e lordose 
Cifose e escoliose 
 Lordose e cifose 
 Lordose e escoliose 
Respondido em 15/09/2021 22:10:24 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O gradil costal é composto por 12 pares de arcos costais. Embora as costelas tenham como função geral 
proteger, elas não tem a mesma função específica. Por exemplo, as costelas flutuantes (11° e 12° par) 
protegem apenas os rins e ureteres, não tendo relação com a proteção pulmonar. Com base nestas 
informações, marque a opção correta. 
 
As costelas falsas compreendem do 8° ao 10° par e se articulam indiretamente com o esterno 
As costelas falsas compreendem do 1º ao 7º par e se articulam diretamente com o esterno 
 As costelas verdadeiras compreendem do 1º ao 7º par e se articulam indiretamente com o esterno 
 As costelas verdadeiras compreendem do 8° ao 10° par e se articulam indiretamente com o esterno 
As costelas falsas compreendem do 8° ao 10° par e se articulam diretamente com o esterno 
Respondido em 18/09/2021 19:53:15 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O exame radiográfico de tórax em incidência posteroanterior (PA) para avaliação pulmonar deve ser realizado 
em apneia inspiratória, após a segunda inspiração completa e profunda. Nestas condições quantos pares 
costais devem ser visualizados juntamente com a área pulmonar? 
 
Até o décimo par costal 
Apenas os seis primeiros pares costais 
 Até o oitavo par costal 
 Todos os doze pares costais 
 Os sete primeiros pares costais 
Respondido em 15/09/2021 22:29:00 
 
 
 
28/10/2021 22:56 Estácio: Alunos 
 4/5 
 
 
7a Questão Acerto: 0,0 / 1,0 
8a Questão Acerto: 1,0 / 1,0 
9a Questão Acerto: 1,0 / 1,0 
Explicação: 
Para responder essa questão, é importante que o estudante conheça o funcionamento da 
estrutura intestinal. No processo excretório, gás carbônico e bolos fecais são produzidos. As 
fezes produzidas no intestino liberam gás carbônico, que formam bolhas de gases dentro das 
alças intestinais. Tanto as fezes quanto as bolhas de gás produzem aspecto radiolucente 
(zonas escuras) no interior do abdome, o que pode prejudicar a visualização de outras 
estruturas. Portanto, 72h antes do exame, o paciente é orientado a tomar bisacodil (laxativo) 
para expurgar as fezes e simeticona (antigases), cuja função é romper as bolhas e eliminar 
os gases presos. 
Explicação: 
Em casos de insuficiência renal, o ideal é realizar a varredura por ultrassonografia e a avaliação morfofisiológica 
por meio da cintilografia. Como esta condição patológica não tem correlação anatômica específica, exames 
contrastados ou tomográficos não são sensíveis em sua detecção. 
 
 
 
 
 
 
 
Um dos procedimentos padrão para exames radiográficos abdominais é a prescrição de um preparo, 
que consiste no uso orientado de laxativos e antigases 72h antes do exame. Qual o mecanismo de 
ação dos medicamentos antigases no preparo para exames de abdome? 
 
Remover o gás carbônico produzido na excreção, evitando a formação das bolhas 
Reduzir a tensão dos líquidos digestivos e, assim, romper as bolhas gasosas formadas 
 Aliviar as dores abdominais por meio do relaxamento do períneo 
 Estimular o peristaltismo do colon e promover acúmulo de água nos intestinos 
 Elevar a tensão dos cólons, para reduzir o volume de fezes 
Respondido em 20/09/2021 20:54:00 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Qual das condições abaixo é uma contraindicação à realização de urografia excretora? 
 
 Pacientes com mais de 60 anos de idade 
Insuficiência renal 
Presença de cálculo renal 
 Crianças com menos de um ano de idade 
 Dor abdominal 
Respondido em 20/09/2021 20:58:36 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Qual o principal agente etiológico que caracteriza a osteomielite? 
 
 Escherichia coli 
 Leptospira interrogans 
Mycobacterium leprae 
Conforme a literatura técnica, a inspiração foi realizada de forma completa e profunda quando se consegue 
observar até o décimo par costal dentro da trama pulmonar. Exames com menos de sete pares costais na área 
pulmonar devem ser repetidos. 
28/10/2021 22:56
Página12