27_METEOROLOGIA_E_CLIMATOLOGIA_VD2_Mar_2006
1 pág.

27_METEOROLOGIA_E_CLIMATOLOGIA_VD2_Mar_2006

Disciplina:Climatologia1.811 materiais29.995 seguidores
Pré-visualização1 página
METEOROLOGIA E CLIMATOLOGIA
Mário Adelmo Varejão-Silva
Versão digital 2 – Recife, 2006
13
TR Ó P ICO
DE CÂNCER
TR ÓPIC O DE
CAPRICÓRNIO
EQUADOR
N
S
22/JUN
23/SET
21/MAR
21/DEZ
Fig. I.7 - Movimento anual aparente do Sol na direção meridional, decorrente da inclinação
do eixo da Terra.
Para exemplificar, imagine-se um habitante da Região Tropical, vivendo em local não
muito afastado do equador, e que, sistematicamente, tivesse o hábito de observar a própria
sombra, no momento da culminação do Sol (meio-dia solar). Essa pessoa notaria que, em uma
certa época do ano, sua sombra, àquela hora, estaria orientada para o norte e no restante do
ano para o sul. Observaria, ainda, que o comprimento da sombra mudaria, dia a dia, atingindo
um tamanho máximo para o lado norte e outro (diferente do primeiro) para o lado sul. Caso a
pessoa residisse no Hemisfério Sul, o comprimento máximo anual da sombra ocorreria em 22
de junho e ela estaria orientada para o sul àquela hora. Reciprocamente, em se tratando de um
habitante do Hemisfério Norte, o maior comprimento anual da sombra seria observado em 21
de dezembro, mas ela estaria dirigida para o norte.
Tais observações somente podem ser explicadas pelo movimento aparente anual do
Sol na direção norte-sul. De fato, analisando a Fig. I.7 verifica-se que:
- a declinação do Sol varia entre +23o 27' (em 22 de junho) e –23o 27' (em 21 de dezem-
bro), aproximadamente;
- em latitudes intertropicais o Sol culmina, zenitalmente, duas vezes por ano; nos trópicos
de Câncer e Capricórnio apenas uma vez; e
- durante cerca de seis meses o Sol ilumina mais um Hemisfério que o outro (o que pro-
voca a mudança das estações do ano).
Devido ao mencionado movimento helicoidal do vetor posição do Sol (em relação ao
referencial geocêntrico) este astro culmina zenitalmente a cada instante em paralelos diferen-
tes isto é: a culminação zenital do Sol, em um dado instante, acontece em relação a um único
ponto de cada paralelo.
Culminações zenitais do Sol em pontos dos trópicos e do equador são eventos denomi-
nados solstícios e equinócios, respectivamente. Durante o ano ocorrem dois solstícios: 22 de
junho, no Trópico de Câncer e 21 de dezembro, no de Capricórnio. Os equinócios, também em
número de dois, verificam-se em 21 de março e em 23 de setembro. Essas datas são aproxi-
madas porque acontece um ano bissexto (fevereiro com 29 dias) a cada quatro anos.