Introducao

Introducao


DisciplinaEconomia I25.801 materiais188.418 seguidores
Pré-visualização2 páginas
*
*
TEORIA ECONÔMICA
Renata Pedretti Morais Furtado
Professora de Economia DAE/UFLA
*
*
INTRODUÇÃO
Economia: é a ciência social que estuda como o indivíduo e a sociedade decidem (escolhem) empregar recursos produtivos escassos na produção de bens e serviços, de modo a distribuí-los entre as várias pessoas e grupos da sociedade, a fim de satisfazer as necessidades humanas.
Palavras-chave: escolha, escassez, necessidades, recursos, produção, distribuição. 
*
*
Questão Central do estudo da Economia
Como alocar recursos produtivos limitados, de forma a atender ao máximo às necessidades humanas?
O problema da escassez: recursos limitados contrapondo-se a necessidades humanas ilimitadas.
*
*
Problemas econômicos fundamentais
O quê e quanto produzir: dada a escassez dos recursos de produção (terra, capital, mão-de-obra, tecnologia), a necessidade de escolha do que produzir, quais os produtos e as respectivas quantidades.
Como produzir: concorrência e custo de produção são fundamentais.
Para quem produzir: distribuição da renda, determinação dos salários, dos juros, do capital. 
*
*
Sistemas econômicos
Um sistema econômico pode ser definido como a forma política, social e econômica pela qual está organizada uma sociedade. É um particular sistema de organização da produção, distribuição e consumo de todos os bens e serviços que as pessoas utilizam buscando uma melhoria no padrão de vida e bem-estar.
*
*
Elementos básicos de um sistema econômico
Estoque de recursos produtivos ou fatores de produção: aqui se incluem os recursos humanos (trabalho e capacidade empresarial), o capital, a terra, as reservas naturais e a tecnologia.
Complexo de unidades de produção: constituído pelas empresas.
Conjunto de instituições políticas, juridícas, econômicas e sociais: que são a base da organização da sociedade.
*
*
Classificação dos sistemas econômicos
Sistema capitalista ou economia de mercado: é regido pelas forças de mercado, predominando a livre iniciativa e a propriedade privada dos fatores de produção.
Sistema socialista ou economia centralizada ou economia planificada: questões econômicas fundamentais são resolvidas por um órgão central de planejamento, predominando a propriedade pública dos fatores de produção, chamados nessas economias de meios de produção, englobando os bens de capita , terra, prédios, bancos, matérias-primas.
*
*
No mundo...
O sistema de concorrência pura em que não havia a intervenção do Estado na atividade econômica prevaleceu nas economias ocidentais até o início do século XX.
A partir de 1930, passaram a predominar sistemas de economia mista no qual ainda prevalecem as forças de mercado, as com a atuação do Estado (Estado regulador, normativo e indutor de crescimento).
*
*
Sistemas econômicos
Mesmo as economias guiadas por governos comunistas, como Rússia e China, têm aberto cada vez mais espaço para atuação da iniciativa privada, caracterizando um \u201csocialismo de mercado\u201d: sistema político comunista, com economia de mercado.
*
*
Curva de possibilidades de produção
A curva (ou fronteira) de possibilidades de produção (CPP) expressa a capacidade máxima de produção da sociedade, supondo pleno emprego dos recursos ou fatores de produção de que se dispõe em dado momento do tempo. Percebe-se a escassez de recursos impondo um limite à capacidade produtiva de uma sociedade, que terá de fazer escolhas entre diferentes alternativas de produção.
*
*
Curva ou fronteira de possibilidades de produção
alimentos
Máquinas (milhares)
A
B
C
D
E
5
10
15
20
30
40
50
Acréscimos iguais na produção de alimentos levam a quedas cada vez
maiores na produção de máquinas
*
*
Curva de possibilidades
A curva ABCDE indica todas as possibilidades de produção potencial de máquinas e de alimentos nessa economia hipotética. Qualquer ponto sobre a curva significa que a economia irá operar no pleno emprego, ou seja, à plena capacidade, utilizando todos os fatores de produção disponíveis.
*
*
Custo de oportunidade
O custo de oportunidade significa o sacrifício de se deixar de produzir parte do bem X para se produzir mais do bem Y. O custo de oportunidade também é chamado de custo alternativo, por representar o custo da produção alternativa sacrificada.
*
*
Deslocamentos da curva de possibilidades de produção
O deslocamento da CPP para a direita indica que o país está crescendo. Isso pode ocorrer fundamentalmente tanto em função do melhor aproveitamento dos recursos já existentes, o que pode ocorrer com o progresso tecnológico, maior eficiência produtiva e organizacional das empresas e melhoria do grau de qualificação da mão-de-obra. Desse modo, a expansão dos recursos de produção e os avanços tecnológicos, que caracterizam o crescimento econômico, mudam a curva de possibilidades de produção para cima e para a direita, permitindo que a economia obtenha maiores quantidades de ambos os bens.
*
*
Economia de mercado: fluxos reais e monetários
Como pode-se observar as famílias e as empresas exercem um duplo papel no fluxo real da economia. No mercado de bens e serviços, as famílias demandam bens e serviços, enquanto as empresas os oferecem; no mercado de fatores de produção, as famílias oferecem os serviços dos fatores de produção (que são de sua propriedade), enquanto as empresas os demandam.
*
*
Fluxos reais e monetários
O fluxo real da economia só se torna possível com a presença da moeda, que é utilizada para remunerar os fatores de produção e para o pagamento dos bens e serviços. Paralelamente ao fluxo real, temos um fluxo monetário da economia.
Em cada um dos mercados atuam conjuntamente as forças da oferta e da demanda, determinando o preço.
*
*
Fluxos reais e monetários
Assim, no mercado de bens e serviços formam-se os preços dos bens e serviços, enquanto no mercado de fatores de produção são determinados os preços dos fatores de produção (salários, juros, aluguéis, lucros, royalties, dentre outros).
Esse fluxo, também chamado de fluxo básico, é o que se estabelece entre famílias e empresas. O fluxo completo incorpora o setor público, adicionando-se o efeito dos impostos e dos gastos públicos ao fluxo anterior, bem como o setor externo, que inclui todas as transações com mercadorias, serviços e o movimento financeiro com o resto do mundo.
*
*
Fluxo circular de renda
Como produzir
Empresas
Famílias
Para quem produzir
O quê e quanto produzir
Mercado de bens e serviços
Mercado de fatores de produção
*
*
Bens de capital, bens de consumo, bens intermediários e fatores de produção
Os bens de capital são utilizados na fabricação de outros bens, mas não se desgastam totalmente no processo produtivo. É o caso de máquinas, equipamentos e instalações. São classificados no ativo fixo das empresas e contribuem para a melhoria da produtividade da mão-de-obra.
Os bens de consumo destinam-se diretamente ao atendimento das necessidades humanas. Bens duráveis e não duráveis.
Os bens intermediários são transformados ou agregados na produção de outros bens, como: insumos, matérias-primas.
*
*
Fatores de produção
Os fatores de produção, chamados recursos de produção da economia, são constituídos pelos recursos humanos (trabalho e capacidade empresarial), terra, capital e tecnologia.
*
*
Inter-relação da Economia com outras áreas do conhecimento
Economia,Física, Biologia = visão dinâmica, aceleração, velocidade, forças, ciclos.
Economia, Matemática e Estatística = crédito, juros, patrimônio,receita, despesa, lucro,custos.
Economia e Política = a política econômica (crescimento, distribuição de renda,estabilização) são determinadas pelo poder político.
*
*
Divisão do Estudo Econômico
Para fins metodológicos e didáticos:
Microeconomia ou teoria de formação de preços = examina a formação de preços em mercados específicos, ou seja, consumidores e empresas interagem no mercado como decidem os preços e a quantidade para satisfazer a ambos simultaneamente.
*
*
Macroeconomia = estuda a determinação e o comportamento dos grandes agregados nacionais, como PIB, investimento agregado,