A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Tipos de secreção

Pré-visualização|Página 1 de 1

Tipos de secreção


Secreção mucosa:

  • É semelhante à clara de ovo, esbranquiçada e viscosa;
  • Aparece em pacientes com bronquite crônica e asma brônquica, quando não há infecção bacteriana;
  • No caso da asma brônquica, a secreção pode ter coloração amarelada, mas não significar uma infecção bacteriana;


Secreção purulenta:

  • É amarelada ou esverdeada e extremamente viscosa, podendo ficar "grudada" na superfície do objeto em que foi colhida;
  • Pode apresentar grumos consistentes, podendo também ser chamada de "secreção em medalhões";
  • Ocorre tipicamente em casos de infecção pulmonar bacteriana;
  • Na pneumonia pneumocócica, a secreção adquire cor de ferrugem;
  • Infecções causadas por Klebsiella pneumoniae deixam a secreção arroxeada, semelhante à geleia de framboesa;
  • Infecção por Pseudomonas aeruginosa confere um aspecto esverdeado à secreção pulmonar;


Secreção biliosa:

  • É semelhante à pasta de anchovas;
  • Indica abscessos do fígado que chegaram ao pulmão pela comunicação que há entre o trato respiratório e o músculo diafragma, que fica acima do fígado;


Secreção hemática:

  • Apresenta raias de sangue;
  • Pode ocorrer em casos de tuberculose, câncer nos brônquios e tromboembolismo pulmonar;
  • Nessas situações, pode haver ainda hemoptise franca, que é a eliminação de sangue vivo;


Secreção rósea:

  • Se tiver aspecto espumoso, aerado, pode ser uma congestão pulmonar;


Secreção enegrecida ou cinzenta:

  • Pode ser observada em mineradores de carvão, fumantes ou pacientes com mucormicose.